Posse de bola no Facebook

Translate

sexta-feira, dezembro 02, 2016

Dificuldade em furar as linhas do Marítimo

Numa imagem, que é bastante representativa, explicado o porquê da enorme dificuldade do Benfica em furar as linhas do Marítimo. Pouco atrevimento no jogo de posições. O treinador pode começar a desequilibrar o adversário logo pela forma como coloca os seus elementos em organização ofensiva, sem que com isso seja necessário a bola rolar. É importante colocar os jogadores num determinado ponto de partida, para lhes permitir vantagem temporal e espacial sobre o adversário quando em posse. Se assim for, mais fácil será para individualmente cada um dos jogadores aparecer. Mobilidade e dinâmica, sim! Sempre. Mas de dia para dia o futebol muda, e as exigências ofensivas tendo em conta a evolução defensiva, são cada vez maiores. Haverá sempre um jogo de posições mais adequado para combater os poucos espaços e as superioridades numéricas defensivas que nos são apresentadas.

5 comentários:

Blog de Portugal disse...

Concordo em absoluto.

Era exatamente nisto que estava a pensar enquanto via o jogo. Aliás, pensei que o lance do Lindelof em condução (dá remate do Mitroglou) na 1ª parte fosse servir de exemplo para um melhor jogo posicional e "atrevimento" do Lindelof, caso o jogo pedisse isso.

Ainda assim, concordo com o RV que disse que o Benfica fez o suficiente para ganhar. Entrou a dormir, não concretizou as oportunidades, e o árbitro ou é muito incompetente ou levou a lição bem estudada (quer se queira quer não, foi peça importante na forma como o jogo decorreu).

Luis Santos disse...

Equipa junta e linha subida do Marítimo. Foi um acaso nesta imagem ou recorrente? Não estou familiarizado com o trabalho do treinador

Nuno Costa disse...

Nao sou a favor dos posicionamentos sugeridos para os dois médios isto pq comprometem a transiçao defensiva em caso de perda.
Mas estou completamente de acordo em relação aos comportamentos pouco atrevidos na construção dificultaram imenso...
Ja agora: Custa-me tanto ver o Fejsa/Pizzi baixar "para cima" do Lindelof qd o central tem espaço para progredie

T disse...

Este frame é aos 3 minutos de jogo, numa altura em que a equipa do Marítimo ainda está com o gás todo.

A verdade é que o Benfica fez mais que suficiente para ganhar.

O lance do primeiro golo do Marítimo surge de um escorregão do Luisão, e o do segundo golo do Marítimo de um bloqueio ILEGAL ao Ederson, num lance de canto... quer se queira quer não, foram dois lances fortuitos, um deles ilegal.

Aliás, esse canto do Marítimo surge contra a corrente do jogo, numa altura em que o Benfica já massacrava.
O Benfica foi-se muito a baixo e perdeu o discernimento.

Penso que, como sugeres, se justificavam dois extremos bem abertos (fosse Salvio/Cervi, ou um dos laterais, como Semedo), de forma a obrigar o Marítimo a abrir no meio.
Estranhei, por exemplo, ver que quando Carrillo entrou jogou muitas vezes por dentro, em vez de abrir na faixa.
Nos últimos 15 minutos o Benfica não teve paciência e discernimento para ir à linha cruzar. Em vez disso, fizeram chuveirinho inconsequente.

Num jogo destes justificava-se que um dos médios centrais ficasse na posição do meio (como sugeres). O outro médio (Fejsa) teria sempre de acautelar a eventual perda de bola.

Blessing disse...

Nuno, da forma com os centrais estão posicionados não vejo grande risco, e de que forma as coisas poderiam ficar comprometidas em transição. De resto, acho que a forma como o Marítimo se colocou convida à condução para fixar alguém da linha média e isso pouco se verificou.

T, é aos três minutos mas poderia ser aos 40. Tenho mais de dez lances em vídeo cortados, e por acaso ia colocar aqui no blogue mas ainda não tive tempo de os trabalhar. Na primeira parte, houve uma, e uma só fez que o Benfica trabalhou o jogo no espaço que o Marítimo deixava, colectivamente. Num lance que acaba com o Guedes dentro da área a tentar assistir Mitro que estava no meio para finalizar, em passe. E outra individualmente pelo Lindelof que acaba com o remate do Mitro. Só vi a primeira parte, e podes reparar pela hora que o Post foi lançado que ainda decorria esse mesmo período do jogo.

Mas de resto, concordo plenamente com a ideia de abrir ainda mais a equipa do Marítimo.