Posse de bola no Facebook

Translate

terça-feira, setembro 08, 2015

Uma casa não se começa a construir pelo telhado

Conversava com o Ronaldinho e dizia-lhe que já há muito tempo que não via uma equipa nossa jogar tão mal. Por vezes cedemos ao entusiasmo do momento, e da grande resposta que estes mesmos jogadores deram contra uma equipa da primeira divisão nacional no dia anterior. Mas nos esquecemos que há sempre o dia seguinte. No dia seguinte o jogo é outro, o ritmo é outro, o adversário é outro. Os jogadores são outros, porque ainda têm na cabeça e nas pernas o jogo anterior. Ainda assim, com duas semanas de trabalho, continuam a existir coisas muito positivas na forma de construir. O que se tornará regularidade, por forma a potenciar nas próximas semanas a criação. Criar uma casa onde não podemos esquecer que não se começa a construir pelo telhado.

11 comentários:

Gonçalo Matos disse...

Tendo visto o jogo, concordo que não me lembro de algo tão mau vosso. Mas por outro lado, foi perceptível que os erros não eram por falta de trabalho vosso, mas sim por incapacidade física e mental dos jogadores.
De qualquer forma, chegaram muitas vezes e com facilidade ao último terço.
Gostava de ver parte uma análise do jogo de sábado, têm?

PSI disse...

Gostava de perguntar duas coisas:

1. Parece-me que em momento ofensivo jogas 3-4-3. Muitas das vezes a equipa contrária tinha um H a fixar os vossos defesas do lado da bola (imagino q seja para bater a bola para essa lado e lançar rapidamente o contra-ataque) então pq ter 3x1 na última linha. Não poderia ser mais útil o alguém fechar mais á frente para fechar o espaço e deixar 2x1 na linha mais recuada?

2. Na segunda fase de construção colocas muita gente no meio. Não achariass útil ter um apoio frontal mais lateral para a bola ter mais espaço para correr no meio? Ou fazes isso prepositadamente para alguma ideia de jogo ("ganhar o meio", para precaver o momento de perda da bola, etc)?

Eu sei que às vezes estas questões podem ser entendidas como provocações mas são perguntas sinceras porque eu tb gosto que coloquem duvidas sobre a minha equipa.

Abraço e continuação do excelente trabalho

Bernardo Ferrão disse...

Concordo que foi um jogo fraco, mas aceito por todas as condicionantes que tinhas e que me falaste. Acho que houve coisas muito positivas, principalmente na primeira parte. Saias bem e fácil a jogar, chegavas fácil ao ultimo terço com muitas linhas de passe e bem orientadas, conseguiste fazer posse no meio-campo adversário. Acho que a fase de criação (penúltimo e ultimo passe principalmente) foi fraca. Gostei imenso do teu GR a jogar fora de área e a controlar a profundidade. O Mdef enquadra fácil. A segunda parte foi horrível loool. Vou continuar a acompanhar. Continuação de bom trabalho. Abraço ;)

Bruno Pereira disse...

Blessing,
1ª vez que discordo ctg desde q estás abençoado :P
Acho que há uma série de princípios que se conseguem facilmente identificar e que são aquilo q eu considero uma ótima base para começares a construir.
Se calhar porque li o texto e fui "biased" quando fui ver o vídeo, estava à espera de algo muito mau e não foi o q vi.
Muitos parabéns porque em 2 semanas já teres isto tudo é muito bom (não sei o ponto de partida mas sei q o q tens é muito bom!)
Posicionamentos, inteligência a jogar, manter a posse... não havia muita dinâmica com posse lol mas para isso tinhas q ir para lá tu q os putos estavam cansados :P (e isso n se notou assim tanto ao nível da tomada de decisão por ex.). Capacidade para variar o centro de jogo...epá, muita coisa boa!
Para terminar, o q considero a maior virtude: saber que não dá, não consigo e por isso prefiro jogar para trás e recomeçar do q dar pontapé para a frente ou arriscar perder a bola.
Abraço!

Blessing disse...

Gonçalo, tenho. Mas foi pedido para não colocar online. Eu mando depois o link para ti.

Psi, 1-o número de jogadores que vão ou que ficam não está dependente do adversário. Depende exclusivamente do que nós criamos em termos de modelo dependendo da zona onde está a bola. Quero com isto dizer que se o adversário deixasse 3 na frente, tu dirias que havia 3 a fixar 3 nossos. Não é o caso. Em determinada situação ficamos ali 1x1 e não há problema. Depende da zona da bola. Nas situações que viste, é assim. Se formos definir coisas em função do adversário estamos tramados, sempre a mudar.

2-não. Não acho. Fazemos porque queremos ter gente onde vamos jogar a maior parte do tempo.

Rafael Antunes disse...

Blessing, estou com o Bruno nesta...

Não tendo acompanhado tudo, fiquei a pensar que ia ver uma desgraça...

Do que dá para ver, eu vejo muito e bom trabalho, e se foi um dia mau tenho confiança nos dias bons... :D

Continuação de bom trabalho!

Paolo Maldini disse...

qual é a cor dos teus?

Blessing disse...

Reds

LGS disse...

Vais partilhar os jogos completos?

Blessing disse...

Tens o meu face LGS?

LGS disse...

Não mas encontro-te :)

Posso-te adicionar?