Posse de bola no Facebook

Translate

quarta-feira, julho 29, 2015

Slb pre temporada

Nos jogos realizados nesta  pre temporada do SLB já dá para perceber qual o caminho que Rui Vitória quer para a sua equipa e para os seus jogadores.

O que o SLB tem neste momento:

Uma maior segurança na transição ofensiva, já não coloca tantos jogadores entre bloco adversário, mas sim privilegia num primeiro momento o passe lateral e o passe para trás.

Tem menos identificacao com princípios de jogo interior em superioridade numérica no mesmo, sendo que a equipa parte quase sempre para a organização ofensiva a partir dos corredores laterais.

Tem um maior controlo aparente dos jogos, o que em jogos contra equipas boas da a sensação que está mais equilibrada posicionalmente, na minha opinião jogando o benfica em Portugal só vai ter 4/5 jogos na temporada em que isso pode ser uma mais valia, contra 90% das equipas portuguesas que baixam bloco e esperam no seu meio campo, o benfica vai ter dificuldades em entrar porque não vai ter a capacidade de logo num primeiro passe tirar 3/4 jogadores adversários da sua organização defensiva.

O que já não tem:

Uma linha defensiva top que controla todos os momentos, neste momento até Luisao já não parece Luisao, uma linha defensiva mais larga que concentrada que já não é tão consistente a queimar metros tanto para a sua linha media como para o seu guarda redes.

Questões para Rui vitoria resolver:

Continuar agarrado ao sistema de Jorge Jesus querendo princípios diferentes parece me um erro, partir para o considere ideal dentro da sua ideia parece me neste momento o mais ideal, porque vai ser julgado em qualquer dos sistemas, e se é assim que seja pelas suas ideias e não pelas ideas do seu antecessor.

Djuricic, o que para mim poderia resolver alguns problemas que a equipa revela no corredor central em organização ofensiva tem que ser enquadrado como peça importante numa mudança de sistema.


Para este benfica poder lutar pelo título tem que contratar 1/2 pontas de lança, Soriano caia para RV como Jonas caiu para JJ.

Lateral esquerdo, Grimaldo parece me a melhor opção pela capacidade ofensiva que tem, em Portugal seria  o ideal até pela perda de Máxi, benfica não pode ter 2 laterais mais de equilíbrio que de desiquilibrio.


Veremos na super taca, mas parece-me que o Scp está a adquirir mais depressa os princípios do JJ que o Slb os princípios de RV.

26 comentários:

NSC disse...

«uma linha defensiva mais larga que concentrada que já não é tão consistente a queimar metros tanto para a sua linha media como para o seu guarda redes»

Isto é evidente.
O que cada vez é menos evidente é a existência de uma «linha» média.

Gonçalo Matos disse...

tendo em conta os jogadores à disposição, mudarias para que sistema?

pegando no que vi até agora, uma mudança para um 4x3x3 ia tirar ainda mais gente do corredor central e levar ainda mais a um jogo pelos flancos e bola cruzada...
não estou a ver o Vitória a pegar noutro sistema.

RS disse...

4-2-3-1 com 3 vagabundos (talisca, gaitan e djuricic) é a minha escolha, nas costas de jonas.

Dennis Bergkamp disse...

Neste momento há alturas em que é 442, outros em que é 4231 e outros ainda que é 433.

Numa primeira fase é preciso ser mais claro nas opções, para depois se aumentar a complexidade quando o básico já está consolidado.

Sim, são muitos jogos em pouco tempo, sim são treinos e jogos em condições difíceis, mas ainda assim já esperava outras coisinhas.

Apesar de se ter algum controle sobre o que se passa com a bola, é muito dificil conseguir progredir no terreno porque não há linhas de passe a frente. É seguro jogar para o lado e para trás, mas para criar oportunidades é preciso mais do que ser seguro, senão o que acontece é o que tem acontecido, chegar ao bico da área, e cruzar la para dentro. só quando o extremo tenta fazer coisas diferentes e engana no cruzamento e vem para dentro é que alguma coisa mais gira acontece.

Insuficiente para já.

Tinha a ganhar em estabilizar uma opção em termos de posicionamento, para pedir sempre a mesma coisa durante muito tempo aos jogadores. Darlhes segurança e coisas que conhecem.


Lisandro, Ola John muito fora do que tem de ser um candidato ao titulo seja em que campeonato for.

Apesar de serem putos e terem muito que aprender, Nelson Semedo, Guedes e Nuno Santos mostraram coisas boas. Teixeira tem momentos muito bons, mas não tem espaço para jogar ali.

Gonçalo Matos disse...

Como alguem dizia no outro dia, juntar Samaris, Pizzi, Djuricic, Jonas e Gaitan torna as coisas mais fáceis. Parece-me que é por aí que a coisa vai ter de evoluir. Sobra um lugar para muita gente e que, consoante o escolhido pode definir o sistema.
Pessoalmente, gosto muito do Taarabt e acho que a nivel técnico ele tem coisas que mais ninguém trás a não ser o Gaitan. Agora, não pode é continuar com aquela picanha toda...

Gonçalo Matos disse...

Ou, com a vinda de Soriano ou alguém do género, manter o sistema e jogar com ele e jonas na frente. Djuricic e Gaitan nas alas a procurar espaços interiores e Pizzi e Samaris no meio

RS disse...

"Pessoalmente, gosto muito do Taarabt e acho que a nivel técnico ele tem coisas que mais ninguém trás a não ser o Gaitan."

Ao nível da decisão é pavoroso, é um fuço de primeira. Tem muitos bons pés e pode fazer muita magia, mas não é mais que um Quaresma gordo, infelizmente.

"Djuricic e Gaitan nas alas a procurar espaços interiores e Pizzi e Samaris no meio"

Foi o que se fez no primeiro jogo, mas com talisca e gaitan. Parece-me muito bem, para o caso do 442 ficar.

R20 disse...

"Djuricic e Gaitan nas alas a procurar espaços interiores e Pizzi e Samaris no meio"

Foi o que se fez no primeiro jogo, mas com talisca e gaitan. Parece-me muito bem, para o caso do 442 ficar.

Mas neste caso faria sentido ter laterais ou um lateral atacante para dar profundidade certo ?
Tendo 2 que não atacam o jogo torna-se "funil" ...

Gonçalo Matos disse...

RS,
Eu falei só da técnica. Apesar de eu achar que ele não é um quaresma, tb acho que as decisões que toma estão longe das melhores muitas vezes.
Mas com JJ não duvido que saísse dali jogador.

Dennis Bergkamp disse...

r20,

tudo depende das dinâmicas. Não é obrigatório ser A ou B a dar largura, desde que alguém a consiga dar.

RS disse...

R20, até pode vir um avançado à ala, como o Lima fazia muito na esquerda criando superioridade com o gaitan. Mas depois tem de ir alguém à área e etc etc... Tem de haver é dinâmica :)

Gonçalo, concordo com quase tudo, excepto com a última parte do Jesus. O homem é bom, mas não é deus e a parte cognitiva é difícil de mudar. Vamos ver. Pessoalmente queria muito que o taarabt corresse bem. Vamos ver!

Dennis Bergkamp disse...

Eu assumia claramente o 433 com samaris a 6, pizzi a 8 e djuricic a 10.

extremo a vir dentro, com a largura a ser dada ou pelo lateral desse lado, ou pelo interior, que podia ser em overlap, ou directo para a frente.


central a ter de encontrar interior no meio, para tocar de frente no 6 ou no lateral se não conseguir rodar.

av a baixar numa 1a fase p deixar o 8 ou o 10 entrar no espaço livre, mas numa 2a fase a dar profundidade máxima.


e for god sake... pressionar lá em cima deles. não dá é para ser com o uruguaio, que sabe tanto de fechar linhas de passe antes de pressionar como a minha avó.

jogador em posse disse...

O que se quer dizer é que a linha de rv já perdeu muita qualidade relativamente à do JJ. A diferença nos comportamentos foi o que meti. Se dissesse que a linha de rv é composta por 4 elementos podia-se concluir que era igual à do JJ? Muita diferença neste momento para pior em tão pouco de trabalho. A tendência será para piorar??

jogador em posse disse...

Eu para manter o 4/4/2 do JJ teria que pelo menos tentar continuar com os mesmos princípios, não continuando penso que colocar um terceiro médio ajudaria na construção de melhor jogo interior.

jogador em posse disse...

Bergkamp, se nós fossemos os treinadores do Slb seria mais fácil responder como melhorar algumas questões, essa seria uma das boas possibilidades, como não sei o que se passa na cabeça do RV é difícil de perceber por onde vai evoluir este Slb.

Para já, desapontado.

jogador em posse disse...

Mantendo o 4-4-2 sim

jogador em posse disse...

Grimaldo resolve isso

Bruno Pereira disse...

Eu até nem estava a desgostar (posse mais segura, jogo interior,etc.) mas no jogo de ontem foi tudo por água abaixo... Contenção Rui Vitória, sabes o q é???? Queres jogar com defesa em linha sem contenção na bola??? Deixa estar q eu vou lá... Fds... Andámos 10 anos para trás... Ou foi a altitude ou vamos dar uma queda enorme...

GV disse...

Viva!

Gosto da maior segurança que o RV aparenta querer dar à transição e organização ofensiva, mas está tudo muito atado... É preciso maior dinâmica, mais linhas de passe e menor exploração das laterais, é preciso criar oportunidades menos previsíveis.

Quanto à organização defensiva, já se esperava um downgrade... Nisso realmente é difícil bater o JJ e se o Benfica continuar a evoluir no sentido destes primeiros jogos, vão ficar muito visíveis as fragilidades individuais da defesa - a lentidão do Luisão para começar, com todos os custos que isso pode acarretar.

Concordo com o aspeto de a maioria dos jogos do campeonato não carecer do aparente maior controlo e isso leva-me à seguinte questão: acham viável o RV trabalhar um sistema adaptativo para aplicar consoante dois tipos de adversários, os que recuam o bloco e os que jogam mais cara a cara?

Outra questão: será sistematizável em termos de treinos o RV começar a época nesta espécie de 442 e ao longo da época ir ajustando para um 4231 ou até mesmo para um 433?

Obg.
Cumps,

Andre Lopes disse...

Epa, de facto há ali muita coisa que não gosto. A largura a defender - não gosto, especialmente no meio campo. Na defesa também, mas por vezes no meio campo os alas ficam a fazer de segundos laterais, mesmo com a bola do outro lado. Horrível.
Primeira construção - sempre que alguém pressiona um bocadinho, bola no redes e bate na frente. Especialmente o luisao. Tem sido por demais evidente. Acho que o treinador pede segurança na posse, e quando os DC se sentem um pouco pressionados metem no redes e pumba.

Quando a equipa consegue passar essa primeira pressão, consegue de facto circular a bola com alguma qualidade. Mas não há apoios frontais, dentro do bloco. Numa primeira fase não tem problema, é bom para a equipa se posicionar e os laterais darem largura para obrigar a outra equipa a rodar, mas depois não passa disso, não tem consequência em movimentos para entrar /jogar dentro do bloco e então acabam a cruzar a bola ou alguém ir numa cruzada contra o mundo.

Agora, não sei se será por incapacidade/incompetência. Isto porque a equipa anda a viajar de um sítio para outro. Estes últimos dois jogos tiveram um intervalo de dois ou três dias, o primeiro foi em Nova Iorque e o segundo no México. Que treinos é que houve? Ou seja, o jogo que gostei menos foi este último, mas pelos vistos a equipa anda em digressão e treinos tá quieto.

Dou o meu benefício da dúvida ao RV devido a isto. Se me dessem uma equipa e a pre época fosse passada em aviões de um lado para o outro também não estaria muito contente.
Vamos ver se retirando este factor das viagens a equipa de facto melhora ou se estas são mesmo as ideias dele.

R20 disse...

RS e Dennis
Qualquer coisa do genero do FCP do VP em que um dos Extremos era falso julgo.

Antonio disse...

Peço desculpa mas a questão do pontapé para a frente do GR não é verdade. Nos dois primeiros jogos com Julio César na baliza não foi isso que se viu, na maioria das vezes. Esse processo foi mais notório com Ederson pelo que deduzo que tenha a ver com o GR e com a necessidade deste aprender.

Andre Lopes disse...

Então peço-lhe que reveja os jogos. Se quiser forneço-lhe os links, e digo isto sem sarcasmo.

João Duarte disse...

Yaaaa....como veio o Djuricic e o Ola John. O homem é treinador, não é feiticeiro.

Antonio disse...

Ok. Vou rever.

Helder Silva disse...

Medo :(