Posse de bola no Facebook

Translate

terça-feira, fevereiro 03, 2015

Diário dos Picaretas

Estes últimos dias de treino não merecem qualquer tipo de reflexão por terem existido mais problemas, que qualidade. 10 jogadores no último treino antes do jogo, e um Guarda Redes. 14 jogadores para os dois jogos, sem possibilidade de recrutar alguns dos que são dois anos mais novos, sendo que um se lesionou num choque com um colega. Velocidade, coordenação, 2x1 (sem espaço definido com objectivo de abrir linhas de passe) e jogo. No dia de jogo pedir o impossível aos miúdos, duas derrotas, uma delas bem pesada, enaltecer o grande esforço que tiveram, ir para casa e voltar a treinar com poucos no primeiro dia da semana. Repete-se o treino, sem GR. Quem mete a bola fora vai buscar, deixando por momentos a equipa em inferioridade. Com este volume de prática, a evolução será muito mais lenta...

No entanto, na sexta feira, uma conversa com o treinador do escalão acima que me perguntou sobre jogadores com potencial para irem já treinando e fazendo jogos de treino com eles, na qual respondi afirmativamente, acenando com 4 jogadores. Ora, com 10/11/12/13 no treino, prejudicará o meu planeamento, e o meu treino a retirada de 4 jogadores? Não o vejo por aí. Sendo que o mais importante é potenciar o individual, e sendo que esses 4 poderão evoluir mais com maior dificuldade, disse ao coordenador que era importante que eles fossem, apesar dele discordar. Expliquei que mesmo ficando com 6, aqueles 6 darão muitos mais toques na bola, estarão muito mais em jogo, em mais situações, e terão mais a atenção e o foco do treinador. Pelo que a subida desses 4 picaretas não seria prejudicial a ninguém, pelo contrário. Eles não podem competir nas provas oficiais pelo escalão acima, mas podem treinar uma vez e ir de vez em quando jogar com eles.

16 comentários:

Futebol Táctico disse...

É frustante um jogador sair de casa e ir treinar e qnd chega ao treino não aparece o pessoal todo. Até os próprios jogadores assíduos e pontuais começam a colocar em causa se vale a pena ir sempre ao treino ou chegar sempre a horas. Conversas com eles sobre isso isso regularmente? De forma a que nãodesmotivem.

Jorge disse...

Adoro estes posts e enalteco a tua atitude, sempre focado no desenvolvimento do jogador, pondo as dificuldades com que tens que lidar (disparidade de niveis dos jogadores e assiduidade imprevisivel ) em segundo plano por forma a fazer o melhor possivel em termos de formacao.

Roberto Baggio disse...

O pior não é o treino.. é o jogo... No treino eles divertem-se sempre! Faço por isso, independente do número... No jogo, estoirados, lesionados, se ninguém para entrar, sem lugar para se esconderem nem que seja para ouvir 2,3 coisas positivas do treinador, a levarem forte e feio, ... , complicado

Gonçalo Matos disse...

"Expliquei que mesmo ficando com 6, aqueles 6 darão muitos mais toques na bola, estarão muito mais em jogo, em mais situações, e terão mais a atenção e o foco do treinador."

é por isto que tu és diferente de 90% dos gajos que andam por aí. sabes sempre como tirar vantagem do contexto que apanhas. como disse ontem ao Ronaldinho, no dia em que apanharem planteis profissionais ninguém, com recrutamentos em juniores e Bs, ninguém vos para.

Gonçalo Matos disse...

90 não, 99%

Roberto Baggio disse...

Jorge, Gonçalo, não é perfeito. Não é melhor nem pior que outros. É diferente... É o trabalho.

abraço aos 2

Dipeca disse...

Baggio, vais a caminho de teres aqui material para um livro/manual de como ser formador em Portugal. Porque 90% dos treinadores/formadores fora dos grandes têm esses problemas que relatas e a tua forma de lidares e explicares esses mesmos problemas é uma ajuda e um guia que começa a ter um valor incalculável!

Filipe disse...

Baggio, há alguma forma de eu conseguir o pdf do livro Herr Pep?

Obrigado

Roberto Baggio disse...

Di, nem tanto por aí... não exageres, mas obrigado. Curioso curioso é perceber como é que a equipa sem gr faz um resultado equilibrado e a que tem gr leva forte e feio lol

Dipeca disse...

É, é.

Os adversários eram do mesmo nível? As equipas são equilibradas e homogéneas? Se sim, então o que foi a baliza pode vir a ser um neurzito!

Filipe disse...

alguém me pode responder se é possível arranjar o Herr Pep em pdf ou não?

martin vazquez disse...

acho que sim filipe. eu não tenho mas há malta aqui do blog que tem

Roberto Baggio disse...

Dipeca, não há Neuer hahaha. As equipas eram equilibradas sem dúvida e os adversários +/- iguais também. Foi estranho.

Dipeca disse...

Considerarias então o fator sorte. Uma das equipas sofreu golo mais cedo, o que talvez tenha levado a algum medo/descrença. São miúdos, por mto que lhes digas que é um treino contra desconhecidos, a moral deles pode ser afetada facilmente num jogo...

Roberto Baggio disse...

Filipe, não te sei ajudar com isso.

Filipe disse...

Obrigado na mesma. Sendo assim, esse livro está à venda em Portugal?