Posse de bola no Facebook

Translate

sábado, janeiro 17, 2015

Jornal de coxos - 1 - Apresentação e problema.

Caros,

O PdB vem por este meio apresentar uma rubrica de complemento aos diários de 2003 que já existe no blog. Será um espaço de apresentação de problemas para a resolução de outros. Ou pelo menos uma tentativa de, já que nestas coisas já toda agente percebeu que não há verdades absolutas e que há mil e uma maneiras de se chegar a uma meta qualquer.


Enquadramento dos coxos:

- Grupo heterogéneo, com alguns coxos que já sabem andar, correr e percebem alguma coisa do jogo, alguns que gatinham, e outros que talvez daqui a uns meses consigam andar sem tropeçar.


- Já têm alguma experiência com uma metodologia relativamente específica que vão poder perceber nos próximos tempos, pelo que estranham imenso e têm dificuldade em tarefas mais fechadas.

A idade pouco importa, a cidade também, tal como o qualquer outro aspecto desse estilo já que... verificamos diariamente que os problemas do jogo são mais ou menos os mesmos para todas as idades, diferindo no que podemos exigir em termos de complexidade nas tarefas.

Problema encontrado - Circulam com alguma competência fora do bloco, mas para lá entrar é um ai jesus. Falta de paciência com bola, querendo "finalizar" ao fim de 3/4 passes, mesmo não havendo oportunidade.

Problemas Micro - Pouca noção do que se passa ao seu redor antes de receber a bola, criando perdas de bola por recepções para cima dos adversários, não aproveitamento de situações de finalização porque nem perceberam que estava a situação criada, ou mau aproveitamento das mesmas por não terem a informação toda (por ex: situação de 3x2, mas quem tem a bola apenas identificou como sendo 2x2, não sabendo que existe o 3º jogador que está sem oposição)

Tarefa de treino para vivênciar a coisa:

GR+3v3+GR + 1 joker no meio.

Na 1ª fase os 2 GR funcionam como apoios fora. Para poder finalizar, a equipa em posse tem 2 alternativas - 10 passes/a bola ir aos GR 4 vezes - tentando marcar na baliza mais longe.

Regra (se não a cumprirem perdem a bola) - Quando a bola está no GR, tem de haver linha de passe a esquerda, a direita e ao meio. O Joker dentro dá solução extra.

Feedback - Após mais ou menos 5' de exploração da tarefa, a intrevenção entrou em modo catalizadora de aprendizagem. Ou cumprem a regra, ou perdem a bola imediatamente, de forma a "obrigar" a que as linhas de passe sejam criadas.

Viveram isto pela primeira vez a semana passada, 2 grupos diferentes, 20 minutos cada um. Observamos coisas radicalmente diferentes nos grupos, sendo que uns foram claramente mais aptos do que outros. Aptos para o exercício = conseguir marcar golos, seja de que maneira for (10 passes ou ir aos apoios fora 4x).

Esta semana vamos reduzir o espaço (foi de 35x50, claramente exagerado, mas deu para aprenderem os mínimos acerca da tarefa), e diferenciar mais os grupos. Grupo que já consegue "fazer coisas" vai jogar em algo como 20x40, sendo que o grupo da malta que gatinha e dos que ainda tropeçam vai jogar em 30x45.

Estamos na dúvida entre manter ou retirar o joker no meio.

Isto pode criar alguns problemas já que, se a bola estiver num GR e houver igualdade numérica no meio, pode promover a marcação h-h e não queremos isso. A alternativa seria poder/fomentar a pressão no apoio fora, mas os guarda redes não estão ainda preparados para muita pressão e esta tarefa é também para eles começarem a melhorar as decisões. Quando estiverem mais tranquilos com isso aumentaremos a pressão.

PS: Todo o respeito pelos coxos do mundo. Esta malta tem obviamente outras alcunhas, mas como os problemas são comuns a tantos outros coxos, preferimos o "anonimato"

14 comentários:

Roberto Baggio disse...

Grande apresentação Dennis!

Sobre o exercício, nesta fase, inicial, prefiro sempre Joker (dentro) para que o sucesso ofensivo seja uma constante...
Talvez, mais tarde, evoluir para o tirar, quando as coisas já estiverem mais estáveis, e apreendidas

Honoris disse...

Acho que manter-se o joker tem mais prós que contras. Se o retiras, além do problema da marcação HxH devido à igualdade numérica, é possível que eles optem por jogar mais vezes por fora do que por dentro.

O joker favorece o jogo dentro do bloco pelo que acho que deve continuar presente no exercicio

LGS disse...

Eu gostava de ser um dos coxos a fazer exercício, juntamente com a malta com quem jogo futsal. Acho que é capaz de ter alguma transferencia, pelo menos no "obrigar" a dar linhas de passe.

Por falar em dar linhas de passe, Tenho a sensação que é das coisas mais básicas e lógicas no futebol mas ainda assim vejo imensas equipas profissionais que parece que não conhecem o conceito. Porque será que isso acontece?...

Dipeca disse...

Bom exercício.
Nos iniciados que treino, a pior coisa é mesmo a falta de paciência..
Mas número mínimo de passes fiz no início e nem tenho feito ultimamente..
Quanto ao ter o mm número de jogadores das duas equipas poder dar em marcação ao homem, ao fim de algum tempo eles acabam por não ligar ao número de jogares para fazer ou não marcação, é mesmo conforme os estímulos que lhe formos dando. Pq mesmo em inferioridade, os que ainda têm o vício de marcar ao homem vão tentar encontrar um par...
Acho que o joker serve sempre, mesmo mais à frente para criar finalizações mais facilmente.

Dennis Bergkamp disse...

LGS,

Acho que o dar linha de passe tem muito a ver com a proposta de jogo que tens.

Se jogas directo, ou se "bates", não vale muito a pena estares a pensar em linhas de passe.

Se valorizas um jogo construido... isso deve ser uma preocupação.

As vezes não se domina muito bem é um conceito "básico" de - Estás escondido!!! Mostra-te!!

Mesmo que se identifique o erro de não se dar linha de passe, há malta que vai achar que o problema é técnico, de "passe+recepção" e então vão treinar triangulos e quadrados e isto e aquilo com mil combinações possíveis para "quando o A recebe a bola, vais aparecer ali para receber"

Essas coisas não entram na nossa maneira de ver o jogo e de ensinar o jogo.

Se não identificam isto como erro e querem valorizar a posse e a construção... então não sei =)

Dipeca disse...

No outro dia o Artur Semedo falou-me de um exercício que acho engraçado para aquecimento. Um quadrado, 2x2 + joker, os que têm a bola só podem jogar nos vértices, assim, sobra sempre um vértice e obriga a uma constante mobilidade, com linha de passe à esquerda e à direita, é destes quadrados que falas que não estão corretos?

Roberto Baggio disse...

não... é das combinações predefinidas. ou circulações tácticas :P
esse exercício é mto bom, que o artur falou

LGS disse...

Bergkamp

Chamou-me a atenção o Swansea no jogo contra o Chelsea. Pareceu-me clara a intenção de construir a partir de trás mas depois, com a bola nos centrais, ninguém se mostrava, ninguém vinha dar opção de passe ao portador. Só havia linha de passe para os laterais, me assim acho que era porque o Chelsea deixava/queria.

Achei um bocado ridiculo quererem jogar de um maneira se estarem preparados para isso. É como disseste, "Se não identificam isto como erro e querem valorizar a posse e a construção... então não sei =)"

Dipeca disse...

Ah, bem me parecia que o Artur não podia dar uma dica sem qualidade!

Dennis Bergkamp disse...

Esse exercício é perfeitamente valido porque apesar de ser obrigatório dar as linhas nos espaços certos, eles podem sempre passar para a esquerda ou a direita.

Eu que sou parvo fazia uns 5m disso para perceberem a coisa, e depois..

5 passes + transição para uma baliza.

Se calhar 2 quadrados ao mm tempo para eles só poderem sair de lá quando o caminho estivesse livre.

Dennis Bergkamp disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dipeca disse...

Mto bom esse acrescento!

O quadrado acho mesmo útil pq obriga mesmo a darem linhas de passe esq e direita e obriga tb os do meio a dar cobertura bem de acordo com a contenção pq passe um na diagonal faço-o valer mais do que passe simples esq/dir. Ou seja, se o tipo que dá a linha de passe percebe que há espaço no meio, pode atacar para receber na diagonal..

Dennis Bergkamp disse...

Atenção é com o formato.

3x2 é muito dificil de ter sucesso. Jogar nos vertices e assim... 3x1 é mais simples e mesmo assim temos de ter muita atenção ao tamanho. Se for superior a 8x8 é mt dificil que o jogador esteja a chegar ao vértice quando a bola sai.

E se não tens sucesso na tarefa, as affordances não vão entrar (toquezinho de psicologia ecológica depois de almoço só porque sim).

Dipeca disse...

Depois de ler isto http://pt.wikipedia.org/wiki/Affordance

posso responder.

Existe um prob nas medidas de facto. Se faço 3x2 num quadrado pequeno, dá tempo para se movimentarem entre vértices, mas a taxa de sucesso vai ser 0, sem affordance lá está. 3x1 complica a transição para a baliza.. Defender em 1x3, :/...O da transição para a baliza deverá ser num quadrado sem vértices. Ou seja 5 minutos nos vértices para a movimentação entrar na cabeça, em 3x1 e depois um 2x2 + joker com a tal transição of/def para a baliza...