Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, janeiro 26, 2015

Diário de Picaretas. Dia 9.

Para hoje só um exercício de treino, e uma pequena reflexão sobre as dificuldades que eu passo. Há sempre forma de fazer melhor, de dar mais aos jogadores, de procurar que aprendam e que ainda assim se divirtam. Dizia eu, há uns dias atrás, que passaria a colocar os jogadores que mais precisam de refinar a sua qualidade técnica num grupo separado em tarefas mais propicias ao seu melhor desenvolvimento. E foi o que comecei a fazer, no treino de sexta, de forma diferente. Os jogadores mais picaretas, por assim dizer, precisam literalmente de contornar pinos, de treino fora do contexto das situações de jogo. Mas com esse tipo de treino, não se divertem, não gostam da tarefa, ficam aborrecidos a cada repetição, queixam-se e reclamam da simplicidade da tarefa, ainda que tenham dificuldade em cumpri-la. O que fazer? Obrigar os jogadores a cumprir a tarefa, ou mudar o método? Optei pela segunda, que me parece a melhor opção. Devo dizer que, são essas dificuldades que me permitem evoluir, e encontrar soluções novas nas quais nunca tinha pensado. As dificuldades no campo são o que me obriga a teorizar e melhorar todos os dias.

2x2+Joker. Campo de minas. Cada vez que um jogador em condução tocar com a bola num marcador, é assinalada falta. Ganha quem fizer mais golos.
Objectivo: Desenvolvimento da relação com a bola.

Evolução: Usar diferentes tipos de obstáculos/constrangimentos. Estender as faltas, também a um passe que toque no obstáculo. Marcar também falta a quem (portador da bola) tocar num obstáculo. 
Sobre os jogos do fim de semana, o mesmo do costume. 8 jogadores para um lado, 7 para outro. Uma equipa sem suplentes. Uma vitória e uma derrota. Nota para as más entradas da equipa no jogo (primeiros dez minutos). Para a pouca objectividade quando se cria uma potencial oportunidade de golo. As falhas na finalização (1x0). A falta de agressividade nas zonas de finalização. Grande evolução na variação do centro de jogo e com isso, e da atracção dos picaretas pela zona da bola. Muitas situações de golo criadas, com progressão de fora para dentro, a conduzir, fixar e soltar.

Para esta semana, reforçar as variações de corredor, e a criação de situações de golo. Melhorar a finalização. Evoluir a qualidade técnica dos mais picaretas, e o jogo em espaços curtos dos menos picaretas.

17 comentários:

Anónimo disse...

Boas Baggio,

Qual o espaço? Não tens receio que eles prendam em demasia os olhos no chão? O tempo que levam a controlar a bola sem tocar nas marcas e procurar colega não será o suficiente para que o defesa lhe roube logo a bola?

Parece-me um bom exercício, mas é preciso ter cuidado com o espaço, densidade de marcas e se eles são capazes de o fazer com sucesso. Superioridade de um só elemento pode não ser suficiente.

Boa sorte!
Abraço
Sérgio

LEBB disse...

Baggio, achas que o problema da entrada no jogo é passível de resolver em treino? Sofro do mesmo e, pensei ser do aquecimento, então alterei desde exercicios a feedback e nada. Os meus miúdos têm a idade dos teus. Abraço

Roberto Baggio disse...

Sérgio, olhometro.

Eles prendem em demasia os olhos no chão. Tal como o fazem quando contornam pinos. E é esse o objectivo. Replicar o controlo de bola, em situação de jogo, para que eles gostem da tarefa.

Se isso responder, nenhuma das equipas marcou menos de 8 golos, em 15 minutos. E o colega, é mais um pino que eles têm de contornar. Isto correu mesmo muito bem...

Roberto Baggio disse...

Vou experimentar fazer mais tempo de aquecimento, e começar a fazer as convocatórias para mais cedo. Depois logo vejo. No treino? Não me parece possível. No treino eles estão mais que vivos depois de um dia de escola.

LGS disse...

Baggio, qual a distancia entre os obstaculos?

Roberto Baggio disse...

LGS, como já disse anteriormente não sou maluco com essa coisa das medidas. Se não estiver bom adapto. Já respondi a isso acima também, olhometro.

Cumps

martin vazquez disse...

as entradas em jogo, tem muito de foco e concentração. no caso da minha equipa eles normalmente entram a ver o que o jogo dá e os golos que aparecem nessa fase definem o rumo da partida. já consegui que tivessem noção disso e cada vez acontece menos.

Futebol Táctico disse...

Há treinadores que separam os exercício por classes ou graus. Complexidade micro, media e macro. Tb o fazes?

LGS disse...

Pensei que a pergunta acima fosse em relação ao tamanho do "campo"
A minha pergunta era mais no sentido de perceber se eles depois de passarem um obstáculo têm logo outro ou se tem algum espaço livre até ao próximo (ou seja era mais tentar perceber a densidade de obstáculos no campo).

Anónimo disse...

Responde sim senhor! ;)

No entanto ainda nao estou totalmente convencido com este exercicio. Acho que o vou experimentar so para ver... lol

Abraço,
sergio

Roberto Baggio disse...

LGS vai dar ao mesmo no que toca a medidas. Não liga nada a isso.

Futebol táctico, não sei mesmo do que estás a falar.

Martin de acordo.

Sérgio, abraço

B Cool disse...

De quem está de fora Baggio mas que já viu isso várias vezes, apenas posso deixar uma ideia, se o tempo de concentração da equipa for muito anterior ao jogo, eles acabam por se saturar, a menos que tenhas algo para os ocupar durante esse tempo em que procuras que ganhem concentração.

Fazes meiinhos e jogo 4x4 no aquecimento ?

Roberto Baggio disse...

BCool, tens seguido este diário? Se não, está lá atrás um exemplo de aquecimento para o jogo.

Agora pegando na tua resposta, na minha opinião não estás a avaliar bem as coisas.

1 São crianças.
2 Jogar as 9, acordam as 8, muitos dos que vivem mais perto do campo (maioria), ou as 7.30. Estando acordados a uma hora e meia, não é o suficiente para na primeira parte estarem totalmente focados no jogo.

3 quando o jogo é fora, vão a dormir no carro dos pais, durante a curta viagem... quando pedes foco inicial, esquece.

Então a minha solução é para os obrigar a acordar mais cedo, e o maior tempo de aquecimento é para entrarem o mais forte possível, mesmo que depois durem menos.

Anónimo disse...

dá muito gosto ver tanto respeito a quem o pratique e amor ao jogo num blog relacionado com o futebol. parabéns!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Baggio, o diário está a ficar muito fixe!

Roberto Baggio disse...

Obrigado Edson.
Hoje sai mais um episódio :)

Roberto Baggio disse...

Obrigado Edson.
Hoje sai mais um episódio :)