Posse de bola no Facebook

Translate

sexta-feira, dezembro 12, 2014

Luis Suarez parte II - Na catalunha.

Nos pés de Suarez a bola queima e por isso não joga, nem jogará nunca, na mesma liga dos melhores jogadores do mundo. Porque nos atributos que mais interessam no futebol moderno (Técnica e tomada de decisão, segundo Klopp) é um jogador banalíssimo.

Torna-se ainda mais evidente e gritante a diferença, quando se encontra no mesmo ambiente de jogadores de grande recorte técnico. A qualidade da recepção de Suarez é pouco mais que ridícula.
 É nos espaços curtos, no pormenor, que se torna pouco provável que consiga produzir um gesto técnico de grande qualidade, remate à parte. Percebem-se cada vez mais, e melhor, as dificuldades técnicas - que muito influenciam na sofrível tomada de decisão - de Suarez.


Contra o PSG foi assim (1ªparte)... Entre recepções e passes falhados, e a falta de qualidade que não se torna evidente quando tem tempo e espaço, sobretudo espaço.

15 comentários:

Gonçalo Mano disse...

Oi Baggio,

Uma pergunta:

- São notórias as dificuldades do Suarez na recepção, se, porventura, ele tivesse uma maior qualidade neste aspecto técnico, existiriam melhorias na tomada de decisão?

Patrick Pereira disse...

No Herr Pep um dos adjuntos de guardiola diz que quando Abidal chegou era apenas um lateral forte. Mas que se tornou um
Lateral com grande técnica é com uma excelente visão de jogo. Não achas que com algum tempo, e trabalhando com estes jogadores, Suarez vai melhorar tecnicamente e a nível da tomada de decisão ?

DC disse...

Este post foi a minha prenda de Natal :D

Cada vez detesto mais o dentuças.

DC disse...

E deixa-me sublinhar que este não foi dos piores jogos dele. Provavelmente até foi o melhor jogo desde que chegou ao Barça.

Mike Portugal disse...

É meter o Suarez na caixa virtual do Seixal e vê-lo a crescer a olhos vistos em qualidade técnica. lol

Roberto Baggio disse...

Mike, era bom... mas só se ele tivesse 10 anos.

Gonçalo e Patrick, claro que vai melhorar. Não tenho dúvidas disso. Mas também não tenho dúvidas que as melhorias ao nível técnico não vão ser significativas. O que pode melhorar mesmo é a forma como ele se protege dessa limitação. Ou seja, jogar muitas vezes de primeira (que implica não temporizar quando necessário), receber de sola (que vai implicar mais tempo do que o necessário em alguns lances ). E com isso, com o facto de não perder tanta bola, melhorar a confiança, e aos poucos, ainda que com dificuldades ficar mais atrevido (caso, para mim, de Abidal). Mas para isso, ele precisa de ser inteligente... Para se saber proteger.

Bruno Gonçalves disse...

Boa tarde,

Como explicam que este jogador tenha tido tanto sucesso no futebol inglês, que na minha opinião, devido à sua intensidade, torna estas características (recepção e decisão) ainda mais importantes? E quais os pontes fortes deste jogador?
Com esta questão não quero questionar a avaliação feita ao jogador mas entender o seu "menor rendimento" - assumo isto com base no que tenho lido porque não vi até ao momento qualquer jogo.

Obrigado

Roberto Baggio disse...

Bruno, em Inglaterra pediam-lhe para esperar momentos de finalização. Para encontrar espaços para isso. Bolas nas costas, possibilidades de remate dentro da área. O modelo também era diferente. Não era de toque. Era mais à Jesus. Vertical, de ataque rápido, explosivo. O campeonato tbm era outro, maior facilidade em encontrar espaços. Logo tinha muitas condicionantes que lhe facilitavam a finalização. Num modelo de jogo que peça que ele se envolva no jogo, ou num jogo em que o adversário defenda bem, dificilmente conseguirá finalizar. Foi aliás o que defendi na época passada. Que nos jogos "grandes" dificilmente ele marcaria. Tal como aconteceu.
O facto de ser monstruoso do ponto de vista atlético, e ter uma técnica de remate muito boa, ajudou tbm a esse score.
Resumindo, numa equipa (modelo) que o favoreça e permita esconder as suas debilidades, num campeonato que o favoreça, ele será sempre muito competente... Numa equipa como o Barcelona e num campeonato como o espanhol, tenho muitas dúvidas, por aquilo que se vai pedir dele que tenha rendimento.

Anónimo disse...

RIDÍCULO!
bom bom é o João Mário
quem escreve tamanhas baboseiras?
LC

preto_nharro disse...

Tais qualidades sao tb o k iam falando do Diego Costa, e ele foi mais que eficiente em Espanha, e está a se-lo tb em Inglaterra. Se é verdade que em Espanha ha menos espaço pq contra barças e afins se defende mt mais baixo e posicional, em Inglaterra ha menos tempo para executar pq a agressividade sobre a bola para a recuperar é tb superior, portanto ambas as competicoes se equilibram entre estes aspectos. Sao jogadores humanos c qualidades e defeitos k têm k ser encaixados num colectivo, n sao piores jogadores por isso. A capacidade de decisao, que s faz tao facil de criticar por aki, n pode nunca ignorar o k jogador é capaz ou n de executar c sucesso. Ex: s um jogador tem um colega em melhor posiçao de finalizar mx sabe k tem 50% de probabilidade de falhar o passe, mx sabe k s for ele a rematar tem 70% probabilidade de sucesso, parece-m k rematar é a SUA melhor opçao, mm k o seu colega ficasse c 90% de probabilidade de marcar... Se estiver errado, agradecia k m explicassem entao c algum detalhe cm deve ser entao

Gonçalo Matos disse...

preto_nharro,

" Ex: s um jogador tem um colega em melhor posiçao de finalizar mx sabe k tem 50% de probabilidade de falhar o passe, mx sabe k s for ele a rematar tem 70% probabilidade de sucesso, parece-m k rematar é a SUA melhor opçao, mm k o seu colega ficasse c 90% de probabilidade de marcar..."

Isso é o que nós também defendemos por aqui, por exemplo quando alguns jogadores jogam 1x1. mas nao sei se há mtos jogadores que rematem com mais eficacia do que passem pra um colega isolado.

LC,
queres elaborar?

Vasco disse...

Na tua equipa ideal terias o Suarez ou o Montero?

Zizou disse...

Tento imaginar o Nuno do Entre10 a ver os jogos do Barcelona este ano com essa personagem lá no meio do palco... Ahah

Welcome back.

Abraço.
Zizou

DC disse...

Essa de em Inglaterra se ter menos tempo para executar é boa, por acaso.

Gonçalo Matos disse...

DC,

Também não percebo de onde vem essa teoria... Ou melhor, acho que até sabemos. É da maior "intensidade".