Posse de bola no Facebook

Translate

quinta-feira, setembro 04, 2014

É este o futebol que eu aprecio

Triangulação perfeita entre A.Martins, Adrien e William Carvalho. Sempre na procura do apoio frontal. De seguida, procura imediata de colegas livres no corredor central, onde William mete a bola em Nani. Nani que em dois toques coloca Adrien num 4x4. Não fosse Adrien ter faltado aos treinos onde foram leccionados os 4x4, e o lance poderia ter seguido outro rumo...

14 comentários:

Pedro disse...

Querem ver que afinal Marco Silva... ;)

Honoris disse...

O que é que achas que o Adrien devia ter feito para aproveitar o 4x4?

Roberto Baggio disse...

Podia, por exemplo, fixar um gajo qualquer em vez de correr a toa a espera que o adversário se desorganizasse sozinho

Honoris disse...

Em relação à pergunta que te fiz no chat sobre a organização defensiva, duplo pivot ou os 3, não fiquei convencido.

Na Luz, o William esteve muitas vezes sozinha à frente da linha defensiva.

Artur Semedo disse...

a forma como o sporting construiu este 4x4 foi excelente, de tão "simples"... adoro a simplicidade, amo a simplicidade! :D
*************
não tendo a imagem corrida com todo o lance, pergunto, noutro sentido: que dizer do tempo de saída do luisão, bem como da posição/orientação que ele dá ao corpo? a mim parece-me que ele espera o tempo suficiente, nem mais nem menos, até que os dois adversários mais próximos do que conduz a bola se tornem opções menos boas e, depois, sai, tapando o lado esquerdo do ataque, e, com isso, a terceira opção, bem como obrigando o adrien a decidir, agora com muito menos opções válidas... ou seja, aproveitou e aproveitou-se do que foram as (in)acções/(in)decisões do adrien contra ele mesmo. que dizeis de vossa justiça?

Roberto Baggio disse...

Honoris, no mesmo chat disse que Adrien n percebia nda de posicionamento...

jorge gaspar disse...

Penso que pior que o que o Adrien fez, fizeram os colegas ao não perceberem quando devem e quando não devem dar profundidade, por exemplo aquele jogador do Sporting que está perto do Adrien (não sei se é o André) não tinha na minha óptica necessidade de dar profundidade, podia ter continuado sempre como uma linha de passe possível. Já aquele que está na ala esquerda, devia ter começado a movimentar-se em direcção á baliza desmarcando-se nas costas do Maxi. Com aquele jogador do meio a dar linha de passe ao Adrien e com o extremo a entrar nas costas, o Maxi ficava sem saber o que fazer. A pior decisão foi obviamente do extremo (que está na posição de extremo na imagem) sendo que não sei qual seria o propósito da sua movimentação. Talvez não ter de correr muito, caso fosse canto do seu lado

ricnog disse...

O adrien só aparece aos treinos de atletismo!!! Querem fazer dele jogador!!!!

Roberto Baggio disse...

Artur, sim. O Luisao reteve muito bem.

Jorge, se fosse uma equipa minha queria as desmarcações como eles fizeram: todas em profundidade, uma por fora, duas por dentro. Mas isso é o meu modelo de jogo, que não significa que esteja certo.
Ricnog, o Adrien é um jogador normal. Nem mais, nem menos. É normal. Não é mau, mas também não é top.

jorge gaspar disse...

"Jorge, se fosse uma equipa minha queria as desmarcações como eles fizeram: todas em profundidade, uma por fora, duas por dentro."

Baggio em relação à profundidade tudo bem. Eu acho é que o jogador que está perto do Adrien podia até ter dado profundidade inicialmente mas depois recuar quando o Luisão sobe para pressionar.
Mas a movimentação que eu acho que não faz qualquer sentido é a do que está por fora a dar largura. Não faz sentido dar largura naquela situação. Ele devia ter dado profundidade mas através de uma diagonal aproximando-se do Maxi, e procurando a desmarcação nas costas dele. Ao não fazer isso transformou uma situação de superioridade numérica (4 do Sporting para 3 do Benfica) numa situação de igualdade numérica. Se o Adrien lhe passasse a bola, e mesmo que a bola fosse colocada no espaço, teria sempre de afastar esta da baliza, de uma zona central com bastante perigo "naquela situação" para uma zona menos perigosa. Mas se esse jogador fizesse uma diagonal procurando desmarcar-se nas costas do Maxi, o Adrien poderia facilmente colocar a bola á disposição desse jogador numa zona central só com o guarda redes pela frente com todas as condições para finalizar com sucesso

Baggio independentemente de o teu modelo de jogo ser o correcto ou não, eu não consigo perceber a lógica de aquele jogador ter dado largura.

Roberto Baggio disse...

O objectivo é ele receber na profundidade para fazer um passe rasteiro à frente da linha defensiva para A.Martins ou Slimani finalizarem.
Dar uma opção que não a de profundidade para o golo, e mais segura, caso ele não consiga fixar no corredor central. Acho que ele só devia fechar a desmarcação caso Adrien fosse na direcção dele.
Mas é como digo, é o meu modelo. Eu quero isso assim. Mas isso sou eu...

jorge gaspar disse...

ok. compreendo, mas como é que sabes que o Adrien não foi na direcção dele porque ele estava a dar largura, e o Adrien percebeu que naquela situação essa hipótese não era a melhor (atenção que não estou com isto a defender o Adrien). Eu não digo que ele devesse começar a correr feito louco na desmarcação, mas podia ter previsto essa desmarcação e começado a movimentação para, assim que o Adrien fosse prá esquerda ele desmarcar-se nas costas do Maxi.

Quanto a isto : "O objectivo é ele receber na profundidade para fazer um passe rasteiro à frente da linha defensiva para A.Martins ou Slimani finalizarem."

Naquela situação não me parece que a melhor opção fosse essa. Ao contrário do que dizes a situação não é de 4X4 mas sim 4X3 com vantagem pró Sporting, visto que naquele momento não há grande contributo que o Eliseu possa dar para ajudar defensivamente (ele acaba por ficar momentaneamente fora da jogada) e quem acabou por transformar um 4X3 num 3X3 foi o extremo ao insistir em dar largura. Receber em profundidade e e fazer um passe á frente da linha defensiva é uma boa opção, só que na minha opinião é pior, e diminui as hipóteses de a equipa ser bem sucedida. Para além disso, facilita muito o trabalho da linha defensiva, ao transformar uma jogada em que existem várias possibilidades de circulação da bola para uma jogada bastante mais previsível.

Roberto Baggio disse...

Eu discordo. O que quero criar é precisamente uma panóplia de soluções mais rica. Já há Martins e Slimani no corredor central, não preciso de mais. Como é que sei que o Adrien não fez isso porque ele não fechou? Sei porque o Adrien não fez nada. Limitou-se a correr.
O que disse que pretendia com a desmarcação dele nesse sentido, não é a opção que eu mais gosto que ele tome. Eu quero que ele coloque Martins iu Slimani na cara do golo. Se não der, se ele nao conseguir, não se sentir capaz, se os outros fecham, aí sim a outra opção, mais fácil, de menos risco, mas também menos eficaz...

As rupturas no corredor central estão garantidas. Não acho que sejam precisas mais. Quem transformou o lance em merda não foram os colegas. Foi Adrien. Quando Luisao saiu, fechou-lhe completamente a porta para jogar em Martins ou Carrillo. Porque Adrien não tentou atacar os defesas. Só correu.

jorge gaspar disse...

Eu gostava de ver a imagem em video para perceber melhor o que se passou.

"Eu quero que ele coloque Martins iu Slimani na cara do golo. Se não der, se ele nao conseguir, não se sentir capaz, se os outros fecham, aí sim a outra opção, mais fácil, de menos risco, mas também menos eficaz..."

Mas o problema é que a defesa do Benfica controlou bem essa possibilidade recuando e controlando os espaços. E quando o Luisão sobe e os restantes defesas param na cobertura o Martins e o Slimani são também obrigados a parar ou então ficam em fora de jogo. Os defesas do Benfica ao controlarem bem o espaço central têm obrigatoriamente de controlar menos bem o espaço lateral. Se o extremo tivesse feito uma diagonal para o meio ficando ainda assim do lado de fora, teria possibilidade de se desmarcar no momento em que o Luisão sobe e a restante defesa o acompanha na cobertura. Nesta situação teres 3 jogadores (os 3 que não têm bola) a dar-te profundidade facilita muito o trabalho dos defesas. Basta recuarem até o portador da bola ter alguém em cima, e aí este fica sem grandes opções de passe. Além do mais a desmarcação em diagonal permitiria dominar facilmente a bola antes de finalizar.

"As rupturas no corredor central estão garantidas. Não acho que sejam precisas mais"

Como assim estão garantidas? Estariam garantidas se o Adrien através de um ou outro passe conseguisse essas mesmas rupturas, e não encontro na jogada momento algum em que isso aconteça. Nunca houve algum momento em que fosse fácil ou sequer possivel isolar seja o André Martins seja o Slimani.

"Quando Luisao saiu, fechou-lhe completamente a porta para jogar em Martins ou Carrillo. Porque Adrien não tentou atacar os defesas. Só correu."

Atacar indo num 1X1? Faz sentido fixar o adversário se tiveres alguém em quem colocar a bola, e ele tinha dois colegas a dar profundidade (hipótese de colocar a bola, também em profundidade) e um a dar largura obrigando-o a tornar a jogada menos perigosa.