Posse de bola no Facebook

Translate

terça-feira, setembro 16, 2014

Regresso de André Villas-Boas

AVB regressou a Portugal. E mostrou estratégia na forma como procurou pressionar o Benfica, milhões, e um discurso eloquente mas completamente desajustado para aquilo que foi o jogo.
Afirmava-se por aqui que milhões não compravam qualidade de jogo, e assim é. Muita, muita, qualidade individual e poucos princípios de qualidade tanto a atacar como a defender.
Sectores demasiado distantes a defender, bola no Hulk e ele que resolva a atacar. Pelo meio cruzamentos.
No final, três pontos.

Agressividade vs Qualidade

Fantástico a estimular a agressividade nos seus jogadores sobre a bola, mesmo num meinho. Pobre na forma como não lança um feedback de qualidade, relativamente ao posicionamento dos seus jogadores. Por aí se percebe muito da equipa de Simeone. Agressividade como eu queria ter nas minhas equipas, sem grande qualidade táctica. Quando são duas coisas que deveriam andar de mãos dadas.

“Quem só teoriza não sabe, quem só pratica repete”

Pretendia eu que os meus alunos considerassem a teoria e a prática, enquanto elementos constitutivos, em dialéctica incessante, da mesma totalidade. No conhecimento científico, não há teoria sem prática, nem prática sem teoria, se bem que (e volto a palavras minhas) a prática seja mais importante do que a teoria e a teoria só tenha valor, se for a teoria de uma determinada prática. A prova decisiva do que eu sou, ou do que eu penso, situa-se na prática. 
Manuel Sérgio

domingo, setembro 14, 2014

2x1. Reacção à perda de bola

O primeiro olhar vai para a incompetência no solucionar de uma situação de 2x1, com tanto espaço para executar. Não apeteceu abrir uma linha de passe. O segundo vai para a minha convicção que depois da reacção à perda do Cassano eu reagiria à reacção dele com uma dispensa.

sexta-feira, setembro 12, 2014

O regresso das goleadas

Conversava com o Ronaldinho offline, ainda antes do início do campeonato. E dizíamos nós que, com o leque de treinadores da primeira liga, o mais provável seria que as goleadas voltassem a ser regulares.
E desde a primeira jornada, até ao momento, parece confirmar-se essa mesma previsão. Não estranhe, por isso, que continuem a surgir resultados avultados, e alguns números que já não existem no futebol profissional, entre equipas do mesmo campeonato. 

terça-feira, setembro 09, 2014

O meu futebol

Transição ofensiva exemplar:
1- Criação de soluções de passe diferentes ao portador da bola
2- Com espaço conduz, pelo corredor central
3- Criação de superioridade contra um dos defensores
4- Fixa e solta
5- Finaliza
6- Futebol


segunda-feira, setembro 08, 2014

Albânia

A Albânia vem a Portugal, não treina futebol e ganha. Irónico...


Isto não é nenhuma crítica ao treino, e exercício do treinador da Albânia. É só ironia pura.

quinta-feira, setembro 04, 2014

É este o futebol que eu aprecio

Triangulação perfeita entre A.Martins, Adrien e William Carvalho. Sempre na procura do apoio frontal. De seguida, procura imediata de colegas livres no corredor central, onde William mete a bola em Nani. Nani que em dois toques coloca Adrien num 4x4. Não fosse Adrien ter faltado aos treinos onde foram leccionados os 4x4, e o lance poderia ter seguido outro rumo...

terça-feira, setembro 02, 2014

Cada vez mais os defesas centrais não se esgotam no processo defensivo


Será que os grandes em Portugal já se esqueceram da preponderância que os defesas centrais têm na qualidade do processo ofensivo da equipa?

Quem alinha com Luisão e Jardel, Maicon e Bruno Indi, Maurício e Sarr, indicia não reconhecer a importância das qualidades ofensivas nos jogadores que normalmente fazem o segundo passe em organização, e o primeiro em transição. 
Claro que a primeira tarefa de quem joga nas zonas mais recuadas é recuperar e equilibrar. Mas pensando na quantidade de vezes que os centrais têm a bola na saída de bola, e após recuperação da mesma, torna-se fundamental fomentar uma cultura de defesas centrais com qualidades ofensivas marcantes.

segunda-feira, setembro 01, 2014

ultimo dia de mercado

Cristante é um jogador que pode dar outro tipo de opções a Jesus ao nível da criatividade.
Um jogador destas características acrescenta e assenta que nem uma luva a um meio campo que falta criatividade para desbloquear linhas adversárias mais posicionais e organizadas, parece-me um jogador a ter em conta e que acrescenta algo mais ao Benfica embora se desvie claramente do perfil de contratações do SLB  desta época, e ainda bem.

Se Joel Campbell vier penso que temos duas equipas Portuguesas para ir longe na UEFA, Benfica e Porto.

A política de contratações do Sporting ate atendendo as suas dificuldades financeiras na minha opinião são pouco coerentes, contratar uma dúzia de jogadores e a maioria nao entrar no 11 titular devia ser motivo de reflexão.

Fcp fez o que competia a tempo e horas e por isso leva vantagem.

Esperamos pelas 00.00h