Posse de bola no Facebook

Translate

quarta-feira, agosto 27, 2014

Van Gaal em entrevista - They have to switch from instinctive to thinking. Brain.

 “I have said from the beginning – I have not shouted – ‘We shall be the champion’. I have said we need time. We need time to build up a new team, and that cannot be in one day. It’s a process, and the process is starting now. All my teams in the beginning were not good. They have to switch from instinctive to thinking. Brain. It’s very difficult. I train in another way to the former coaches [Moyes and Ferguson], and that’s difficult.”

Why 3-5-2, or its variations? “Because it’s more easy to defend. You have to defend the space and the player who is coming into it. When you play like that it’s always less than 15 metres [between the three centre-backs], and then it’s more easy to defend when you communicate good.
And there are always wide players. And they are always free when they move good, in the right tactical way at the tight tactical time. When I play with three strikers, they are also wide. When you play with full-backs, they are also wide, but they cannot always go. When you play with three defenders, they [the wing-backs] can always go. Both at the same time. That is a risk, but I am a risky coach. Then you have to switch the play. And you know that all the wide players are free. Now, we have to look more for the free players.
But how long will it take United to become a fully-fledged Louis van Gaal side? “It depends on the personalities in the squad. I cannot say it but mostly it’s two or three months. I’ve said it in press conferences.

Muito (in)formativa a entrevista do técnico holandês, onde se pode perceber melhor o que ele quer levar para o United. Para quem quiser seguir, aqui.

33 comentários:

Gonçalo Matos disse...

entrevista muito interessante, principalmente porque revela a maneira como o van Gaal pensa e como estrutura o clube.

gostava de ver o planeamento de alguns treinos, para perceber como ele define o que é, por exemplo, " the right tactical way at the tight tactical time" para que os alas ataquem.

quanto à escolha do Rojo, continuo a achar que como ala é um jogador banal.

Ronaldinho disse...

Continuo a dizer que é picareta

DC disse...

Interessante e muito bom perceber que não é isto que ele quer.

Agora questiono, se é para errar como estão a errar brutalmente, porque não começar a implementar já o que quer daqui a uns meses?
3-5-2 porque é mais fácil porquê se quer jogar em 4-3-3 ou 4-4-2? Não levou 4-0 na mesma? Não era melhor estar a trabalhar naquilo que realmente quer?
O Guardiola tambem começou a implementar coisas novas e muito mais complexas e não tem medo de perder alguns jogos por causa disso.

Gonçalo Matos disse...

DC,

Eu não fiquei com a sensação que ele daqui a uns meses vai alterar o sistema. Fiquei com a sensação que ele vai manter as coisas e espera uma evolução dos jogadores no que toca à compreensão das suas ideias. No fundo ele espera que daqui a 3 meses os jogadores dominem o modelo de jogo que ele pretende, com este sistema.

Gonçalo Matos disse...

DC,

Já agora, porque tb surgiu esta conversa com o Baggio e Ronaldinho noutro sitio, eu acho que não é nada coincidente que quer van Gaal quer Pep tenham comseguido ter o maior sucesso (tendo em conta o expectável) com equipas com muitos jogadores da formação, que vinham passando por estimulos semelhantes há muitos anos.
Acho que isso pode ajudar a explicar a falta de qualidade deste 3-5-2, que requer funções mto pouco ortodoxas de vários jogadores e para as quais provavelmente nunca receberam estimulos.

Gonçalo Matos disse...

"When you play with three defenders, they [the wing-backs] can always go. Both at the same time. That is a risk, but I am a risky coach."

Em relação a isto, acho que risco é os laterais fazerem o mesmo, com 2 centrais apenas. Já que com 3 centrais, diria que em prai 90% das vezes, mesmo que os laterais subam e a bola se perca, a equipa vai estar em igualdade numérica em transição defensiva.

DC disse...

Gonçalo, a minha interpretação foi a de que está a usar o 3-5-2 agora por ser mais fácil e que depois quer passar para outro modelo. Mas a tua se calhar faz mais sentido.

Em relação ao risco ele depois do que fez no mundial devia era estar calado. Se o que ele fez com a Argentina foi ser um "risky coach" então o Mourinho é um treinador que arrisca como um louco.

Gonçalo Matos disse...

Pois, eu não acho que ele neste momento da carreira seja um gajo que arrisque mto

Miguel Pinto disse...

3 meses para os jogadores dominarem o modelo de jogo é demasiado tempo tendo em conta o que ele ganha e o que ele supostamente saberá operacionalizar.
Por outro lado dizer que a falta de qualidade poderá estar relacionada com a falta de estímulos também não me parece muito acertado. Então e se houver estímulos e o jogador tiver pouca qualidade? Acho que ele ( van gaal) gosta é de dizer umas Balelas de quando em vez para o pessoal se entreter

B Cool disse...

que o rojo entre para central descaído para a esquerda ainda percebo, para lateral, apesar de no Mundial ter sido considerado o melhor, não esquecer que tinha Garay atrás dele, esse mesmo Garay que não serve para a premier league, parece-me uma fraca escolha.
Só por curiosidade, no 3-5-2 o Di Maria entra em que posição ?

Roberto Baggio disse...

ala...

Gonçalo Matos disse...

Miguel Pinto,

Falta de qualidade individual só se for nos centrais e na ala direita. O homem dá-se ao luxo de nem contar com o Kagawa

Miguel Pinto disse...

Phil Jones??? Quer ser campeão com jogadores deste calibre? Só se for campeão do estoicismo

Ronaldinho disse...

Como dizia o outro, Van Gaal campeão só na playstation!

Gonçalo Matos disse...

Eu gosto do Phil Jones, oferece bas tante com bola e fisicamente também. Não acho fraco no 1x1 defensivo. O resto, tem a ver com a qualidade do trabalho do treinador e a sua capacidade de interpretação. Acho sinceramente que o Phil Jones é um bom central e que pode facilmente ser uma referencia naquela defesa. Agora, se for burrinho, então não. Vai ser mais um Rojo, mas doutro país.

LGS disse...

Pela minha interpretação ele diz que vai ser campeão durante os 3 anos que tem de contrato, não já neste ano.

Edson Arantes do Nascimento disse...

O Phil Jones é um excelente jogador de futebol. É pena ter constantes problemas físicos.

Gonçalo Matos disse...

LGS,

Tb interpretei assim. Conhecendo o Ronaldinho, eu diria que ele tb está a responder a isso. Que ele nao será campeão nesses 3 anos. O Ronaldinho anda desgostoso com o van Gaal.

Gonçalo Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PedroF disse...

Então esperamos até Janeiro para cascar nele? É que as impressões do jogo contra o Keynes foram más demais.

Miguel Pinto disse...

Eu gosto do phil Jones, se não puder ter o otamendi, o Andre Ramalho do Salzburg, o Garay, o Mascherano, etc
Eu só prefiro ter alguém que pense o jogo e que nao o transforme numa variante do rugby. De resto até acho que ele queira muito perceber o jogo, mas naquele nível qualquer jogador que lá caia já o deveria saber portanto será mais uma questão de compadrios(existem em todo o lado) do que mérito do jogador

Ricardo Perna disse...

Ferguson andou anos cheio de Phil Jones's nas suas equipas, sempre com altos rendimentos. Os rapazes da formação do United não hão de ser assim tão maus, digo eu...

Quanto a compreenderem todo um outro conceito de jogo, pode ser difícil, sem dúvida. No entanto, a dúvida é esta: o treinador deve implementar o seu modelo de jogo ou o modelo que melhor se adequa às características dos jogadores à disposição?

Podendo fazer um plantel do zero percebe-se, como secalhar fez Guardiola no Barça (vinham todos da formação onde ele próprio já tinha sido treinador, pelo que ele moldou às suas necesssidades e planeamento), mas não podendo... será a melhor opção, ou apenas teimosia?

LGS disse...

Gonçalo,
Pois, e percebo esse desgosto. É como quando o Mou disse no ano passado que queria o Chelsea a jogar futebol como deve ser mas depois na realidade foi a tristeza que se viu.

LGS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edson Arantes do Nascimento disse...

Miguel, acho que não conheces bem o Phil Jones.

Roberto Baggio disse...

Eu também acho que a malta conhece muito, muito, mal o Jones. Se há coisa que ele tem é qualidade com bola. Critério na construção. Mas....

Miguel Pinto disse...

Edison e Baggio, é apenas a minha opinião, não digo que seja fraco mas para jogar no Man Unit e ser campeão não chega ou então poderá ate ser suficiente se tiver 10 colegas top

Pedro Manuel Anastácio disse...

Agora percebe-se o porquê da escolha de Rojo.....Com lateral esquerdo não é mau....mas é limitado ofensivamente, como central sabe se posicionar bem mas precisa de maior liberdade não e um central "agarrado" à posição....nesta variante de 3 centrais com Rojo possivelmente a ser o que descai para a esquerda, irá ter não só liberdade de movimentos, como tb terá cobertura de um dos seus parceiros de posição....bem pensado o Louis :) ehehehehe

Roberto Baggio disse...

Miguel, não há problema nenhum em discordarmos :)

Gonçalo Matos disse...

Ih Pedro,

O Rojo tem falhas gritantes de posicionamento...

Miguel Pinto disse...

Baggio, quem disse que havia? :)

B Cool disse...

Depois de ver Di Maria atirado à maluca para o jogo, sim eu sei que o United apesar dos muitos milhões torrados abusa em jogadores de qualidade duvidosa (também tem muitos muito bons), independentemente do estatuto que tenham, parece-me que o Van Gaal diz umas coisas mas faz outras e apenas espera que a qualidade individual o safe, como aconteceu com a Holanda.
Nem com 50 anos o Evra será pior que o Rojo.

B Cool disse...

Se ele quisesse jogadores que pensassem em vez de agirem, teria um onze como este:
De Gea;
Phil Jones, Garay em vez da merda do Rojo e Blind;
Januzaj, Kagawa, Herrera, Mata e Di Maria;
Van Persie e Rooney.

Como isso não passa de conversa mole para boi dormir, o onze dele foi este:

De Gea;
Phil Jones, Johny Evans, Tyler Blackett;
Valencia, Mata, Fletcher, Di Maria e Ashley Young;
Van Pearsie e Rooney.

De referir que substituiuo Di Maria pelo Anderson e o Mata pelo Januzaj perto do fim e gajos como o Fletcher, o Valencia e o Ashley Young jogaram os 90 minutos, já para não falar daqueles defesas de excelsa qualidade.