Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, agosto 11, 2014

Uma vez mais Bebé!

Compare o rendimento dos 4 alas do SLB:

- Gaitan. Em plena maturidade do seu jogo. Sempre confiante em todas as suas acções, não se coíbe de se soltar do esquema de Jesus para procurar alternativas melhores. Com alguns erros, como é normal, mas bem acima de um Di Maria.

- Salvio. Fortíssimo em tudo que é individual. Num modelo como o de Jesus, não se pode subestimar a sua influência. Foi ridículp o número de vezes em que se meteu em alhadas, mas mais ridículo foi o número de vezes que teve sucesso nas suas acções. Ainda assim, percebe-se que no futuro os índices de sucesso tenderão a baixar. É uma pena um jogador com este talento não perceber o nível que pode atingir percebendo cada situação de jogo, ao invés de repetir cada lance como se fosse igual.

- Ola John. Um regalo para quem gosta de ver futebol como ele é, e será. Inteligência a cada toque. Inacreditável que mesmo o seu treinador continue sem perceber que John é o caminho a seguir.

- Bebé. Faça você o comentário.

O Benfica é o que se esperava. Com jogadores trabalhados por Jesus a equipa é completamente diferente. Comporta-se de forma colectiva. E isso é o que faltava para que a integração dos novos jogadores se acelere. Faltava alguém que mostrasse o caminho ao novos. E é isso que estes 10 fazem. Faltam obviamente limar muitas arestas, e melhorar sobretudo o futebol ofensivo da equipa.

Artur. A sério que ainda não foi vendido?!

28 comentários:

Edson Arantes do Nascimento disse...

Tens razão em relação ao Tiago, mas pensei que o Eliseu mereceria uma ou duas achegas...

Roberto Baggio disse...

Edson já tinha dito no último jogo em que saiu lesionado que me tinha surpreendido. Ontem confirmou a surpresa.
E sim, tens razão. Merecia, e vai com certeza nos próximos tempos ter uma atenção especial minha

Gonçalo Matos disse...

Só consegui ver o jogo a partir do minuto 70. Concordo com tudo o que disseste. Irrita-me um bocado o Salvio, porque é um burro do caraças que constantemente desafia tudo o que é lógica. Se fosse o Candeias, o Bébé, O Ola a fazer o mesmo iriam ter uma percentagem baixissima de sucesso... Mas o gajo acaba sempre por sair com um reforço positivo dos seus jogos. Com esta eficácia é impossível ele mudar.

Gostei do Eliseu, Edson, mas não prestei mta atenção ao posicionamento defensivo dele.

Gonçalo Matos disse...

Para mim, Bébé é isto!

https://www.youtube.com/watch?v=172HOlNfOF4

Rafael Antunes disse...

Eu até acho que o gajo até tem uns moves.. :D

Rafael Antunes disse...

Na dança claro...

Mindfuck disse...

Ontem estive a ver o jogo no estádio, percebe-se muito melhor as movimentações defensivas da equipa. O Jardel esteve impecável nesse aspecto, sem dúvida que vai agarrar a titularidade, é um jogador super underrated, mas se fizer a época inteira como titular penso que vai chegar ao fim como um jogador muito consensual entre a opinião pública.

Quanto ao Eliseu dou o braço a torcer. Parece que o JJ tinha razão, se tinha vindo quando o Jesus o pediu (após a saída do Coentrão) não me parece que teríamos sofrido tanto com aquela posição como nos anos em que tivemos Emerson e Melga.

Ricardo Perna disse...

Tenho uma questão para vos colocar: tendo em conta que Ola John joga no mesmo lado que o Gaitán, e partindo do princípio que o JJ não coloca o Gaitán no meio, atrás do PL, não é essa a razão pela qual o Ola joga tão pouco? Eu acho-o um bom jogador, embora um pouco lento, mas não acho que chegue para pôr o Gaitán no banco, logo percebo que seja ele a ficar no banco... ou ele renderia o mesmo no lado direito do ataque, sentando o Salvio? Ou a opção seria Gaitán no meio com Enzo e Ruben, Ola e Salvio nas alas?

Quanto ao Salvio, é um jogador que dá coisas diferentes do Gaitán à equipa, e o ano passado, sem ele, os primeiros meses foram duros. Por vezes é burro, sim, mas a sua influência no jogo é enorme, exatamente porque dá coisas diferentes à equipa que o Gaitán não dá. Como o Enzo, que por vezes arranca por ali fora a quebrar linhas, tb o Salvio o faz, oferecendo outras opções à equipa. E aparece muito bem no segundo poste para finalização.

Quanto ao Bebé, sim, não o vi fazer nada de jeito. Mas com tempo e treino, poderá ficar bem melhor, digo eu...

O que me preocupa, como já disse no LE, nem é a equipa inicial, é mesmo a profundidade do plantel, que havia no ano passado e permitiu uma rotatividade como eu não me lembro de haver no Benfica de JJ, e este ano não vai permitir, porque quase todos os suplentes são muito inferiores.

O Eliseu agradou-me, para já... e por alguma razão o JJ já o quer há muito tempo.

DC disse...

"É uma pena um jogador com este talento não perceber o nível que pode atingir percebendo cada situação de jogo, ao invés de repetir cada lance como se fosse igual."

"Inacreditável que mesmo o seu treinador continue sem perceber que John é o caminho a seguir."

Sei que valorizam muito mais o trabalho do treinador ao nível defensivo mas isto é a grande crítica que eu faço ao JJ. O Benfica não é bom no processo ofensivo. O JJ ensina aos jogadores como reagir à perda de bola, como efectuar a transição defensiva, se calhar faz isso como ninguém (e pelo menos na reacção à perda é muito inferior ao VP, por exemplo). Depois, com bola, ou eles são génios, ou o Benfica vive do físico, da insistência, dos lançamentos do Maxi, dos cabeceamentos do Luisão.
Ontem, com o espaço que o Rio Ave deu, era jogo para 4 ou 5 fácil, fácil.

Honoris disse...

Eu acho o Benfica bom no processo ofensivo e não é só pela qualidade dos seus executantes. Os principios ofensivos são muito bons na minha opinião.

Ricardo disse...

Só não vi nada do ola john ontem. Lento no contra ataque, nao parte para cima do defesa para fixar e soltar...nao vi nada. De resto concordo com tudo. O gaitan e o salvio tb nao era os jogadores que sao quando vieram para o benfica. o bebe ainda vai melhorar e ser importante em alguns jogos.

um abraco

Gonçalo Matos disse...

Mindfuck,
Jardel tem limitações técnicas e acho que por isso nunca vai ser tão consensual como Luisão ou Garay, mas é um excelente suplente. Acho é que outros jogadores com tantos anos de trabalho com JJ quanto os que ele tem renderiam pelo menos o mesmo.

Ricardo,
Acho que o Ola não joga tanto porque não explora tanto a transição e o 1x1 como eles os dois. Quanto mais combinações o JJ pedir entre seus jogadores e menos correria, melhor será o Ola. O Salvio quebra linhas junto à linha lateral, sem procurar o espaço interior, é totalmente diferente do que o Enzo faz.

DC,
O Porto do VP tinha uma reacção à perda da bola tão forte porque não explorava tanto transições. Tinha sempre mta gente no meio campo ofensivo e portanto conseguiam reagir rapidamente e com mta gente. JJ é um mestre a defender transição defensiva principalmente em inferioridade e igualdade.

Honoris,
Como o DC, acho que o JJ não é fortíssimo no processo ofensivo. Especialmente em org ofensiva. É demasiado individualizado e dependente das características físicas dos jogadores. Daí o Salvio tb brilhar tanto.

Honoris disse...

Concordo que dependa muita das características físicas dos jogadores mas os princípios estão lá. Proximidade ao portador da bola, variedade de opções de passe, utilização do corredor central através de apoios frontais. Não é mérito do Jesus?

DC disse...

Sim Gonçalo, isso é aquela questão dos treinadores que não precisam de ser tão bons numas coisas por serem noutras.
Como já foi dito, Guardiola não é óptimo na transição defensiva porque tem a bola 75% do tempo e portanto não precisa de ser tão bom. VP aproxima-se disso e JJ está noutro campo (apesar de estranhament já se ter comparado várias vezes ao Barça).

Acho é que realmente o JJ tem que ter algumas limitações no processo ofensivo. Não pode ser sempre problema dos jogadores que as dispensas passem por gente como Nolito, Ola John, BErnardo Silva e Saviola. Não pode ser sempre culpa dos jogadores que o Salvio não tenha levantado a cabeça nenhuma vez desde que chegou ao Benfica. Não pode ser culpa da direcção que os jogadores pedidos sejam Candeias, Djaló e Bebé. Se o JJ tivesse ideias diferentes para o processo ofensivo acabava por implementá-las. Se ele não quisesse o Salvio a ir para cima, já tinha tido tempo para o "domar".
Pode não significar nada, mas o Quaresma nesta pré-época mudou mais que o Salvio em 3 anos. Isto tem que querer dizer alguma coisa, não?

Roberto Baggio disse...

DC, concordo que o SLB não é a equipa que mais gosto de ver atacar. Mas por exemplo, do ano passado para o ano em que perdeu tudo a diferença da qualidade de jogo foi brutal. Tentou mais penetrações centrais, deu mais opções de passe ao portador da bola, ia a linha mas não optava sempre pelo cruzamento. Jesus o ano passado mostrou maior preocupação com o processo ofensivo que no ano anterior. Ainda assim acho que não chega. Mas isso é o meu gosto pessoal que gosto de ver equipas dominantes em posse.

Honoris disse...

Baggio

O que achas que deve melhorar na organização ofensiva do Benfica para que sejam mais dominantes em posse?

Edson Arantes do Nascimento disse...

Eu acho que o DC anda louco. Apaixonou-se pelo Lopetegui. O amor é lindo. Escusava é de ser mentiroso: o JJ dispensou o Saviola e pediu o Djaló? AHAHAHAH

Epá com esta retiro-me. Não há espaço para mim aqui.

Só não perdoo o Baggio por ter chamado picareta ao Eliseu sem nunca o ter visto jogar. É malhar só por malhar.

O Eliseu é um defesa-esquerdo de qualidade.

Gonçalo Matos disse...

Honoris,

É merito dele, sim! O Baggio acabou por responder.

DC,
Ele dispensa jogadores que dão mais soluções em modelos que explorem a org of e nao a transição, tb acho que isso diz algo do que JJ pensa sobre o processo ofensivo. E os jogadores que sairam mais valorizados tb eram sempre fisicamente muito fortes (Ramires, di Maria, Matic). Sempre criticamos o JJ por deixar os jogadores sobreexplorar o 1x1 ou 1x2.

DC disse...

Edson, das duas uma: ou começas a ler melhor ou a interpretar melhor. Eu já salientei várias vezes que o Lopetegui é uma dúvida e que o que estou a falar sobre o jogo com o WBA até pode ter sido um acaso, um facto isolado.

Não te tenho por uma pessoa que fique incomodada pela "clubite" nos comentários e, portanto, acho que devias ter mais calma. Não queres Lopetegui, tens outros treinadores com mais qualidade no processo ofensivo que o Benfica.
Aqui no blog já várias vezes referiram por exemplo a capacidade do Klopp jogar tanto em transição rápida como em organização ofensiva mais lenta.

Eu acho o JJ bom treinador e já disse muitas vezes até que, caso o Lopetegui seja um flop, o JJ será campeão com que plantel seja. Agora não me peças é que diga amén a tudo. Se até o Pep eu me fartei de criticar por jogar com o Mandzukic e abusar dos centros agora ia poupar o JJ?

Gonçalo Matos disse...

Nunca ninguém daqui, dos que escreve, disse que o JJ era forte em organização ofensiva. E mesmo em transições não era muito elogiado, que eu saiba. Sempre destacamos a excessiva importancia das individualidades quando comparadas com a importancia do jogo colectivo.

DC,
Há melhores que ele no processo ofensivo mas muitos desses depois falham redondamente no defensivo. Overall, acho que o JJ é um dos melhores treinadores que por ai anda. A nível defensivo então é top europeu.

Roberto Baggio disse...

Edson, eu vi o Eliseu jogar. Inclusivamente o ano passado dois jogos.
Não vi foram muitos jogos.

M disse...

terei sido o único a ver o OláJoão a fazer (a par do Gaitan para o Talisca, salvo erro, com fora-de-jogo) uma desmarcação limpinha, limpinha, a deixar o Lima na cara o guarda-redes (falhou, mais uma vez...)?

bola controlada, calma, cabeça levantada, pim, toma lá por entre vários adversários, é só empur..AH, CARDOZO cepo lento da merda falhast.....er, wait, foi o Lima..

Ricardo Perna disse...

Gonçalo, mas a minha questão não era exatamente essa, mas sim a sobreposição com o Gaitán. O Ola joga pouco porque na posição dele tem o Gaitán, que é muito superior em vários momentos do jogo, penso eu. Saindo o Gaitán, ou passando o Gaitán para o meio, ele terá muito mais minutos, estou em crer.

Quanto ao Salvio, concordo que quebra linhas de forma diferente do Enzo, mas é por isso mesmo que o acho uma mais-valia, acrescenta diversidade. Era fazer o mesmo mas com um pouco mais de cabeça levantada, e era perfeito. Mas sim, ontem vi-o a cirandar zonas mais interiores, e até a fazer troca de extremos com o Gaitán, coisa que raramente o vi fazer antes. Será esta época que aprende? :)

Roberto Baggio disse...

Honoris, pode mudar o treinador ter essa preocupação. Que já teve noutros tempos

Gonçalo Matos disse...

Ricardo,

Gaitan no meio e Ola na ala tb me parece uma boa alternativa.

Carlos Filipe disse...

"Artur. A sério que ainda não foi vendido?!" Mas alguém dá um cêntimo que seja por um frangueiro de 33 anos? Ainda tinha que baixar o ordenado,é tipo Carlos Martins que não sai pelo próprio pé,tem que ir pá B também.

Vi aqui duas pessoas a dizerem que Ola John é lento, mas não é. Ele não quer é correr, ou acha que não precisa porque sabe que consegue cruzar na mesma

Baresi disse...

Felizmente já tive a oportunidade de ver jogar Ola John e Gaitan imensas vezes ao vivo, e digo sem sombra de duvidas que se me dessem a escolher entre os 2, preferia sempre o holandês ao Argentino.

A quantidade de bolas perdias/passes disparatados/invenções de Gaitan por jogo enerva-me tanto mas tanto...
Uma, duas, três vezes... é até perder a conta.

Unknown disse...

Baresi, o Ola John também tem certas perdas um pouco estúpidas. A cena do Gaitas é que tenta fazer merdas do arco da velha, que se sai bem é um perigo do raio. A cena que mais me chateia no Ola John é que em muitos potenciais contra-ataques se decida sempre por temporizar. E em alguns lances os avançados fizeram movimentações interessantes.