Posse de bola no Facebook

Translate

sábado, agosto 30, 2014

English Premier League é isto: Golos. Entusiasmo!

Ainda não tive oportunidade de ver o jogo, mas de certeza que o vou fazer ainda neste fim de semana. No entanto, naquilo que foi um grande espectáculo de futebol, ao nível do volume do resultado, incerteza, contrasta um pouco com o mais pobre espectáculo ao nível da organização. Ainda assim, de ressalvar o número de golos, que indicia duas equipas que queriam atacar, marcar mais que o adversário, jogar positivo. Entusiasmante para todos os quadrantes futebol! Adeptos e treinadores! Este vai ser com toda certeza um dos jogos que vou guardar na minha galeria, pelos treinadores envolvidos (Mourinho, Martinez), pela qualidade dos executantes, e, sim, pelo resultado.

PS: Fabregas, Matic, Willian, Hazard, e Óscar (que não jogou hoje, mas é para mim titular deste Chelsea). Finalmente criatividade em quantidade suficiente para uma equipa que quer ser grande.

Não vi o jogo, repito. Analiso só e apenas este último lance, do último golo do Chelsea. Onde, para mim, mais uma vez se nota a influência que a tomada de decisão tem no jogo, e a notoriedade do golo que tudo faz esquecer. Neste lance, para mim, percebem-se todas as debilidades de Diego Costa. As técnicas, e as cognitivas.









43 comentários:

DC disse...

Diego Costa é horrível, mas enquanto marcar vão andar a dizer que é de topo. Vamos ver quando defrontar equipas a sério na Champions o que vai fazer.

Unknown disse...

E com essas debilidades todas continua a metê-las lá dentro. Há que dar algum beneficio ao homem. Não é nenhuma super-estrela, mas há que reconhecer que é bom.

Miguel Pinto disse...

Concordo na questão cognitiva, na técnica nem tanto mas fico com a impressão que forças demasiado a nota (já te vi dizer n vezes a mesma coisa) e não é preciso, um gajo ou concorda ou não e rebate, não há problema.
No 2º golo do Everton posso dizer o mesmo do Matic e no entanto ele não deixa de ser um jogador com muita qualidade.
Por vezes aquilo que a tv nos mostra nem sempre o jogador tem a mesma percepção do lance e isso faz toda a diferença.
http://youtu.be/axdtOxEREbY

Roberto Baggio disse...

Miguel, há uma coisa que se chama regularidades. E se o jogador é inteligente, pode atécometer um ou outro erro. Mas em 100 lances iguais tem uma percentagem esmagadora de boas abordagens. O mesmo n se pode dizer o D.Costa. Que tem uma percentagem ridicula de boas abordagens. E uma percentagem ainda mais ridícula de más. Quer por erros técnicos, quer por erros de interpretação.
Não me digas que ele não viu que o jogador que lhe passou a bola continuou ao lado dele! A tv não precisava de mostrar isso, porque foi o jogador que lhe fez o passe, sendo que eles fizeram movimentos opostos.

E esse vídeo no Youtube foi para mostrar a horrível decisão do Pauleta?

cumps

Roberto Baggio disse...

PS: a trabalhar com o Mourinho, comecem a habituar-se a ver Matic mal posicionado mais vezes.

António disse...

A ignorância é muita atrevida....

Miguel Pinto disse...

Baggio, és treinador do Diego ou do Pauleta e se eles te disserem que não viram o colega, não lhes dás o benefício da dúvida?
Em relação ao matic, a ideia que tentas passar é que o Mourinho vai descaracterizar os bons jogadores mas quem me garante que não foi o matic a ler mal o lance? Maus apoios, mal posicionado desprotegendo o corredor central sem necessidade alguma (cobertura estava a ser bem feita pelo colega).
Abraço

Roberto Baggio disse...

Ya Miguel, eu garanto qe com o Jesus ele nunca teria aquele comportamento. Ele tava a perseguir o outro gajo. Coisa que o Mou gosta muito. Marcações mistas. E isso confunde os jogadores. Com o Jesus garantidamente que ele não errava por perseguir um gajo. Pq JEsus joga zona pura.

Não preciso de ser treinador deles. É óbvio que o Diego sabia que o Mikel estava a acompanhar o lance. No lance do Pauleta é diferente. Mas, se o fosse, e se eles me dissessem isso (n viram) ainda levavam mais na cabeça por n terem tirado a tola do chão. Ou sej, de qualquer das formas é péssimo. É que nem para ele o Diego foi bom. Conseguiu até piorar o lance para ele finalizar individualmente.

PedroF disse...

Para mim, foi um jogo horrível. Mal jogado, desequilibrado. Não gostei de nenhuma das equipas.

Miguel Pinto disse...

De acordo, só quis ressalvar o facto de, por vezes, ficarmos desiludidos com a tomada de decisão do jogador sem atendermos à velocidade do lance e ao tempo que ele tem para executar face ao enquadramento da jogada e dos adversários. Também acho que mereciam um raspanete mas penso que será difícil mudar ou melhorar esse aspecto. E quanto ao JJ, já está melhor pese embora eu ter visto, salvo erro com o Javi Garcia, erros desse tipo contra o FCP do vilas boas na luz.
Abraço

rochacj85 disse...

Infelizmente não vi o jogo. Mas um jogo com 9 golos em que o Everton andou sempre a aproximar-se do resultado dificilmente é horrível. Futebol não é só organização. Futebol também é entusiasmo.

gerrymedeiros disse...

Queres é teorias Baggio. Arrisco-me a dizer que depois de uma década de CM é FM tiraste o curso de treinador... E já nem menciono que obviamente, baseando nos teus posts nunca andaste lá dentro.
RED Bull aka a blogosfera dá-te asas...

PS mas venho cá espreitar sempre que posso, mais pelo debate ao nível dos comentários do que os posts mas venho. Saudações

Gonçalo Matos disse...

gerrymedeiros

"Arrisco-me a dizer que depois de uma década de CM é FM tiraste o curso de treinador".
Isto quer dizer o quê? Que quem faz isso é mau treinador? Que eu saiba o FM pouco tem a ver com o dia a dia de uma equipa de futebol. Não tinhas noção disto?

Por acaso, todos os autores de posts andaram la dentro e continuam a jogar com amigos. Curiosamente, faziamos e fazemos em campo aquilo que aqui escrevemos. podemos fazer uma peladinha se quiseres.

Quanto às teorias, há um livro teorico que adoro. Chama-se "Mourinho, o porquê de tantas vitórias?". Aconselho a leitura a todos os que gostem de perceber o que se passa no campo. E pra ti, só mais uma questão. Tu duvidas que os melhores treinadores do mundo passam horas a teorizar, nomeadamente sobre o planeamento dos treinos?

Saudações desportivas

Gonçalo Matos disse...

rocha,

O Baggio meteu no titulo que este jogo foi um entusiasmo.

gerrymedeiros disse...

Se não for muito inconveniente, é possível saber onde jogaram o Gonçalo e os autores?

Pedro disse...

" Vamos ver quando defrontar equipas a sério na Champions o que vai fazer."

Oi? O Atlético o ano passado que foi campeão espanhol e finalista na Champions não apanhou equipas a sério?

"Para mim, foi um jogo horrível"

Horrivel mesmo. Bom bom foi aquele zero a zero entre o Burnley e o United. :)

É engraçado como os goleadores são tão desvalorizados ao mesmo tempo que gajos que falham 100 golos são idolatrados. Opiniões.

Gonçalo Matos disse...

Não te vou dizer porque acho que isso não interessa para nada. Não tens de aceitar o que aqui é dito, mas também o argumento que apresentas não apoia minimamente a tua posição. Ou a tua opinião vai variar se eu tiver jogado na formação do Barça?


Pedro,
O Cardozo foi o melhor ponta-de-lança dos ultimos anos do Benfica? Cardozo marcava mais golos que o Lima ou Rodrigo, mas o ano passado a melhoria do Benfica coincidiu com a saido do gajo. Golos não são tudo, já discutimos isso aqui mil vezes.
O lance aqui apresentado ilustra isso bastante bem. Que opinião terias tu se o gajo falhasse o golo? Não era a que ele tinha jogado mal?

Luis Santos disse...

Há um pormenor que pode abonar a favor dele. A hesitação que ele tem quando faz a finta. Ou muito me engano ou a ideia dele era dar a bola no Mikel, mas como o defesa fez aquele carrinho, ele decidiu seguir.

De qualquer forma, concordo com vocês: melhor solução era claramente o passe

gerrymedeiros disse...

Não me faz diferença se no barça ou se no alcarraques, em momento pus em causa o clube mas sim se realmente andaram lá dentro. Algum complexo de inferioridade? Mas esqueçamos isso, cada um tem a sua opinião. Uma boa tarde e até ao próximo post...

Gonçalo Matos disse...

Nenhum complexo de inferioridade. Jogámos em escalões de acordo com a nossa qualidade individual, nenhum foi profissional. Só quero mesmo perceber o que querias dizer com o teu primeiro comentário.

Gonçalo Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Mendes disse...

O pior lance do jogo, para mim, foi o auto-golo do Coleman que se seguiu de gozo ou picanço do Diego Costa... que nível...

Roberto Baggio disse...

"Queres é teorias Baggio. Arrisco-me a dizer que depois de uma década de CM é FM tiraste o curso de treinador... E já nem menciono que obviamente, baseando nos teus posts nunca andaste lá dentro.
RED Bull aka a blogosfera dá-te asas..."

Com essa argumentação fantástica só espero que continues só a olhar mesmo. E beber menos redbul para seres menos atrevido, no sentido de vir comentar.

Abraço

Hugo disse...

Foi realmente um jogo horrivel . Terrivel mesmo ...

M disse...

opiniao de quem percebe muito pouco disto.....

o diego,pela opiniao do escriba, decidiu mal. fez golo, beneficiou equipa. se falhasse, era de trolha!

se passasse, fazia bem...se o Mikel marcasse.....e se nao marcasse? quanto golos se falham de baliza aberta?não é preciso ir mt longe, vide Torres...

ou seja...

objectivo final de jogo de futebol de competição...ganhar certo? se for suportado por bom futebol,por futebol inteligente, melhor, pois sabemos que melhor futebol melhora a probabilidade de sucesso, sem duvida...

agora...

havera treinador que diga ao avançado, depois de marcar golo, que lhe diga que nao devia ter marcado e ter passado a colega melhor colocado? parece-em que isso sera sempre em caso de insucesso sucessivo onde se terá forçosamente de mudar postura de jogo...

mas isto sou eu....

saudaçoes.

Roberto Baggio disse...

Há sim M. Eu sou desse tipo de treinador. Num, 2x0 (situação mais simples do jogo), se não há fixar o GR e passar para o lado, ainda que seja golo, o gajo que não passou leva nos cornos.
Num 2x1, é diferente, depende do que o adversário fizer. Ainda assim, o Mikel deixou o Diego em 1x0, se assim ele o tivesse aproveitado...

M disse...

eu percebo e compreendo a filosofia que te leva a optar por tal.

alias, precisamente por ir lendo aqui e no LE as opçoes que todos voces expoem, percebo melhor o jogo...

mas,em termos praticos, podes formar miudos e e iluminar gajos como eu que nao percebem muito disto..mas sera discurso para jogadores formados? como passar essa ideia quando eles têm sucesso como teve o Costa?

tantos treinadores com a "cama feita" por jogadores....

saudaçoes

Roberto Baggio disse...

M,

Comigo o Costa estava nos infantis a melhorar a técnica e o conhecimento do jogo.
Acho que isso responde...
Ou se não chegar, não jogava, não era contratado, etc.

DC disse...

"Oi? O Atlético o ano passado que foi campeão espanhol e finalista na Champions não apanhou equipas a sério?"

E o que fez o Diego nesses jogos? Não jogou em Londres e foi a melhor coisa que aconteceu ao Atlético, não ter que levar com ele. Na fase decisiva da Champions andava lesionado.

Walter of Allbano disse...

Baggio,

Compreendo e concordo que da situação inicial, para o momento do remate o D.Costa ficou em pior situação de fazer golo.

Contudo, qual seria a tua opinião se ele tivesse rematado e marcado após receber o passe?

Eu, pessoalmente, sou apologista que devem ser treinados os momentos de jogo, este do 2-1/2-0 é um deles em que se deve instruir à procura da melhor solução.

No entanto, sou igualmente apologista que se deve ter em consideração o momento de jogo, isto é, se o D. Costa tem capacidade para conseguir tecnicamente (independentemente de virem afirmar a ausencia de capacidade técnica do D.Costa) resolver a situação acho que deve ser aplaudido.

Refiro que deve ser instruido ao jogador para preferir o passe invés da jogada individual, contudo, quando ela surge com sucesso deve-se valorizar a capacidade do jogador.

Walter of Allbano disse...

a

Roberto Baggio disse...

Walter, não havendo possibilidade de ele aproveitar o Mikel (imaginemos que ele não o viu), deveria ter rematado logo...

Walter of Allbano disse...

Baggio,

Acho que o D.Costa não é assim tão mau. É um ponta-de-lança à imagem do Lisandro Lopez. Bastante combativo e com potencial para melhorar.

O facto do Chelsea ter o meio-campo que têm vai fazer maravilhas!

Miguel Pinto disse...

DC, se os treinadores dos 3 grandes clubes portugueses tivessem a possibilidade de ir buscar o Diego Costa garanto-te que o fariam sem hesitar! Agora tu talvez quisesses ficar com os que tens...
Por outro lado ele não é esteticamente falando um falcão ou um lewandowsk mas é eficaz e tem apresentado algumas regularidades no que concerne às opções que dá aos seus colegas na zona de finalização.
Pelo que tenho visto os def centrais adversarios que o defrontam ( alguns de top mundial) saem dos jogos um pouco com a moral em baixo (e também não será por falta de informação, vídeos, etc).
Abraço

Roberto Baggio disse...

Walter,

O Diego Costa, na minha opinião, é medíocre. Como costumo dizer, há aí muitos desses no distrital. Mas é só a minha opinião.

Walter of Allbano disse...

Baggio,

Qual é a tua opinião sobre restantes ex-avançados Chelsea (Lukaku e Torres)?!

Miguel Pinto disse...

Baggio, respeito a tua opinião mas vindo de alguém que diz que, e passo a citar, "o futebol, é da cabeça aos pés", não deixo de discordar dela.
Se defines o Diego Costa como sendo medíocre baseado apenas nesse lance é porque conheces mal o jogador. Se ele tivesse feito aquilo que tu pensas ser o mais correcto como o irias classificar? Porque se não o sabes, e admito que não, ele já teve lances idênticos mas que decidiu de acordo com as tuas ideias.
Abraço

Roberto Baggio disse...

Miguel Pinto, não só não sabes o que é de acordo ou não com as minhas ideias, como não sabes o que conheço do Diego Costa.
Portanto dizer que classifico um jogador com base num lance é completamente fora de propósito. Assim como dizer que decidiu de acordo com as minhas ideias também.

" Se ele tivesse feito aquilo que tu pensas ser o mais correcto como o irias classificar?"

Iria classifica-lo como medíocre. Porquê? Porque conheço muito bem o Diego Costa, e as acções regulares dele no jogo. Desde a luta constante contra a bola, até a luta contra o relvado, adversário, arbitro, publico, uma mosca que passa, ou mesmo contra a chuva e o vento.
O tipo é um TOURO (no sentido positivo da coisa) e só. E toda gente sabe que os touros são fortes e rápidos e nem por isso jogam futebol.

Miguel Pinto disse...

Ok, realmente não sei se ele joga de acordo com a tua forma de pensar o jogo. Mas então se eu publicar dois lances em que ele decide devolver a bola ao colega (coisa que ele não fez neste último golo) qual é o teu argumento? É que já o viste muitas vezes a fazer o contrário? Porque é isto que está em causa, todas as debilidades técnicas e cognitivas do jogador. Ou será que podes ser imparcial ao ponto de me dizeres que neste vídeo http://youtu.be/UjApu2sJYpw (min. 1,28' e min. 2,20')ele já não apresentou debilidades técnicas ou cognitivas?
Mas entendo que dentro daquilo que idealizas ver num PL ele não cumpra os serviços mínimos.

"Desde a luta constante contra a bola, até a luta contra o relvado, adversário, arbitro, publico, uma mosca que passa, ou mesmo contra a chuva e o vento."
Confesso que dei uma gargalhada ao ler isto, não foi de gozo.
Abraço

Roberto Baggio disse...

"Mas então se eu publicar dois lances em que ele decide devolver a bola ao colega (coisa que ele não fez neste último golo) qual é o teu argumento?"

Argumento para o quê? Ainda não percebi muito bem a tua questão. Aliás, acho que percebi. Tu dizes que eu não posso "categorizar" um jogador por lance, e no fundo agarras-te a esse mesmo lance para "descategorizar" o jogador. Ou seja, dizes que não posso, mas tu podes.
O Diego Costa é o Diego Costa a cada toque que dá na bola. Não é o Diego Costa de um lance, como queres fazer passar.

"Ou será que podes ser imparcial ao ponto de me dizeres que neste vídeo http://youtu.be/UjApu2sJYpw (min. 1,28' e min. 2,20')ele já não apresentou debilidades técnicas ou cognitivas?"

Tá complicado de perceber isso.
Apresentas dois lances em que ele só tem de correr, e passar. Ou melhor, apresentas dois lances que são os lances menos complexos que o futebol tem para oferecer.
2x0+GR. Complexidade zero! Qual é a dificuldade desses lances? Ou melhor, o que é que esses lances mudam relativamente ao que defines como "meu argumento"?

2x0+GR não passar para o lado não é burrice, é egoísmo. Nunca disse que Diego o era. Aliás, se há coisa que ele não é é egoísta. Esses lances não mostram nunca, nunca, nunca, cognição, por não terem dificuldade nenhuma. Isso, para mim, é absolutamente óbvio. Mas...

Miguel Pinto disse...

Apenas estou a tentar perceber quais os teus argumentos para caracterizar este jogador de medíocre. Porque acho que ele tem capacidade para fazer melhor do que o exemplo aqui dado no post. Só isso.
Abraço

Roberto Baggio disse...

Miguel, okay. Entendi. É uma coisa onde discordamos. Os meus argumentos são falta de técnica e entendimento do jogo. E os meus argumentos estão reflectidos na maior parte dos lances em que ele toca na bola.
Mas isso é o meu olho a ver. O teu vê outra coisa. E não vejo o que há assim tanto para discutir, em opiniões.

Don Welling disse...

São poucos atacantes tops no mundo que faria o que D. Costa fez no jogo contra o Milan. https://www.youtube.com/watch?v=ZTceVYihK28.

O mesmo que ele fez nesse jogo, ele anda fazendo no Chelsea. Sabe se posicionar no ataque e tem faro de gol.

O jogador pode ser um touro, ok!. Mas o lado catimbeiro dele beneficia e muito a equipe, já que não são todos jogadores com preparo psicólogico para suportar a pressão do jogo. O que Howard fez é risivel.