Posse de bola no Facebook

Translate

quinta-feira, julho 31, 2014

Sporting, onde tens andado?!

Confirmando-se a saída de Eric Dier o Sporting perde a sua melhor unidade da linha defensiva. Não há no Sporting nenhum defesa como Dier. Competente em tudo aquilo que se pode pedir a um jogador, com e sem bola. Tem mais qualidade que os colegas de equipa, e um estrondoso potencial. Em tempos cheguei a pensar, durante a estada de Jesualdo, que o Sporting iria a aproveitar a dupla de centrais mais promissora do futebol europeu. São dois miúdos que precisam de aprender com os erros em campo. Têm de jogar muitos, muitos, muitos minutos. E se Ilori deverá pagar o preço de uma péssima escolha ao nível da carreira, mais pagará o Sporting por ter perdido estes dois diamantes, sem ter verdadeiramente desfrutado do seu talento.
O Sporting continua a formar bem. Falta, hoje, aproveitar os melhores talentos como no passado. 

77 comentários:

António Teixeira disse...

Acho que o Carlos te poderá responder ;)

Cumprimentos

Honoris disse...

O Sporting bem os quis segurar.. Não pode é oferecer-lhes o que os empresários/pais pedem..

Dias disse...

Como é que podes dizer isso, pá???? Eles têm o Paulo Oliveira, o futuro R. Carvalho!!!

Roberto Baggio disse...

"O Sporting bem os quis segurar.. Não pode é oferecer-lhes o que os empresários/pais pedem."

Então? Explica lá isso sfv...

Roberto Baggio disse...

Quem é o Carlos António?

António Teixeira disse...

O empresário do Marco xD.

Diz-se que alguém (que não o Marco) e que é Bruno queria que o Eric mudasse do pai para o Carlos xD.

Diz-se.

JCG disse...

Um crime de lesa Sporting. O melhor defesa do Sporting e um dos potenciais melhores defesas centrais europeus da próxima década vendido por dez réis de mel coado. Dier vai ser um dos futuros patrões da selecção inglesa, basta-lhe jogar um ou dois anos ao mais alto nível. O seu valor de mercado a dois anos é pelo menos quatro vezes superior aos míseros 5 milhões. A gestão de fundo do Sporting mantêm-se inalterada.

Anónimo disse...

Assim é fácil, dizem agora que o Dier será daqui a 3 anos o melhor central de todos os tempos, e se correr mal e fôr parar a um Portsmouth ou um Hull City dizem que tomou uma péssima opção de carreira como o Ilori.

Pushkin

Gonçalo Matos disse...

Pushkin,

Os elogios ao Dier vêm de trás, não é só de hoje.

Honoris disse...

Não há muito para explicar Baggio. O Sporting não tem capacidade para suportar as exigências salariais que eles pedem.

Roberto Baggio disse...

Não quero acreditar que os problemas fossem os salários. Na minha opinião, e estando eles a jogar, esse problema não se punha

BBF disse...

Caro Honoris,

Se me permite, e já que aparenta estar bem informado sobre o assunto, quais foram as exigências salariais pedidas pelo Eric Dier (ou seu representante)para uma futura renovação?

SL

Jay disse...

"Comunicado - Eric Dier

O Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD, informa que no decorrer do corrente mês, encetou negociações com o atleta Eric Dier para a renovação do seu contrato de trabalho.

Inesperadamente, a Sporting, SAD foi confrontada, pelo pai e representante oficial do jogador, com um valor de aquisição por parte do Tottenham Hotspur, que remeteu a decisão da actual Administração para contratos assinados por Direcções e Administrações anteriores, que obrigavam a uma venda, do referido atleta, por um montante igual ou superior a 5 milhões de euros ou a igualar as condições salariais propostas, algo impossível devido à imprescindível manutenção da política salarial implementada e respectivo equilíbrio no seio do grupo de trabalho, da reestruturação financeira em curso e da necessária sustentabilidade do Clube.

Para além disto, a Sporting, SAD foi informada que mesmo igualando a proposta salarial, o jogador não desejava continuar, e mesmo que o Sporting obtivesse uma proposta, superior, quer a nível de compra quer a nível salarial, que fosse de outro clube, o jogador não aceitaria.

Face às condicionantes expostas, a Sporting, SAD vem comunicar a alienação da totalidade dos direitos económicos do jogador Eric Dier ao Tottenham Hotspur, pelo valor de 5 milhões de euros líquidos, sem qualquer outro tipo de direitos futuros ou salvaguardas, em conformidade com os contratos anteriormente referidos.

Apesar do sucedido a Sporting, SAD deseja a Eric Dier as maiores felicidades na sua carreira."

A culpa é de quem agora, ó Baggio? Anda aí muita vedeta...

Honoris disse...

E tanto o Dier ( palavras do Sporting), como o Ilori ( palavras do proprio) não desejavam continuar no Sporting

artur semedo disse...

lá está. se calhar não desejavam porque não têm perfil para aquecedores de bancos...

Roberto Baggio disse...

Jay a culpa é de quem não apostou neles quando devia. Depois claro que os putos não sentem qualquer tipo de reconhecimento por parte do clube.

Ps: Claro que os jogadores também têm muita da culpa. Têm mesmo. Aliás o Ilori deu um tiro nos pés. O Dier vamos ver.
Mas, se eles eram os melhores e não ganhavam como os melhores (na posição) e nem jogavam....

Anónimo disse...

Porque não queres acreditar que o problema fosse os salários ?

C.N.

António Teixeira disse...

Porque a culpa não é dos salários...

Jay disse...


Baggio, concordo totalmente. Aliás, o Sporting neste momento se tivesse mantido os jovens como normalmente seria desejável numa equipa que tem de fazer da formação a arma principal...

Teria um onze-base:

Patrício; Cedric, Ilori, Dier, Jefferson; William, Adrien, André; Mané, Bruma, Montero

Muito jeitoso.
Enfim.

Acerca do Dier, por muito que os sportinguistas queiram dizer que não, tem um potencial inegável. Acho que como o Ilori vai-se enterrar porque o Tottenham não é bem equipa para apostar em jovens agora, não quando tem um onze-base montado já de si relativamente jovem e quando tem (graças ao investimento) de ter resultados.

Tenho pena pelo Sporting porque Maurício-Rojo tem tudo para dar asneira lá fora. Por cá, aguenta-se, fora os jogos com os grandes (como se viu o ano passado). Espero que Semedo, Oliveira Sarr e Rabia amadureçam rápido.

É que cheira-me que aquele Maurício está de pedra e cal no 11 e... isso mete-me medo.

Mantenho as dúvidas sobre esta abordagem aos comunicados, o Bruno de Carvalho começa a imitar um pouco o LFVieira, sempre a defender-se com o presidente anterior (Godinho/Vale) e com jogadores ingratos que não querem ficar e aceitar o que lhe oferecem...

Anónimo disse...

Se o Dier é o melhor central do Sporting então temos um grande problema e precisamos de dinheiro para contratar centrais realmente de confiança. Nesse sentido a venda de Dier cai bem.

JRamos

Anónimo disse...

Com um contrato vulnerável assim este desfecho era sempre um risco. Tal talento não iria passar despercebido.

C.N.

Paolo Maldini disse...

Posso contar-vos um episódio com 18 meses. Há 18 meses fui um dos que esteve a tratar do processo de transferÊncia do Dier para a PremierLeague. Foi proposto ao Dier um contrato que o faria ganhar no imediato 5x mais que o que ganhava no Sporting. Foi o Dier que não quis sair, porque o Jesualdo lhe tinha dito que ia ser aposta. E naquele momento ele sentia que o melhor, independentemente do dinheiro era ficar no Sporting.

Portanto não sei se o Dier mudou ou não nestes 18 meses, mas há 18 meses atrás foi esta a decisão dele. E não é o diz que disse... porque fui eu próprio um dos envolvidos nesse processo. O que me leva a pensar que se sentisse bem, o dinheiro não seria novamente a questão...

Honoris disse...

Maldini, tenho quase a certeza que se ele ficasse, este ano ia ser titularissimo.

Dash disse...

Este caso é simples e tem uma única motivação: dinheiro. O contrato do dier tinha uma cláusula que possibilitava a saída por 5 milhões caso o Sporting não conseguisse igualar a oferta salarial. O acordo de reestruturação financeira obriga ao cumprimento rigoroso dos orçamentos e dos tectos salariais. O incumprimento pode levar à nulidade dos acordos. O Tottenham pagou acima do tecto e juntou a isso a vontade do jogador sair. O negócio foi péssimo, mas penso que pouco havia a fazer. Houve erros na gestão do jogador mas de que servia estar a formar um jogador de topo que depois podia sair nestas condições?

Jay disse...


Ó Maldini,

E já agora, esta situação do Dier dos últimos 18 meses - inclusive o Leonardo não apostar nele - não se terá devido ao sr. Eric Dier querer manter aquela cláusula ativa podendo a qualquer instante saltar fora? E o Sporting nesta história, como era?

O Dier queria que lhe reconhecessem valor. Tudo bem. Então que também reconhecesse valor ao Sporting e à nova direção e renovasse, com melhor salário (já que o dinheiro não importava), com mais anos de contrato E SEM A CLÁUSULA. Recordo que esta situação chegou a levar à 'promoção' do Semedo no início do ano passado antes do Maurício vir... Chegou inclusivamente a jogar o Troféu 5 Violinos e a meter um golo...

Gonçalo Matos disse...

Tá na hora de ir buscar o Yohann!

Anónimo disse...

Nem o Dier nem o Ilori tomaram más decisões. Apostaria que a curto médio prazo serão titulares das respectivas equipas.

Abraço,
Top1

Antonio disse...

Acho piada a esse mito de aproveitamento da formação do scp. Por favor dêem-me exemplos de jogadores formados no clube que tenham permitido a este ganhar o qu quer que seja nos últimos 20 anos(pelo menos)!

Roberto Baggio disse...

António, o que eu acho piada é o mito de que aproveitamento é = a vitórias em campeonatos.
Estás no blogue errado caríssimo. Tenta outros.

Anónimo disse...

Depois de não ser opção consistentemente, com um presidente que tem tido este histórico de boas relações com os miúdos da formação que gratidão queriam? E se é o pai que lhe gere a carreira, e vendo como o residente lida com empresários que não os que ele gosta, que vontade tem o pai de negociar?

E exemplos semelhantes se darão com o Bernardo Silva, Tozé... por muito amor que haja ao clube, se não há um sentimento de correspondência mínima, tem que se ir tentar a outro lado...

Miguel Fontes

Tywin Lannister disse...

Pois, pois, os miúdos fizeram "meia-dúzia" de jogos pela equipa principal e já pensam que são uns Baresis ou uns Mozers e que têm de ser pagos com salários iguais ou superiores aos do Rui Patrício ou do Valentin Viola ou do Labyad...

E dinheiro para pagar a estes palhaços todos, onde é que há? Depois não admira que vão buscar jovens estrangeiros com a mesma idade, esses ao menos querem vir e jogar no Sporting, os putos querem é dar o salto...

Anónimo disse...

Uma pescadinha de rabo na boca.

Se por um lado não vão assinar contratos que os liguem mais fortemente ao clube se não forem apostas, também não podem ser apostas do clube sem terem contratos que permitam ao clube precaver-se contra o "saltar fora" sem ter nenhuma posição de negociação.

C.N.

Roberto Baggio disse...

A malta acha que foi sacana aquilo que Dier fez ao Sporting. E eu acho que ele foi sacana porque o Sporting foi sacana ao não ter apostado nele, estando reunidas as condições para tal.
Acho também que tendo sido aposta regular, facilmente chegaria a um acordo para renovação ou revogação dessa cláusula estúpida.
Agora, ssentires de forma constante que o clube não aposta em ti, e ainda por cima quer blindar as tuas hipóteses de "fugir" do clube para um onde sintas ter mais hipóteses de jogar, é para mim compreensível a atitude dele.

Para mim, estes miúdos têm culpa óbvia no cartório: ambição de jogar. E por vezes isso os leva a cometer algumas asneiras. Mas, jogando, ganham a estabilidade emocional necessária para lidar melhor com as situações.
Por exemplo, tendo jogado regularmente no ano passado, não estou a ver como pudesse sair sem disputar a champions, para ir para o Tottenham....

Anónimo disse...

"(...) Acho também que tendo sido aposta regular, facilmente chegaria a um acordo para renovação ou revogação dessa cláusula estúpida.

Agora, ssentires de forma constante que o clube não aposta em ti, e ainda por cima quer blindar as tuas hipóteses de "fugir" do clube para um onde sintas ter mais hipóteses de jogar, é para mim compreensível a atitude dele. (...)"

Por outro lado para o clube poder apostar nele não deverá estar blindado ? É que como dizem, o atleta tem de jogar para cometer erros e crescer, portanto o clube tem de poder mais tarde estar numa posição negocial que possa ou tirar proveito desportivo ou financeiro.

É que depender da boa fé de ambos os lados vai dar sempre bosta, por melhor que sejam as pessoas de um lado e de outro.

O Dier podia ter sido aposta o ano passado e podia não ter renovado na mesma, nunca o vamos saber. Se tivesse continuado podia ser aposta esta época em pleno, também nunca o vamos saber (e era o melhor central para interpretar o modelo do Marco Silva).

Penso que para apostar bem na formação há que chegar a um modelo que tenha um equilíbrio estável para as duas partes, em que ninguém tenha muito a ganhar em ser sacana. Como se faz isso é que é mais dificil :).

C.N.

Roberto Baggio disse...

C.N. Para o clube apostar nele tem de estar blindado. Para o blindar é preciso que o aceite. Para ele o aceitar é preciso que o clube lhe dê uma garantia de corresponder às expectativas dele, que não eram mais do que jogar. Só isso. Na minha opinião, claro.

Anónimo disse...

Sim é isso. Como disse é um bocado Catch-22, ou pescadinha de rabo na boca.

C.N.

António Teixeira disse...

Pois é Miguel... Se há aqui alguém sacana, foi o Sporting.

Mike Portugal disse...

Já que o jogar com regularidade para poder crescer era o maior problema do Eric, ainda bem que conseguiu encontrar um clube Inglês que lhe dê garantias que vai jogar. looool

Dash disse...

O dier queria ser aposta, mas nunca tirou a arma da cabeça do Sporting. Com uma cláusula de rescisão de 5 milhões (na prática era disso que se tratava), e sem renovar era difícil apostar nele. Era estar a apostar num activo com uma capacidade de valorização limitada. Ainda assim, neste início de época estava a ser aposta e dá para ver o que aconteceu: bastaram meia dúzia de jogos a titular, na pré-época, para puxar o gatilho. Volto a dizer que isto foi apenas uma questão de dinheiro.

Alguém acredita que o Tottenham deu garantias de titularidade ao dier? Não digo que não tenha potencial para isso, mas podem dar garantias que vai ser titular de caras com a concorrência do Michael Dawson (titularissimo no ano passado e capitão de equipa), Vertonghen e Kaboul (vice-capitão)? Obviamente, não! Aliás, se fizer mais do que os 16 jogos que fez a época passada no Sporting ficaria surpreendido.

Deixo então uma questão: se a questão é a evolução e a necessidade de jogar, irá ele ter mais oportunidades no Tottenham? Tem talento para isso, mas o futebol vive de muito mais do que talento, por isso tenho grandes dúvidas. Era muito mais fácil ele ser titular no Sporting este ano do que no Tottenham, logo, isto não foi uma questão de evolução, aposta, ou outra bullshit qualquer... Foi uma questão de dinheiro.

Metra disse...

Acompanho o teu blog há algum tempo, mas hoje fiquei desiludido. Então os clubes portugueses devem apostar na formação, etc, etc, etc, e depois tentas desviar as maiores promessas para Inglaterra. Muito bom.

Quanto ao dier, para mim é evidente que houve incompetência do SCP, devia ter feito sentir ao dier que era melhor continuar e explicado melhor o plano para o futuro e qual o seu papel nesse futuro. Agora não acredito muito que ele não se sentisse aposta, foi titular toda a pré época, e muito provavelmente seria titular esta época, todos os indícios apontavam para isso, pelo que a sair não deve ter sido por não se sentir aposta do clube.

Roberto Baggio disse...

Sim Dash, no Sporting tinha tantas hipóteses de jogar que só o fez com Jesualdo. Ou seja: mudou de clube porque o este mesmo Sporting não apostou nele.
Já poderia ter saído antes pelo dinheiro. Não o fez por lhe terem dito que iam apostar nele. Não o fizeram, agora chegada nova altura de tomar uma decisão escolheu uma diferente. Que acho bem.
Depois, podem dizer o que quiserem, mas Dawson ou Kaboul, apesar de serem capitães de equipa, não são melhores do que ele. Pelo que, as hipóteses de jogar lá ou ca, não são assim tão diferentes. E para estar sentado no banco, ao menos que esteja a ganhar melhor. Acho bem que ele tenha saído. E acho muito bem feito para o Sporting, ou para outro clube qualquer que acha que pode gerir os jogadores a seu bel prazer, sem que eles depois possam dar qualquer tipo de resposta. Cada acção tem uma reacção. A do Sporting foi uma, Eric ficou. A do Sporting foi outra, Eric saiu. Fácil fácil.

Roberto Baggio disse...

Metra sim. Que desilusão. O Maldini vai ser acusado de alta traição, por não ter respeitado a bandeira

Gonçalo Mano disse...

Uma das maiores críticas que se fez ao Sporting foi ter apostado no Bruma sem acautelar a situação contratual.

Dier não renovou, exigia (?) ser titular - ser aposta é eufemismo - e tinha uma cláusula de 5 milhões para sair para outro clube.

Percebo as críticas e vejo muito potencial em Dier, mas pergunto-vos:

Qual seria a vossa tomada de decisão perante este caso?

Expliquem-me passo por passo para perceber o vosso raciocínio...

Roberto Baggio disse...

Dar-lhe a titularidade para que ele renovasse.

Roberto Baggio disse...

Mas não agora que ele já estava farto do Sporting. Mas sim na altura em que lhe tinham prometido isso: ou seja no ano passado.

Gonçalo Mano disse...

Baggio,

Respeito muito a tua opinião e só tive pena do penalty que falhaste no Rose Bowl, mas pensa comigo:

- dar titularidade?

Isso dito fora de contexto até pode "colar", mas se enquadrar-mos fará?

Sabemos como correu o treino?

Sabemos como foram esquematizadas as opções do plantel?

Eric Dier ainda jogou 16 jogos o ano passado, num ano em que, bem ou mal, o Sporting foi a 2ª defesa menos batida do campeonato (Não quer dizer tudo mas poderá dizer algo).

Será que Eric Dier fez por merecer essa titularidade? É que dar de mão beijada...

Num treinador tão calculista e resultadista como Jardim, se Dier estivesse num plano tão superior em relação aos restantes, achas que não seria titular?

jay disse...

E se ele valorizasse e saísse por 5 milhões nesta pré-época Baggio? Como ficava o Sporting nisso? É muito lindo por-nos do lado do jogador... Mas e o clube? Pá talvez por isso sejam treinadores e não directores ou presidentes, não conseguem pensar nesse lado ;)

é o mesmo quando protestam da qualidade do Benfica... Então se não há dinheiro para melhor! E naquele clube não se sabe apostar na juventude! Não se faz milagres...

Roberto Baggio disse...

A titularidade é dada aos melhores. No treino o resto faz-se. Obviamente que um tipo que treina mal não pode jogar. Mas do que sei (conversas com jogadores do Sporting) Dier é super profissional.
E sendo ele melhor que os outros tem de jogar.
Jay, eu disse, dar lhe a titularidade para ele renovar. Por exemplo, assinar um acordo que diz: ao fim de 25 jogos como titular o contrato passa a isto. Não era assim tão difícil de manejar.

Dash disse...

Baggio, a gestão do dier era praticamente impossível de fazer por parte do Sporting a partir do momento que ele nunca se quis livrar da cláusula dos 5 milhões. Sempre a viu como uma apólice de seguro, mas nunca percebeu (ou não lhe explicaram) que essa mesma cláusula bloqueava uma aposta plena. E volto a dizer, ele sai numa pré-época onde todos os sinais indicavam que era um potencial titular, logo a treta do querer jogar é isso mesmo: uma treta!
Eu também já tive ligações ao futebol e para mim o que se passou foi simples: O(s) dier(s) queriam jogar para se mostrar e poderem "apresentar-se" como um grande negócio a um clube inglês. Preço de aquisição baixo (apesar do mais que provável prémio de assinatura chorudo) para um central de grande potencial. Não nos podemos esquecer que se tentou renovar com ele nos tempos do Jesualdo e ele não quis, apesar de estar a jogar. Não quis sair, mas não quis abdicar da "apólice".

Sobre ele poder tirar o lugar ao Vertonghen, Kaboul ou Dawson, tem potencial para isso mas daí a consegui-lo vai uma grande diferença. Vamos a ver se não terá sido mais uma carreira arruinada pela ambição mal medida. O caso do ilori é um excelente exemplo, pois tem um potencial semelhante, em teoria tinha qualidade para ser utilizado como frequência no Liverpool e, no entanto, nem chegou a calçar as botas e acabou desterrado no Granada. É difícil a qualquer grande clube apostar num central de 20/21 anos pois, como tu bem dizes, têm de jogar e errar muito e é muito mais difícil fazê-lo nos campeonatos mais competitivos. Acreditas mesmo que ele vai jogar mais do que jogaria no Sporting? O ilori se lhe fizesse essa pergunta hoje provavelmente ria-se...

Mike Portugal disse...

Baggio,

O que entendes por "dar a titularidade"?
É o presidente chegar-se ao treinador e dizer "Agora tu vais meter este gajo a jogar dê lá por onde der porque nós queremos que ele renove"?
O treinador tem sempre a palavra final nestes casos. E se o Mauricio lhe dava mais segurança, como fazer para meter o Dier?

Gonçalo Mano disse...

Baggio,

O treino faz-se?

Vocês exaltam o treino neste blog, toda a vossa capacidade de análise resulta de vermos transposto para o campo o treino semanal de uma qualquer equipa.

Até posso "dar de barato" o facto de ele ser profissional, pelo menos nunca vi evidência de desleixo.

Agora volto a perguntar-te, um tipo como o Jardim, altamente cínico e resultadista, sem qualquer tipo de escrúpulos, não se ia aproveitar deste Dier e esquecer Maurício/Rojo?

Epa é que não faz nenhum tipo de sentido.

No entanto, se tens a espada de damócles, que é a tal cláusula, sobre a tua cabeça, uma coisa decerto acontece:
- O treinador não pensa em ti, porque sabe que estás a prazo!

E começa a pescadinha de rabo na boca eu sei, mas quem tem que dar o passo?

Dizes que o clube não confiou nele e tornou-o indesejado, mas quem é que o trouxe da Inglaterra para jogar em Portugal?

Alguém teve que acreditar no Dier, independentemente da direcção que tenha sido, o SPORTING acreditou nele.

E agora nos se... se... se... Tendo em conta o track record de Bruno Carvalho, se Dier tem abdicado da cláusula, qual seria o resultado?

Epa não tenho grandes dúvidas que Dier era titular indiscutível do Sporting AGORA, com acesso directo à Champions onde se poderia valorizar.

Contudo, deu-lhe o Homesick (jew money) e foi para um clube que tem ainda mais pressão de resultados, sem qualquer tipo de perspectiva de ser aposta.

No meio disto tudo, penso que há falta de bom senso das duas partes, no entanto, quem tem uma cláusula "assassina" daquelas tem que dar o 1º passo...

Roberto Baggio disse...

Mike é só ler. Ao fim de X jogos como titular renovas. Se não jogares, como até aconteceu, olha problema do Sporting.
Ps: Sim, os treinadores têm tanto a palavra que dizem que ele não jogou por culpa da cláusula..... dizem....
Sim Dash as evidências dizem que na pré temporada onde um dos titulares da época passada não estava ele foi titular. Ou seja, nada, mas nada mesmo, diferente de ser 3*central. Faltando um dos titulares ele é titular. Não me fodam com teorias da treta. O Maldini já falou do que se passou no passado, e o Sporting de Bruno de Carvalho só este mês de Julho quis tentar renovar. Não ve venham com merdas, e aceitem a porcaria que o Sporting fez. Como muitos clubes fazem aliás.

É pá mas o Jardim é o quê? O Jardim sou eu? Escreve aqui no blogue? Tem a mesma opinião que eu? Deixem de tentar ser parvos e discutir o que não tem discussão.
O jardim não o achava melhor que os outros, por isso não jogava.
Mas eu não concordo com isso, posso?
Mais ingénuos ainda são vocês por pensarem que nl futebol não há jogadores que jogam por decreto da directoria. LoL. E digo mais, isto acontece na esmagadora maioria dos clubes. Esmagadora hein. Tomem nota.

Sim, o Sporting acreditou e colocou-o como terceiro central. WoW. Fantástico. Quem me dera a mim ser o melhor e ficar como 3*melhor. Isso é incrível. Sim, grande Sporting. Gastou dinheiro com ele na formação e quando chegou a altura de o valorizar nos seniores lembrou-se de ir contratar americanos, zucas, e argentinos. Em quem pelos vistos "acreditou" mais, porque jogaram mais. O Sporting acredita muito aliás .

Dash disse...

Baggio, aceito todas as merdas que o Sporting fez, faz e fará, mas esta merda não foi um problema de jogar mais ou menos. A motivação dos dier(s) foi o dinheiro e não o jogar mais ou menos. Alguma dúvida que tem menos possibilidades de ser titular no Tottenham? Não me fodas tu com teorias da treta que o dinheiro não falou mais alto. BULLSHIT! Percebes muito de futebol, mas de dinheiro está visto que percebes pouco!

Roberto Baggio disse...

Ya. Tu até estiveste envolvido na transferência que ele recusou onde ia ganhar 5x mais para que possas falar disso e tudo. Como se vê, percebo pouco de dinheiro. Mas tu percebes ainda menos de motivação. Podes continuar com as teorias que quiseres. O Sporting tratou mal o puto. E ele revoltou-se. Pena.

Dash disse...

Tadinho, ele vai para lá ganhar mais de meio milhão, no minímo, por época, ainda limpa um prémio de assinatura para compensar ter ido em saldos e ele é que é a vítima. No mínimo, cómico! O Sporting é que se portou mal com ele! Sobre motivação, giro equipas (não de futebol, mas de trabalho a sério) há muitos anos e garanto-te que a motivação que grandes quantidades de dinheiro dá leva as pessoas a trocar excelentes carreiras de uma vida por dois anos a ganhar uma fortuna e depois fodem-se. No futebol, acontece a mesma coisa. Volto a dizer a motivação de jogar não teve nada a ver com isto.

Anónimo disse...

http://anortedealvalade.blogspot.pt/2014/08/saida-de-eric-dier-incompetencia-as.html?m=1

Roberto Baggio disse...

"Sobre motivação, giro equipas (não de futebol, mas de trabalho a sério)"

Hahahaha!
Agora que percebeste que os argumentos de ser agora titular acabaram, e que não estiveste envolvido em nenhum processo Dier, e que te sentes impotente para argumentar, puxas os galões. Brilhante.
És o maior. Ainda bem que és gestor de equipas de trabalho a sério. Então, dedica-te lá mais a isso e menos aqui ao blogue.


Grande artigo do Leão de Alvalade. Obrigado pela partilha anónimo.

Dash disse...

Galões? Para mim, só de máquina! Quem se armou ao pingarelho foste tu com a história da motivação e eu só te respondi com o que eu sei sobre o assunto. Mas olha que ainda não provaste que isto teve única e exclusivamente a ver com dinheiro. E acho estranho que alguém com o teu "conhecimento" de motivação não conheça essa "motivação" chamada dinheiro, principalmente no mundo do futebol, onde parece que mexes. Devias ler ou reler Maslow. É antigo, mas ainda muito actual. Não é a motivação que está na base!

Ps: numa coisa tens razão isto não é vida para mim. Fazes-me lembrar um puto que havia na minha escola que era "muita bom a jogar à bola", mas era tão arrogante que passava os intervalos a jogar "à parede" sozinho. Vai lá bater umas bolas.

Anónimo disse...

Toda a história da não titularidade do Dier ser devida à cláusula morre com o comunicado do próprio SCP que diz que só ficou a saber da cláusula agora...
Portanto: Dier não jogou porque não foi considerado melhor que os outros dois.
Ficou desiludido. Como qualquer jogador/trabalhador tem ambição de mostrar o que vale (e de acreditar no que vale...)
Tem direito a renovar ou não. Escolheu um caminho que considera melhor para a sua carreira.
Fácil.

Miguel Fontes

Roberto Baggio disse...

Tu, curiosamente, não me fazes lembrar ninguém. Mentira. Fazes-me lembrar a tartaruga do Nuno.

Felicidades nos teus intervalos, na companhia de outras tartarugas.

PRB disse...

Maldini e Baggio, desculpem lá mas não percebo o vosso raciocínio.

Assumindo que a cláusula dos €5M existe mesmo, só há duas soluções possíveis. Ou o clube confia no jogador e o põe a jogar antes de se revogar a cláusula, ou o jogador confia no clube e aceita revogar a cláusula antes de ser aposta.

É fácil de ver que qualquer destas soluções implica que um dos lados se entregue completamente nas mãos do outro. Sendo o mundo da bola o que é, não se pode pedir nem ao Sporting nem ao Eric Dier um salto de fé destes. Um contrato que fizesse subir progressivamente a cláusula (aos 5 jogos passa a €6,5M, aos 15 a €10M, aos 30 a €20M, etc.) podia ter ajudado, mas ainda assim era preciso muita confiança entre as partes.

Como alguém escreveu acima, qual teria sido a reacção geral se o Dier tivesse sido aposta no ano passado, se tivesse valorizado, e tivesse saído agora pelos mesmos €5M? O BdC teria sido crucificado.

Infelizmente, o destino do Dier ficou traçado no dia em que se acordou aquela cláusula.

Dash disse...

A sério Baggio? Fraquinho... muito fraquinho. És uma espécie de quaresma dos blogues, fazes uma coisas vistosas quando estás a jogar só para ti. Quando a coisa envolve outros, já fica mais complicado e normalmente chutas de trivela e para fora. Quando estás a expor as tuas ideias sobre futebol (muitas delas interessantes e acertadas) a coisa corre bem. Quando alguém entra em diálogo contigo e não é da tua opinião partes para a agressão, mas nem te dás ao trabalho de contrapor decentemente. Enfim, parece que ficarei sentado à espera que me expliques o porquê da transferencia do dier não ser uma questão de dinheiro.

Ps: Não conheci a tartaruga do Nuno, mas deve ter mais piada discutir com ela do que contigo!

C.N. disse...

Miguel Fontes: O comunicado não diz que o Sporting ficou a saber da clausula agora. Diz que a surpresa é a oferta do Tottenham.

Epá é muito simples (ou na verdade, não é tão simples como se quer), e não há razão para se chatearem.

O Dier queria ser titular. Mas só lhe punham a titular caso renovasse sem essa clausula. Ele não quiz abdicar disso enquanto não lhe dessem garantias que jogasse. Ninguém lhe dava garantias que jogasse sem a clausula.

Para o modelo do Jardim também se calhar não importava tanto dado ser um modelo mais mecânico do que o que se defende aqui, portanto ficou suplente. Ele chateou-se e lixou o Sporting.

Muitas vezes na vida as coisas dão merda e é culpa de todos e ao mesmo tempo de ninguém. Move on.

Ao menos o Sporting já aprendeu a lição de que tem de ter treinadores como deve ser.

Roberto Baggio disse...

Mas pelos vistos também não sabes ler. Pena. Pensava que era mesmo importante para um gestor de equipas a sério saber ler. Pelos vistos enganei-me, novamente. Wannabe Tartaruga do Nuno, já estás a perder muito tempo, não achas? Hahahahah

C.N. disse...

O que é que vocês defendem que deve ser um modelo de formação ?

Parece-me que nenhum clube em Portugal grande acerta..., tanto o Sporting como o Benfica formam bons jogadores mas por cada um por diferentes motivos parece que nunca tiram proveito.

Se vocês mandassem o que fariam :) ?

Roberto Baggio disse...

Se eu mandasse de verdade, obrigava o clube a ter plantéis de 19 jogadores à vontade do treinador. E os restantes tinham de vir da formação. 2gr à escolha, e 17 jogadores de campo. O resto tudo formado no clube, obrigatoriamente.... Só isso :)

C.N. disse...

Concordo absolutamente com esse traço geral.

E relativamente a blindagens de
contratos de formandos ?

No fundo, o que estou a perguntar o que é achas razoável o clube aceitar de exigências dos atletas e depois o que achas que é razoável os atletas aceitarem de exigências do clube.

Dash disse...

Sai mais um galão para o Baggio que já está com soninho!

Agora a sério, vou-me embora que o teu nível de bazófia já foi além do limite. Confesso que só já te estava a "dar trela" para ver até onde esticavas a falta de humildade e a arrogância (estar de férias também ajudou). Já vi que és muito elástico, mas já chega de perder tempo com alguém que engoliu a verdade.

Fica a bater as "bolas" contra a parede e a chamar-lhe nomes que é a tua especialidade.

Roberto Baggio disse...

CN acho que o razoável é os jogadores sentirem que o clube aposta neles. Se assim for não vão ter qualquer problema em aceitar cláusulas de 20 ou 30 milhões.... o resto é conversa para jornais e de pseudo revoltados.
E esse sentimento só é propiciado se o clube corresponder às expectativas dos jovens. Lançando ano após ano jovens na equipa principal.

Gonçalo Matos disse...

Alguém me explica qual é a lógica de ter o melhor central no banco, independentemente de renovar ou nao? Esta a prejudicar o jogador E a equipa.. Pra mim é obvio: Dier nao era considerado como sendo melhor que rojo e Maurício, para o LJ. E assim sendo, mais vale ir embora e ser suplente a encher bolsos que ser suplente a ganhar 10x menos. Sempre aprende mais com o Vertonghen que com os que por ca andam de verde.
O Klopp por exemplo, nao abdicou do Lewa apesar de este nao querer renovar. Acima de tudo, deve estar o colectivo e nao as decisões políticas.

C.N. disse...

É que se fosse por estritamente política, nem no banco estaria. Penso que o mais provável é que o Jardim não o achasse o melhor.

Bons treinadores discordam às vezes nas coisas óbvias. Como o Jesualdo apostar no Dier, mas a trinco ou achar o Joãozinho o lateral com quem ele iria para a guerra :).

O problema é também que cá em Portugal, enquanto que a realidade é que o jogador jovem na transição para sénior quando talentoso, precisa de jogar na 1ª equipa e sim precisa de errar, a percepção que domina é sempre "precisa de entrar, mas a espaços, ah e tal, é bom mas ainda não é bom para o suficiente para o Sporting/Benfica/Porto tem de rodar um bocado, ah e tal precisa de ser protegido e crescer sem pressão". Isto para jogadores de 19/20 anos.




Tywin Lannister disse...

O Dier isto, o Dier aquilo, mas e o Maurício? E o Rojo?

O Dier lesiona-se na pré-época, perde semanas importantes, e mesmo assim, ainda faz 5 minutos contra a Académica. Entra aos 57 minutos contra o Benfica, mas como está fora de forma e é um puto, inexperiente, vê o Markovic passar-lhe à frente para o 1-1, em vez de lhe dar uma bela sarrafada enquanto teve chance...

Por ausência de Rojo, faz parelha com Maurício, mas a sua exibição diante do Rio Ave deixa muito a desejar. E a partir daí, ficou com o destino traçado.

Pode ser em potência o melhor central que alguma vez passou por Alvalade nos últimos anos, mas Rojo e Maurício combinaram muito bem e deram a Leonardo Jardim as garantias que nunca teve com Dier combinado com um dos dois.

O Maurício pode ser do pior que pode haver e o Rojo do mais estúpido e rufia que existe, mas o primeiro mantêm a linha defensiva atenta e concentrada, faz-me lembrar um dinamarquês que passou pela baliza do Sporting depois de fartar-se do Manchester United, e o outro, é rápido o suficiente para recuperar a posição.

O Maurício por muito mau que seja, ataca a bola com alguma qualidade, abusa do corpo e dos braços que mete nojo, mas com ele os lances de bola parada deixaram de ser um suplício. Pena é que não tenha sido melhor aproveitado nos cantos a atacar, mas aí, até o Rojo pareceu um goleador...

A dinâmica foi evoluindo e Dier ficou para trás. Agora, há quem diga que toda esta situação foi engendrada por Bruno de Carvalho, que tendo em conta o progresso do luso-inglês e a precisar de facturar, faz uma venda por um jogador que talvez não vá valer o que vale agora (é um risco) e assim talvez possa manter o Rojo na equipa, pois em traços gerais, por enquanto, a equipa titular continua lá toda, só se venderam um ou outro suplente.

E isto é sempre uma vantagem, comparando com um Benfica a vender os titulares quase todos e um FC Porto a apostar as fichas todas na "armada" espanhola.

Vamos a ver é se em Janeiro, o Pinto da Costa não faz de Dier um troféu de guerra e o apresenta como novo patrão da defesa...

Miguel Pinto disse...

Vou esperar para ver (se não morrer entretanto) por quanto é que o Maurício será vendido, assim como o Rojo. Palpita-me que os dois juntos não chegarão aos 5 milhões. E preocupa-me imenso se um deles conseguir ficar tanto tempo no SCP como o Polga!
Quanto ao Dier, mais uma vez se prova que a maioria dos treinadores que passam pelo SCP (e não só por aqui)são uns cagões e uns paus mandados! Se estou errado, e poderei estar, peço desculpa, mas então são fraquinhos tecnicamente falando.
Não sei se terá alguma coisa a ver com isto mas gosto muito do Jesualdo Ferreira e tenho receio da pressão que irá recair sobre o Marco Silva. Temo que poderá ceder à tentação de desvirtuar a sua ideia de jogo em detrimento de valores mais altos (leia-se imposições directivas) que poderão surgir.
Abraço

Tywin Lannister disse...

O Rojo sozinho, nesta altura, vale tanto como 3 Diers, e é por baixo, porque na verdade, há quem só o venda por... 4 Diers.

O Maurício pode ser muito mau, mas o facto é que Dier, que pode ser realmente muito bom, não foi capaz de lhe tirar o lugar.

Gonçalo Matos disse...

Dier era o central do Sporting que melhor compreendia os posicionamentos que eram necessários assumir. Forte a sair na contenção, sempre bem posicionado na cobertura, sabia controlar profundidade, a largura e ainda acrescentava qualidade com bola, principalmente ao nível do passe.

Tywin Lannister disse...

Era o melhor de todos, sei disso, mas o facto é que não se impôs na época passada. E não acho provável que o faça agora, no Tottenham.


P.S.: e entretanto, o Arsenal arrisca-se a fazer um resultado verdadeiramente histórico contra o Benfica.

Tywin Lannister disse...

@VeDrIx7 disse (no twitter):

«Em Inglaterra, o estatuto de homegrown, com tanta estrangeirada, vale ouro. Os 2 anos de empréstimo ao Everton já foram a prever isto, ok ?»

«Até ao fim da época em que cumpre 21 (a actual), tinha de fazer a 3ª inscrição na FA. Era obrigatório ir agora. O resto foi apenas circo...»


O Tottenham também jogará um pouco com isto.