Posse de bola no Facebook

Translate

sábado, julho 12, 2014

O mundial acaba como começou

Jogadores fantásticos submetidos a comportamentos colectivos do século passado. Desorganização é a palavra que melhor descreve este mundial. Foi o mundial da supremacia do individual, tais eram os espaços permitidos pelos colectivos. Assim, termina no Brasil uma competição que de positivo deixa muito pouco.

Ainda que o melhor colectivo da prova tenha chegado à final, com estrondo, percebe-se que a Alemanha tem algumas dificuldades no seu modelo, que equipas competentes poderiam aproveitar. É a melhor equipa deste mundial, independentemente do que possa acontecer amanhã.
Temos na final uma Argentina que só poderá ganhar pela competência do melhor jogador na prova: Messi. Um colectivo paupérrimo, que sonha com a glória e com um salvador como já teve no passado.
Van Gaal é a maior desilusão do mundial. Com o conhecimento de tudo o que foi fazendo no futebol até hoje, foi horrível o que a sua equipa apresentou neste mundial. Logo ele que sempre primou pela qualidade de jogo, e pela superioridade dos princípios colectivos. Porém, no mundial, regressou ao passado com princípios que nunca me lembro de o ter visto utilizar. Certo é que, se for assim para Manchester vai passar por um grande sarilho.
O Brasil de Scolari foi o Brasil de Scolari do início ao fim. E isso é o pior elogio que se pode fazer a uma equipa de futebol.

O 11 do mundial, apenas com os semi-finalistas (1x4x3x3 da Alemanha):

Treinador-> Joachim Löw

Neuer

Hummels
T.Silva
Blind
Lahm

Bastian
Kroos
Messi

Neymar
Robben
Muller

Suplentes: Romero, Garay, Óscar, Ozil

25 comentários:

DC disse...

A coisa que mais me incomoda, até mais que as tretas sobre o Messi andar apagado, são os constantes elogios ao Van Gaal.
Eu acho que o pessoal já tem o elogio preparado com base no currículo, só pode ser. Quando vi aquela linha de 6 contra a Argentina fiquei revoltado mesmo. Coisa mais nojenta do mundial. A Holanda não passa porque não quis atacar a Argentina, porque acredito que se tivesse tentado atacar com mais unidades acabava por marcar.

Quanto ao 11, usava Garay em vez do Thiago e Mascherano em vez do Neymar. Mascherano só porque aquele corte pode valer um título e dentro das instruções que tem tido acho que tem estado enorme (a culpa de se jogar com as referências que a Argentina joga não é dele). E porque o Neymar apesar da enorme qualidade não me impressionou muito. O Óscar por exemplo, gostei mais. Mas o jogo pensado que ele sempre procurou fazer não tinha colegas a dar apoios.

B Cool disse...

O Óscar hoje fez um grande jogo mas jogou sozinho (que desilusão a dupla Willian/Ramires). Será que a excessiva dependência do Neymar, não leva a que o Óscar, que pelo seu feitio me parece ser um jogador que não goste de ser o foco da equipa, não é mais prejudicial que benéfica, isto é com Neymar em campo todos o procuram para ele resolver os problemas em vez de deixarem o Óscar criar.
O Thiago hoje mostrou que expondo-se menos que o David Luiz, também não consegue organizar correctamente a defesa falhando inclusivamente alguns posicionamentos.
Quem me surpreendeu positivamente foi o Wijnaldum, muito mais que o Robben.

DC disse...

E o Classie parece-me um craque.

Rafael Antunes disse...

Messi na vez de Neymar. Enzo na vaga de Messi.

Quanto ao jogo de hoje, pensei que com T.Silva, e com uma abordagem ao jogo mais cautelosa (defender com muitos, e apostar no contra-ataque) , o jogo fosse mais disputado... Quiçá um empate nos 90'...

Mas de facto, este Brasil não tem ponta por onde pegar!!!!

O David Luiz só pensa em virá-los a todos, e pensa que sozinho pára tudo, chega a ser ridículo os buracos que abre...

O Óscar de hoje merecia melhor companhia...

Quanto ao Willian, não desgosto dele... Mas nesta equipa é fácil passar por fraco!!!!

A Holanda dá o jogo ao Brasil na segunda parte toda... Chegou a ser de dar pena a falta de ideias desta equipa!!!!

Rafael Antunes disse...

Acho que o Garay também fica bem em vez do Silva...

Deixando o Messi no Meio, punha o Ozil na vez do Neymar... :D

11 do Mundial sem brasileiros... se não têm nada para aprender com ninguém, também não merecem destaque nenhum... ahahaha

Roberto Baggio disse...

DC, sem o T.Silva o Brasil já andava a ser goleado há muito. Sem o Neymar o Brasil nunca teria marcado tantos golos, e consequentemente chegado tão longe. Quanto ao Mascher, jogava com Guardiola, e nunca percebi quais eram as referências dele. É que eram, também aí, diferentes de toda equipa. Para colocar o Mascher, prefiro o Khedira XD

B Cool, T.Silva não é tão bom do ponto de vista posicional como os melhores europeus. Mas compensa isso com o físico potente, e com o 1x1.

Depois devo dizer que Neymar, ou Robben por exemplo também não me impressionaram de forma particular. Para mim, eles foram como os GRs que toda gente achou fantásticos mas que no fundo só se davam ao trabalho de estar lá, fazer defesas a remates à figura, e fazerem de bonecos com defesas com a cara, e etc.
Ou seja, para mim o contexto potenciou Robben e Neymar, pelo tipo de jogador que são: habituados a resolver individualmente.

Zizou disse...

Olá @DC, ainda não nos conhecemos, mas partilhamos a mesma visão sobre muita coisa. E também a mesma paixão clubística, já agora.

Eu quero esperar para ver o que vai ser este Van Gaal no United. Achei interessante a escolha dele para o clube, com base em algumas ideias que defendeu durante os últimos 20 anos e ainda por cima numa liga em que 90% das equipas continuam a ser estupidamente desorganizadas e a jogar de forma totalmente arcaica. Pareceu-me até aí uma escolha com sentido.

Mas depois deste mundial? É como dizes, só se gaba o homem porque é o Van Gaal. Se fosse um José Alberto qualquer, provavelmente já era saco de pancada por todos os ilustres comentadores da nossa praça.

Também me dizem que ele só usou estes métodos porque era uma estratégia para uma prova curta. Bem... Isto para mim é ainda mais ridículo. Alguém que perceba verdadeiramente zona jamais quererá usar hxh seja em que jogo ou competição for. Se o faz, das duas uma, ou nunca acreditou verdadeiramente no jogo posicional ou tornou-se simplesmente idiota.
Levando em conta as barbaridades que tem deixado à imprensa nos últimos tempos e tendo visto equipas dele no passado com alguns princípios interessantes, começo a acreditar seriamente na segunda opção.

Mas queres a cereja no topo do bolo? O Mourinho veio hoje dizer que foi o melhor treinador que viu em acção no mundial...

@Baggio, onde está Bruno Alves?

Com esta não esperava. Que desilusão.

Abraço :D

Anónimo disse...

O van Gaal jogou com os trunfos que tinha. Na qualificação para o mundial a Holanda jogou de uma maneira completamente diferente, mas perdeu o elemento chave k equilibrava a equipa. O van Gaal percebeu isso e mesmo n sendo esta a filosofia de jogo k defende mudou o esquema e a dinâmica da equipa para n ser massacrado neste mundial. Foi feio de ver a laranja mecânica jogar no ferrolho ah espera do erro, no entanto os resultados deram razão ao genio l treinador holandês. Tivesse a Holanda jogado com estes jogadores da forma habitual e tinham ficado pela 1 fase da prova.

rochacj85 disse...

Rafael Antunes, não se nota nada a tua cor.. A do Enzo é a melhor de todas. Tenho uma pergunta para fazer-te. Metias o Enzo a titular, e fazias o que com o Pirlo por exemplo?

Rafael Antunes disse...

rocha...

O desafio era entre os semi finalistas...

Não deixes que a tua cor, te faça ver cor nos outros... ;) quem fica mal na foto és tu...

E na minha opinião, o Enzo não ficaria nada mal ao lado de Bastian e Kroos...

Rafael Antunes disse...

Quanto ao Pirlo, joga em qualquer equipa do mundo...

Não quer dizer nada, mas "por acaso", na minha equipa da fantasy estavam os dois.

Pirlo/Verrati/Modric/Witsel

Enzo no banco.

DC disse...

Zizou, espero que esta visão do Van Gaal seja temporária senão para o ano na Premier vamos ter 2 autocarros.
Porque de Mourinho, depois de dizer isso do Van Gaal, depois de dizer que a Alemanha não tem ponta de lança, etc... já não espero nada além de desilusões.

Rafael Antunes disse...

Esperemos que os dois ao mesmo tempo em Inglaterra se lembrem dos tempos em que trabalharam juntos, do que ensinaram um ao outro,e que o voltem a pôr em prática!!!!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Não tenho uma visão tão catastrófica. Vou mais pela ideia do copo meio-cheio (e vocês estão mais pelo caminho do copo meio-vazio). Fiquei muito contente por ter descoberto que o futebol que aprecio está a chegar à Costa Rica, ao Chile e à Argélia, pelo menos estes.

Que a equipa que melhor cumpre os princípios de jogo seja tão superior às outras todas, que não há ninguém que não tenha percebido o que aconteceu (bom, no Brasil ainda há uns irredutíveis). Isto vai, de alguma forma, fazer escola. Porque o impacto daquele Brasil-Alemanha foi brutal.

Deixou a malta a pensar. E, realmente, pelo menos para mim, se as equipas não sabem o que lá andam a fazer, olha, então que animem o pessoal. Neste caso achei que tivemos bastante jogos animados.

Sobre a equipa proposta, trocava o Neymar pelo Ozil. E o Blind pelo Garay. O Robben só fica porque estamos a falar apenas dos semi-finalistas. Porque senão entrava o James Rodriguez.

Anónimo disse...

Se o van gaal n é o melhor treinador então quem é?

Luís Carvalho disse...

O meu onze do mundial: Neuer, lahm, Hummels, Kompany, Blind, Mascherano, Kroos, James Rodriguez, Messi, Robben, Muller.

Anónimo disse...

Alemanha sucede ah Espanha... Guardiola sucede a Guardiola!

Antonio disse...

A mim parece-me que colocar expectativas muito elevadas em termos tácticos em competições com um tão curto espaço de tempo de preparação um pouco exagerado

Johnny McCaco disse...

Parece-me que a Argentina disfarçou fragilidades nesta final, metendo 8 homens atrás da linha da bola e lançando o perigo nas costas da defesa alemã. No lance do golo alemão, obviamente vejo a falha de Garay, agora pergunto-vos, di michelis está bem posicionado? Estava no sítio certo para o controle de cruzamentos?

Anónimo disse...

Neuer para mim foi a melhor individualidade deste mundial. Soberbo em todos os momentos a que foi chamado a intervir.
De resto destaco o colectivo da Alemanha que tem muito dedo de Guardiola, sem com isto querer tirar mérito ao low. Mas toda a gente sabe do que falo...

DC disse...

Foi por um Palacio que a Argentina não levou o mundial para casa. O que revela também que esta Alemanha ainda tem muito que evoluir.

Anónimo disse...

E se evoluir esta geração volta a ganhar um mundial. Basta os dirigentes do Bayern deixarem o guaduola implementar tranquilamente as suas ideias.

Miguel Pinto disse...

A Holanda perdeu e bem contra a Argentina e a Alemanha também se perdesse(e não faltou assim tanto) poder-se-ia dizer que a desorganização ganha jogos? Penso que não, apenas que a Argentina jogou de acordo com a sua ideia de jogo, goste-se ou não dos seus princípios. Para mim o importante no futebol é criar(e concluir) oportunidades de golo e evitar concedê-las ao adversário e nisto a Argentina foi superior à Alemanha na final. Agora se atacam com 2 ou 3 ou 4 isso já depende da filosofia de cada treinador. O que eu vi na final foi a Alemanha a fazer o 1º remate à baliza do adversário aos 43 e fora da área. Raramente vi a equipa da Argentina descompensada (plano de jogo seguido à risca) e constatei mais situações de 1x1 contra a Alemanha que poderiam ter causado sérios problemas na sua organização defensiva. Mas por aquilo que fez ao longo deste campeonato a Alemanha mereceu ganhá-lo.

Anónimo disse...

A argentina pos a nu que mesmo uma super equipa como a alemã pode ser vencida por um grupo de jogadores que pareciam treinados pelo Jaime Pacheco.

Bloco P disse...

DC:
"A coisa que mais me incomoda, até mais que as tretas sobre o Messi andar apagado, são os constantes elogios ao Van Gaal.
Eu acho que o pessoal já tem o elogio preparado com base no currículo, só pode ser."

Meu, grande contradição em tão poucas linhas. Portanto, pelo curriculo do Messi, o pessoal já tem preparado o elogio, só pode ser...