Posse de bola no Facebook

Translate

sexta-feira, abril 04, 2014

Guimarães 1-3 Estoril

Evandro é incrível!

"Muita qualidade no seu jogo, por aquilo que dá aos colegas, por aquilo que faz do jogo. Em condução, em espaços curtos, em drible, em passe, ou a finalizar, sempre, sempre, com grande qualidade técnica. Comanda as acções ofensivas do Estoril, e defensivamente é sempre muito responsável.
Como é natural, nada disto seria possível sem que a equipa lhe permitisse as ferramentas adequadas para expressar o seu talento."
Dizia-se num texto anterior, aqui.

Veja-se o vídeo, aqui.

9 comentários:

Ruca80 disse...

É jogador para um grande? No Benfica podia fazer o lugar do Enzo, ou é mto ofensivo?

José Fernandes disse...

Vejo-o para o ano no Benfica a jogar no apoio ao PL... Um bocado no que tem jogado o Rodri, que certamente irá sair no fim do ano... senão o ideal era Rodri na frente como 9 "puro" e Evandro no apoio... acho que daria mais certezas de decisões corretas no último passe...
Já agora Baggio achas que o Benfica pode começar a época sem um grande reforço a PL (para titular) com a saída do Rodri (por exemplo um jovem valor para crescer ao longo do ano)? ou achas que quem vier terá que ser um valor imediato?
PS. do que tenho visto dos B o Funes Mori é bem melhor do que o pintam...

Ronaldinho disse...

É com cada bombom...

Gonçalo Matos disse...

Acredito que o Evandro vá para onde o Marco Silva for, é demasiado bom para ele prescindir dele..

Tomcat disse...

Boas!

Há muito que sigo o vosso blog (assim como outros da mesma temática como o entredez, o lateral-esquerdo, centro de jogo, futebol é isto, cenas da bola) local (e locais) onde tenho aprendido como nunca pensei aprender acerca de futebol.

Tenho uma pergunta para vos fazer, à qual gostaria, caso tivessem tempo, que me respondessem. É relativa ao Marco Silva, treinador que aqui tem sido muito elogiado (e acredito que com propriedade, visto que, pelo que nos contam, têm tido a possibilidade de assistir a muitos jogos do Estoril em casa). A verdade é que, fruto dos vossos ensinamentos, e ao contrário dos meus amigos (que já não me podem ouvir falar de futebol também graças a vocês) eu ainda tenho algumas dúvidas em relação ao Marco Silva. Sobretudo porque vejo algumas coisas no Estoril que me desagradam. Nomeadamente a falta de jogo interior. A equipa procura sempre soluções nos flancos e faz inúmeros cruzamentos em vão para a área.
Outra coisa que noto alguma dificuldade, mas isto sou eu que sou leigo na matéria, está relacionada com o corredor central e a afamada posição 6. Sei, porque algum dos blogues que mencionei já me elucidou, assim como Jorge Jesus o fez, que não é necessário um 6 para assegurar a posição do 6; isto é, com duplo pivot, e dependendo da dinâmica, podemos garantir segurança naquele espaço vital que está em frente ao quarteto defensivo. O problema no Estoril é que isso muitas vezes não acontece.
Por último, Diogo Amado. Desde iniciado que é para mim um jogador sobrevalorizado e nunca esperei, muito honestamente, que chegasse a profissional, quanto mais a uma equipa que lute por competições europeias. Como explicam o fascínio do Marco por ele? Sobretudo quando no mercado havia opções a custo 0 que poderiam trazer bem mais ao jogo do Estoril (Rosado, por exemplo).

Eu compreendo que aquilo que o Marco está a fazer é gigantesco, sobretudo se atendermos à (falta de) qualidade do plantel (Evandro, Yohann, Carlitos, Vagner e pouco mais, quando comparamos com o Rio Ave, por exemplo, que só no meio campo tem Gustavo, Augusto, Tarantini e Diego...), mas este tipo de defeitos que agora encontro nos treinadores e nas equipas incomodam-me, e sendo que se fala nele para ser treinador do meu clube na próxima época, gostava que me elucidassem pois posso ser, obviamente, eu que estou a ver mal as coisas.

Desculpem o testamento, mas o entusiasmo é grande.

Muito obrigado pelo magnífico trabalho.

Tomcat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Roberto Baggio disse...

Ruca,

Para mim é. Mas num meio campo a 3. Por exemplo no meio campo do FCP.
Num meio campo a 2 teria de se ver, mas tenho dúvidas.

José,

Depende do que o Jesus pretender de Djuricic, Sálvio, Markovic, Bernardo Silva, Cavaleiro, Lima e Cardozo.

Tomcat,

"Nomeadamente a falta de jogo interior. A equipa procura sempre soluções nos flancos e faz inúmeros cruzamentos em vão para a área."

Também a nós isso não agrada muito.

"O problema no Estoril é que isso muitas vezes não acontece."

Por acaso não é algo que me tenha apercebido. Mas prometo olhar com mais atenção e surgir com uma resposta.

"Como explicam o fascínio do Marco por ele?"

Concordámos. Mas como explicar o fascínio do Jesus pelo Maxi? Dos treinadores do Porto pelo Varela? Do Mourinho com os centrais no meio-campo, ou como laterais? São coisas que só os treinadores podem explicar.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Acho um bocado exagerado dizer que o Estoril não joga por dentro. Aliás, o post é um elogio ao melhor jogador do Estoril que só joga... por dentro.

E como já disse aqui outra vez, eu conheço este Evandro há bastante tempo. Desde os tempos do A. Paranaense (depois ainda jovem, sempre muito mal, no Palmeiras) e das selecções jovens brasileiras. Era um jovem horrível, na minha opinião, porque parecia o Quaresma com bola. Atribuo claramente a evolução dele ao trabalho com o Marco Silva.

E se formos a ver bem a evolução do Evandro deve-se sobretudo ao entendimento do jogo. Do que lhe pedem. E como fazer as coisas. Acho que isto tem, inequivocamente, dedo do treinador.

Agora, se o Estoril podia aproveitar melhor o corredor central. Podia. E podia fazer melhor outras coisas. E também não quero que fiquem a pensar que sou fundamentalista em relação ao Marco Silva. Tem um modelo que me agrada bastante mas precisa de provar e ter outras experiências para termos mais conclusões.

É claramente um treinador que merece outras aventuras. Tem demonstrado ideias (equipa organizada, controla os adversários em todos os momentos do jogo, com bola é super-calma e racional, com opções de passe, o que lhes permite ganhar uma elevada percentagem dos jogos que disputam) e tem tudo para evoluir.

Roberto Baggio disse...

Subscrevo Edson