Posse de bola no Facebook

Translate

terça-feira, abril 08, 2014

Desafio aos leitores: Respondam vocês!

Rui Moreira disse...

Boa noite,

O que eu acho mais piada neste blog é tentarem fazer com que toda a gente acredite que o futebol é decisões, inteligência, etc...
Gostam muito de fazer vídeos onde procuram insistentemente por erros do Quaresma, façam o mesmo ao CR ou ao Messi, vão ver que cometem muitos erros de decisão, especialmente porque são jogadores individualistas e partem constantemente no 1 para 1.

Voltando à vossa teoria de que o futebol é apenas acerca de decisões, ora bem, que eu saiba antes de tudo o futebol é um desporto, é uma competição. E qualquer desporto exige um físico tremendo! Se futebol é apenas cabeça e deicsões, porque raio não é o Bill Gates ou Barack Obama o melhor jogador de futebol da atualidade? Afinal o Obama tem de gerir 320 milhões de pessoas, não apenas 4 ou 5. Não seria este o jogador de futebol ideal? NÃO! Não tem técnica, não tem dom para o futebol, não transpira futebol, não tem prepração. Se calhar até teria preparação mental para um desportozeco como o futebol, mas futebol não apenas decisões meus amigos. Futebol nasce-se para ele e ponto final.

Não vos ficava nada mal serem um pouco mais humildes por este blog, julgam-se os donos da verdade, no entanto o futebol vive de opiniões e decisões subjectivas, não é nenhuma ciência de 1+1=2, cada treinador tem a sua filosofia, os seus métodos, a sua visão, assim como nós espectadores.

Abraços!

40 comentários:

emanuel melo disse...

Então pela tua ordem de ideias, pegas em 11 lutadores de boxe e metes-os dentro de um campo. E essa comparação do quaresma com o messi...... eu, não sei responder a tamanha barbaridade. E aqui fala-se em intelegência no contexto do futebol, na tomada de decisão, que aquilo que mais importa. Aprenda a tentar interpretar de uma forma mais correta as coisas, porque assim você não vai lá.
cumprimentos

Gito Bastos disse...

Urticária, é o que estou a sentir depois de ler isto. Nada mais!
Sugiro que se avance... sugestão: Varane, Dier, Montero, Quintero, Ghillas, etc... nos bancos de suplentes. O que vai nas cabeças destes treinadores? :)

Edson Arantes do Nascimento disse...

Não sei responder a isto. Sorry. Mas como estou neste momento em Washington D.C. vou perguntar ao Obama se ele e o Messi já trocaram uns charutos.

Rui Moreira: vai-te lixar. Muito obrigado.

Rafael Antunes disse...

Baggio isso é tudo cansaço?!

Epá, nem há resposta possível para tão fortes argumentos!!!! :D

Dizer que o futebol não é só decisão, e puxar do exemplo de Bill Gates ou Barack Obama... É tanto criativo como no mínimo pouco sério!!!!

"E qualquer desporto exige um físico tremendo!"

A partir daqui já se sabe o que vem a seguir...

Roberto Baggio disse...

"Varane, Dier, Montero, Quintero, Ghillas, etc... nos bancos de suplentes. O que vai nas cabeças destes treinadores? :)"

Isco, Pedro Rodriguez, Pastore...

Enfim. A lista é infinita

Rafael Antunes disse...

P.S:

Só compreendo que isto tenha merecido um post, se o Rui Moreira for o mesmo que ganhou a Câmara do Porto...

E que como tal, se comece a dar menos tempo de antena a fazedores de opinião com conhecimento de jogo e treino deste nível...

Cumprimentos

Rui disse...

Ele pode discordar, está no seu direito. Agora a argumentação usada é ridícula. Eu também discordo da visão extremista dos autores do blog mas não se pode negar que a inteligência futebolística é essencial.

fred disse...

Esta opinião só merece riso ou lágrimas!

Pedro Lucas disse...

~Um comentário destes tem que ter origem numa pessoa que defende que a inteligência é apenas pertença dos escritores, matemáticos, cientistas, fisicos etc. Todos os individuos são inteligentes, apenas alguns descobrem a actividade onde melhor podem expressar essa mesma qualidade. Coloque-se à disposição de Bill Gates, uma palete de tijolo, 1 camião de areia e uma palete de cimento,e peça-se-lhe para cosntruir uma parede. Apesar de ter as qualidades fisicas e motoras perfeitas para a função, certamente ele não o fará da melhor forma, contudo um "parco em inteligência" como é comummente considerado um pedreiro, não terá dificuldades em executar a ordem. No futebol é a mesma coisa: peça-se ao Iniesta para definir uma jogada e ele sabe o caminho correcto. Em contra ponto, Barack Obama não terá a minima ideia de como o fazer, conquanto seja provido de 2 pés como o catalão. Todos nós conhecemos na escola aquele tipo que fintava 2 equipas, restantes colegas, os professores, auxiliares etc. Mas poucos conhecemos na escola alguém que tivesse feito carreira como jogador profissional. No fundo... em 95% das vezes, é a capacidade intelectual e não a fisica, que define a qualidade com que cada um executa as suas actividades profissionais.

preto_nharro disse...

O sr Rui Moreira tem um pc de razao, tomada de decisao n é td, e o exemplo do Ronaldo tb é bom, pois a sua tomada de decisao tb n é tao boa cm a dos craques do Barça (Messi, Iniesta e Xavi), mx o seu fisico e capacidade tecnica tb lhe permitem ter numeros estratosfericos e imenso sucesso neste desporto. MAS continua a ser um jogador c um numero de decisoes corretas infitament superior ao Quaresma cm ele quis comparar e no fim de contas, se essa capacidade de decisao n fosse importante, NUNCA o xavi teria xegado ao podio dos melhores do mundo, é lento, pequeno, embora tenha qualidade, n é um prodigio tecnico comparado c os seus 2 parceiros mx 99.9% faz a escolha certa e isso resulta num rendimento extraordinario. Agora é claro k n podes tomar a decisao correcta s o teu adversario xegar a bola 1o pq es demasiado lento ou pq n tens qualidade tecnica para executar correctament, mx isso vem smp dps, o futebol começa na cabeça e passa pelo resto, e, cm numa casa, s falham as fundaçoes, o resultado pode ser o mais belo e impressionante, que nc s vai aguentar firme e solido

DC disse...

O Obama não pode ser jogador de futebol da mesma forma que o Mourinho e o Guardiola também não podem. Porque não têm já as capacidades físicas e técnicas mínimas para o ser.
Mas se tivessem, seria graças ao entendimento do jogo que seriam bons e não por serem mais rápidos ou mais fortes.

Ao Rui Moreira recomendo que veja jogos do Busquets. Muitos e muitos jogos só a olhar para ele. Pode ser que chegue lá.

João Bernardo disse...

Há pessoas que nunca irão perceber...

Ricardinho disse...

para esta pessoa/algo um jogador estar numa situação de golo em que tem o guarda redes à frente um colega ao lado com abaliza completamente aberta e a decisão dele seja a de rematar contra o guarda redes faz desse jogador um bom jogador porque se ele tiver 1.90m e pesar 90 kg de músculo como tem um físico tremendo está bom, é o melhor do mundo o cérebro não conta para nada...

Xavi e Iniesta Messi Ronaldo entre outros quando fazem passes a rasgar ou colocam o colega numa situação mais favorável de golo nesse momento não jogam nada, na opinião dele isto não é inteligência e não é isso que aproxima a equipa do golo...

Tenho a certeza que o jogador preferido deste senhor é o quaresma

Andrea Pirlo disse...

Pérola!!

Josias Rodrigues Martins disse...

Percebo a ideia do Rui Moreira... Talvez não transmitida da melhor maneira. Na minha opinião, o futebol é feito de decisões/inteligência e claro o fisico imposto pelos seus atletas. Se as decisões não fossem importantes no jogo, os treinadores não as trabalhariam diariamente, ou seja, os treinadores eram dispensados da sua actividade. Concordo com o facto de que existe jogadores que já nasceram com um talento nato, mas se não saberem ou se não lhes ensinarem a tomar decisões (no campo e fora dele-exemplo Fábio Paim) nunca teram expressão no futebol.

João D. disse...

não se nasce para nada. deixei de acreditar que nascemos com características inatas, excepto as físicas. tudo aquilo que nós somos advém da nossa educação, da família, daquilo que dispomos à nossa volta sobretudo na infância. o messi é jogador da bola porque se calhar tinha pais entusiastas, um campo ao pé de casa etc. se ele tivesse nascido nas savanas da namíbia ou fosse americano era quase impossível ter ido para o futebol.


o grande problema é que as pessoas não percebem o conceito de inteligência aplicada ao futebol. continuamos a pensar que o futebol é um jogo simples, que os jogadores são burros à pala do que ouvimos nas conferências de imprensa por exemplo, que muita gente na bancada podia ser treinador. como não percebemos nada de futebol (mas não queremos admitir) olhamos só para a bola e para o jogador que a tem.

não vale a pena alimentar estas merdas quando vocês sabem que só com muito muito tempo é que a mentalidade mudará. até lá deram-me esperança de enveredar na escrita desportiva, porque começo a averiguar que a maneira de por exemplo o jornal a bola escrever as suas crónicas e resumos de jogos, não mudou muito com o passar dos anos...

moskow disse...

Sempre apreciei bastante o Myke Tyson enquanto extremo direito, foi uma pena ele ter deixado de jogar futebol.....

Quando o "cérebro" não é grande coisa, é impossível perceber o que se pode fazer com ele, por isso é normal que o importante seja ser forte e correr como um cavalo, porque de outra maneira seriam simplesmente inuteis...na realidade é o que são, só não conseguem é perceber isso.

António Teixeira disse...

Pá eu sinceramente não consigo ver o mal do texto... Li superficialmente, mas acho que muita gente que comenta nem sequer leu, e acho que, apesar de discordar de algumas coisas (porque o Bill Gates e o Obama não são pessoas assim tão inteligentes), o Rui Moreira acima de tudo expressou-se mal.

Deduzo que o que queira dizer é que, dentro das características que se atribuem a um jogador de futebol, prefere umas a outras.
Agora, também nunca vi os autores a defenderem que o futebol é só inteligência e decisões. Vi a defender que acham que essas duas características são das mais importantes.

Cumprimentos, desculpem o português.

António Teixeira

Gonçalo Matos disse...

Josias,

Aqui no blog ninguém descura o aspecto físico. Simplesmente não dissociamos do resto. O físico que necessitas para jogar adquires maioritariamente com os estimulos que recebes no treino. Se tivesses de definir o que é mais importancia, físico ou capacidade de decisão, o que escolherias? E porquê?

Joao disse...

A inteligencia e crucial em qualquer atividade profissional na concretizacao de "vantagens competitivas". Alem da inteligencia necessaria para estudar, compreender o seu contexto e estruturar ideias, as pessoas devem ter ainteligencia necessaria para perceber quais sao os seus pontos fortes e pontos fracos e como e quando eles se manifestam.

Quando inseridos num contexto de equipa, esta capacidade assume maior importancia e complexidade, porque os restantes colegas tambem tem pontos fortes e pontos fracos que deve ser potenciados e minimizados, respetivamente. Cada individuo, tera de possuir inteligencia necessaria para que cada sua tomada de decisao contribua para que o todo seja mais que a soma das partes.

Num campo de futebol, adicionalmente, os jogadores encontram-se num contexto de confronto. Alem das sinergias que se pretende concretizar no seio da equipa, cada tomada de decisao deve ter em conta tambem as caracteristicas dos seus oponentes, individual e coletivamente.

E obvio que as capacidades fisicas e tecnicas sao fundamentais num jogador de futebol. Mas so a capacidade de fazer o melhor uso das mesmas, em cada contexto e momento, as tornam tangiveis em alta competicao.

Perdoem o testamento.

Rui Moreira disse...

Boa dia a todos.

Nunca pensei que o meu post viesse a ter tamanha importância, pela negativa diga-se de passagem.
Acho que muitos de vocês interpretaram mal o meu ponto de vista, muito por minha culpa, que o escrevi em 5 minutos e mal!
Eu nunca disse que as tomadas de decisão não são importantes, o que eu disse e volto a repetir é: decisão não é tudo!
Em suma, o que critico é o extremismo dos autores em insistirem na tomada de decisão, é óbvio que a mesma é importante, mas isso todos nós sabemos. Vais comprar uma casa, tens de tomar uma decisão. Vais-te casar, tens de tomar uma decisão. Vais estudar um determinado curso, tens de tomar uma decisão. Vais viajar, tens de tomar uma decisão. Obviamente estás a jogar futebol tens de tomar uma decisão, e uns fazem-no melhor do que outros. O Quaresma pode não o fazer tão bem como outros, mas tem técnica, faz milhares pagar bilhete para o irem ver jogar, tem físico, é cigano e não vende nas feira – é antes futebolista de nome mundial, será coincidência? Certamente que de bola perceberá qualquer coisa.
Os números estratosféricos do Ronaldo são em partes devido ao físico, à vontade de triunfar, à fome que tem por golos, já o Messi eu diria que se deve em parte à sua técnica, inteligência e tomada de decisão. Não considero o Ronaldo um grande "decision-maker" ou "play-maker" por exemplo.
E para finalizar gostaria de salientar que tudo isto começou, porque são postados imensos vídeos a analisar certos e determinados jogadores em função dos gostos dos autores. É fácil ver um jogo e revê-lo 200 vezes, sentado em frente ao computador, e durante 3 dias editá-lo e reeditá-lo por horas, procurando insistentemente por argumentos para mandar abaixo um determinado jogador que os autores menos gostem.

Desculpem a minha forma de escrever, não sou muito formal neste tipo de assuntos, gosto de falar à boa moda Portuguesa, no entanto, sem erros.

Abraços.

Miguel Pinto disse...

Rui Moreira, sei que será difícil mudar o seu ponto de vista mas o sucesso de uma equipa estará umbilicalmente ligado às boas decisões que terão de ser tomadas pelos seus jogadores e que se irão materializar em golos. Por vezes a ausência de uma ideia colectiva de jogo poderá ser substituída pelo livre arbítrio, pela inspiração momentânea do jogador aliada ao seu talento que foi trabalhado, exponenciado e que terá de existir numa equipa que persiga objectivos muito ambiciosos. O que temos de analisar são os contextos em que essa manifestação de genialidade é colocada no jogo. Uma coisa, e falando em concreto do RQ, é ele estar inserido nesta equipa que estará mais debilitada em termos de valores individuais do que aquele grupo que existia aquando da sua 1ª passagem pelo clube. E, por conseguinte, a importância que ele terá no seio deste grupo é forçosamente maior do que aquela que tinha anteriormente. Hoje ele será, porventura, uma das maiores referências desta equipa, no passado ele seria apenas mais um no meio de outros com maior peso na identidade da equipa. Claro que não é ele o culpado da carreira fraca do fcp no campeonato. Mas se perdermos um pouco do nosso tempo para analisarmos a relação causa-efeito das tomadas de decisão dele na dinâmica de jogo da sua equipa e as compararmos com todos os outros jogadores que jogam na mesma posição dele e que neste momento disputam a LC ou a LE talvez cheguemos à conclusão que a maior parte deles terá um maior índice de produtividade que RQ. Eu,se fosse treinador, não gostaria de ficar à espera que ele acordasse bem disposto para me resolver um jogo. Sei que ele tem essa capacidade mas também sei que tenho mais 20 e tal gajos a quem tenho de tentar 'vender' uma ideia de jogo que poderá ou não resultar em função da minha capacidade de a conseguir implementar tendo em conta as características dos meus jogadores. Se ele conseguir usar o seu potencial nos timings certos, será muito mais perigoso para as outras equipas. Agora, dizer que este blog é extremista só porque sim, parece-me um pouco vago da sua parte só por causa dos argumentos usados por si. O que noto é que os vídeos não mentem, não são manipulados, são uma prova cabal daquilo que realmente acontece e serão, tal como este bolg o faz, analisadas pelos responsáveis dos clubes para dissecar os comportamentos colectivos das suas equipas e dos seus jogadores de forma a que o seu rendimento possa ser mais positivo. Em relação aos milhares que aplaudem jogadores como o RQ, é evidente que por detrás disso está tudo aquilo que ele conquistou no clube mas tenho a certeza que muitos deles já começam a torcer o nariz e a duvidar da sua preponderância no seio da equipa. E para finalizar, as tomadas de decisão não são importantes, são muito importantes pois a elas estarão associadas o êxito ou o fracasso de uma equipa. E quando estão em causa títulos ou milhões de euros uma vírgula feita no momento errado poderá redundar num grande WTF???!!. Cumprimentos

Rafael Antunes disse...

Caro Rui

O meu entendimento dos posts que tanto fala e critica não é o de deitar a baixo quem quer que seja...

Aquilo que penso que será o objectivo dos autores (porque os vejo como apaixonados e conhecedores profundos do jogo e do treino de futebol) é dar a aprender e aprender também. Se é um video do Chico ou do Manel é completamente irrelevante.

Quem lê é que tem de perceber que o que importa é a mensagem que se tenta passar, que críticas serão sempre ao jogador e não à pessoa. Como é óbvio, qualquer avaliação estará de certa forma "enviesada" por aquilo que são os gostos do autor. Mas quem lê tem de conhecer esses gostos para perceber o contexto em que se fazem as críticas.

Não vejo este blog, assim como o LE, como um blog para comentários clubísticos, quem o vir assim, o comentar assim vai ter de levar com uma certa "arrogância", porque não é esse o objectivo. E todo o adepto devia fazer esse treino de despir a camisola e aprender mais, teríamos certamente um futebol melhor.

Assim como, por ser um blog "pessoal", expõem opiniões pessoais.
Há aqui um determinado código, que as pessoas devem querer conhecer para que as discussões sejam cordiais, mas acima de tudo proveitosas.

Como tal,

Rui disse:
"Voltando à vossa teoria de que o futebol é apenas acerca de decisões, ora bem, que eu saiba antes de tudo o futebol é um desporto, é uma competição. E qualquer desporto exige um físico tremendo!"

Para o pessoal que acompanha o blog todos os dias, esta afirmação também nos soa algo prepotente. É a sua opinião, tudo bem. Mas fica muito mal enquadrada, quando no fim se lê:

"Não vos ficava nada mal serem um pouco mais humildes por este blog, julgam-se os donos da verdade".

Quem é arrogante afinal? :D



Cumprimentos


PM disse...

Que se passa com os meus comentários... n trato mal ng apenas argumento... já é o 3º post seguido q n aparece... tenham vergonha e publiquem o que foi escrito para trás...

Roberto Baggio disse...

Caro PM,

PM disse...
Isto está cada vez pior... mas o problema é meu... que sendo da área da educação física / ciências do desporto / treino desportivo / futebol... ando a perder o meu tempo c gente da área da biologia e que diz mal de tudo e de todos mas anda em equipas c 3 treinos por semana...

Esse foi o seu último comentário no blogue, num Post anterior. Do qual consegui aferir que não iria mais perder o seu tempo connosco.

Bom, dito isto, já conseguiu perceber ou não o porquê de não ser publicado?! Nunca obrigámos ninguém a nos visitar. Felizmente este blogue não depende de quem nos visita. E felizmente quando o criamos o objectivo era colocar as nossas reflexões, repito nossas, para que com elas e alguma interacção consigamos aprender muito com isto. E digo-lhe mais, temos aprendido e apreendido, e não é pouco. Mas nunca, nunca, com quem acha que está cá perder tempo. Se é perda de tempo, o que vem cá fazer, repetidamente?!

Gosta de perder tempo?!

Um abraço e votos de muito sucesso profissional, e mais do que 3 treinos por semana. Afinal um senhor com o seu grau académico tem certamente mais do que fazer, do que estar a responder a perdas tempo na internet.

Com a sua licença,

RB

Roberto Baggio disse...

Em resposta ao seu último comentário sobre os Admins do LE ou do PdB, digo-lhe que sim. Concordam. Aqui nestes espaços, como no futebol, a nossa visão é colectiva. Converge. E fazemos/decidimos tudo em equipa.

Rui Moreira disse...

Caro Rafael Antunes,

Muito honestamente não se trata de uma questão clubística, sou BELENENSES e AJAX 100%, não tenho nenhum sentimento com o FC PORTO. Tenho sim com o Ricardo Quaresma (ou ROM como lhe chamamos desde putos), amigo de infância. Custa-me ler algumas coisas aqui ditas. Muito sinceramente este e o Lateral Esquerdo são provavelmente os dois melhores spots para se discutir futebol actualmente na tuga, não tenho anda contra os autores. Só não gosto de ver escrito que o RQ é burro, é isto e aquilo. Nunca será um jogador preocupado com o colectivo, terá sempre liberdade para que quando com a bola nos pés, use a sua inspiração. Abusa quase sempre da sua liberdade, exagera e esfumam-se dezenhas de lances, mas será sempre a sua liberdade. Aliás, o Carlos Carvalhal costumava-lhe dizer no Besiktas "quando a bola te cai nos pés, és tu contra 11".

Com o Quaresma não adianta muito falarem de futebol, quem o conhece sabe, é um rebelde por natureza, e não um burro como tentam aqui passar. Acreditem que ele prefere estar no PORTO e ter liberdade para pôr a sua técnica 89 minutos do jogo em acção, do que no BARCELONA ou CHELSEA submisso às ordens do treinador. Pode parecer estranho, mas o RQ é isso mesmo, um jogador diferente, e isso fê-lo pagar caro na sua carreira. Mas está feliz com a carreira dele, mais do que ninguém. Pode não saber resolver uma equação de 3º grau, mas quando entra em campo tem a capacidade de resolver muitas equações, no entanto, acaba por se entusiasmar e errar inúmeras vezes na hora de decidir.

Cumprimentos ;)

Rafael Antunes disse...

Rui

Quando falei de clubismos não foi para sim, apenas uma generalização.

Quanto ao RQ, compreendo que, se tem uma ligação pessoal com ele, lhe custe certas coisas... Mas reitero o que disse. As críticas não são à pessoa, são ao jogador (concordo que não se dissociam) mas acho que percebe o que quero dizer.

Mas aqui nunca ninguém desvalorizou as qualidades que Quaresma tem... São inegáveis, apenas não resultam em quase nada para a equipa.
Reforça-se antes a ideia de que RQ se jogasse para e com o colectivo seria talvez alvo de posts de outro teor...

Cumprimentos

Anónimo disse...

Se és mesmo amigo do Quaresma mostra-lhe estas discussões e tenta fazê-lo mudar a forma de jogar. Isso sim, seria ser um grande amigo!

Ricardinho disse...

Caro Rui Moreira

O que acabou de escrever não faz muito sentido então como ele é rebelde desde sempre vamos deixa-lo continuar a fazer o que quer mesmo que isso não traga nada de bom à equipa nem seja o melhor para a mesma.

Isso de ser amigo de infância do RQ é bom aproveite isso para lhe dizer que ele é burro então, porque é o que ele é!! ninguém está a dizer que o que ele faz em alguns momentos do jogo não é magico porque o é, mas ele está sempre a fazer isso quando o que faz não é o melhor para a equipa e se não é o melhor para a equipa e ele continua a fazer é porque só pode ser burro!!! Ou tem dúvidas disso?

conhecendo como conheço o criador deste blog se este fosse o caso de qualquer outro jogador da Liga Zon Sagres ou outra esse jogador era igualmente avaliado pelas acções que faz em campo o RQ é só um exemplo daquilo que não se deve fazer durante os 90 min do jogo!!

Fintar fintar rematar rematar cruzar sem olhar cruzar sem olhar más decisões más decisões e um golão de vez em quando!!! Isto é Quarema!!!!!

Roberto Baggio disse...

Rui,

A avaliação cógnitiva do Quaresma compreende apenas a inteligência específica relacionada com a parte FUTEBOL. Não sei se o Quaresma resolve ou não equações, se disserta sobre física quântica, se projecta edifícios, se estuda ou não. Não é isso que me importa. A análise aqui, é sobre futebol. O Quaresma poderia ser o Stephen Hawking fora do futebol, que se jogasse assim eu o apelidaria na mesma de acéfalo. Isto porque, reitero, a opinião é baseada naquilo que é específico para o futebol.

Anónimo disse...

se voces precebem tanto e são asim tao bons nas tomadas de decisões então porque não tao la a jogar? o talento nao conta é???

saudacoes desportivas

José Ferreira disse...

"Não há maior sinal de loucura do que fazer uma coisa repetidamente e esperar a cada vez um resultado diferente."
Einstein

acho que está tudo dito

Joel disse...

Esse é o pior argumento de sempre... Ha uma enormidade de razoes pelas quais ele podem nao jogar...

Pode ser pela idade, por algum problema de saúde, por circunstâncias adversas, por periodizarem outras coisas na vida, por falta de talento, porque nao lhes deram oportunidades, porque nao aceitaram as condições propostas quando a oportunidade surgiu, porque nao procuraram as oportunidades... . . .
No entanto, isso nao tem nada a ver com eles saberem ou nao do jogo...

Minecraft disse...

Em primeiro lugar, o teu argumento de que: ou se nasce para o futebol ou então não se é um jogador brilhante, é não só pobrezinho como também falacioso. Explico-me melhor, falacioso porque estás a dar uma falsa causa do que é ser um grande jogador("ter um dom" = ambiguidade), ou seja, estás a falhar na lógica, é a mesma coisa de eu dizer «Não tenho um "físico tremendo" (como tu dizes) logo, não posso ser um desportista (de topo ou não).
Em segundo lugar, calculo que também não conheças a teoria da Tábua rasa (John Locke) em que o homem nasce sem nada, e é através das vivencias e da experiencia que vai ganhando conhecimento e gostos.Ou seja, nasceres "para o futebol" é algo redundante porque concretamente niguem nasce para isso. Inicialmente tem-se um código genético que confere algumas caracteristicas, mas se não forem trabalhadas nunca irão dar muitos frutos. Isto é, é a experiencia que faz jogadores de topo, e não "ter um dom", porque um "dom" só funciona se for aliado ao trabalho.
A tomada de decisão é aquilo que define a capacidade de conseguir explorar melhor o meio, quero dizer,uma melhor tomada decisão permite ter em conta os inumeros graus de liberdade (possibilidades que tenho para agir/incerteza) e conseguir decidir o melhor caminho a seguir, é isso que faz a diferença de um desportista seja em que modalidade for.(Morais,2013: «Definir o que é uma boa ou má decisão é arriscado
e complexo, não quero entrar por aí. É quase como definir o bem e o mal»)
Se o futebol é só decisões não sei, mas que as tomadas de decisão são aquilo que faz sair da mediania, isso não tenho dúvidas.

Roberto Baggio disse...

"se voces precebem tanto e são asim tao bons nas tomadas de decisões então porque não tao la a jogar? o talento nao conta é???"

Porque nunca tive treinadores que me ajudassem a perceber os estímulos do jogo, a relacionar, a resolver problemas, a pensar o jogo, a conhecer-lo. Portanto o conhecimento que tenho, hoje, não é o mesmo que o que tinha ontem. E mesmo que, hoje, fosse jogar, não teria experiência suficiente em resolver problemas para que conseguisse encontrar as melhores soluções à tempo. Mas há aqui uma diferença entre eu, Mourinho, Klopp, etc, para o Quaresma: Nós não o fomos porque não tivemos treinadores competentes. Ele não o é porque não quer.

Rui Moreira disse...

Roberto Baggio,

Concordo plenamente com o "Ele não o é porque não quer". A verdade é essa mesma, não se trata de burrice, trata-te de ser um rapaz casmurro que nunca gostou de dar ouvidos a ninguém, nem mesmo à família e amigos, quanto mais aos treinadores. O talento é lhe inegável, mas... é muito casmurro. Não há muito que falar sobre o meu grande amigalhaço, é um tipo porreiro, mas teimoso! Pagou caro, no entanto, aqui na tuga é um gajo famoso, e isso dá-lhe um certo gozo ;)

Abraços.

Rafael Antunes disse...

Minecraft... AMEN!!!!

Será isso tudo tão difícil de perceber?! Pelos vistos...

Rui,

Voltamos à estaca zero... Se não ouve ninguém, se não faz porque não quer embora seja "o melhor" para ele...

Em tom de brincadeira, penso que lhe chama casmurro com vontade de lhe chamar burro... :D

Cumprimentos

Rui Moreira disse...

Rafael Antunes,

São duas palavras ligeiramente diferentes. Ele sabe que isso o tem prejudicado, tem consciência disso. No entanto, como se diz em bom Português: "está-se nas tintas". É um parvo em não ter agarrado certas oportunidades, mas não foi por questões de inteligência, mas sim por questões de casmurrice e teimosia, fui claro agora? :)

Nunca será um rapaz subserviente, infelizmente para... ele.

Abraço.

Ricardinho disse...

Pah sinceramente já acho que não é só o quaresma que é burro tu também roças um bocado a burrice crónica Rui Moreira