Posse de bola no Facebook

Translate

domingo, março 16, 2014

Sporting CP 1 - 0 FC Porto





Uma rotina mais que habitual no golo do Sporting, sobre a qual o FCP deveria estar alertado. Poderá o pouco tempo de trabalho entre a Liga Europa e este jogo ter sido a causa para o FCP não estar alertado para este tipo de lances?

44 comentários:

Gonçalo Matos disse...

inariavelmente vemos este movimento do Martins mas sempre para o mesmo flanco. Encontras alguma explicação para esta falta de simetria? Talvez para procurar combinar com o cedric que explora melhor o corredor central que o Jefferson?

Quanto ao Martins, é pena ve-lo a só fazer isto. Ele é tão fragil que dificilmente recebe de costas e enquadra. Pena o modelo não pedir mais coisas dele

DC disse...

Baggio, tendo em conta que o Porto colocou efectivamente o André fora-de-jogo será que é justo estar a dizer que o Porto esteve mal no lance? Pelo menos no início do lance?

Roberto Baggio disse...

O facto de ser destro, porque o objectivo é o cruzamento

Leandro Belmonte disse...

Não consigo aceitar que o pouco tempo de preparação de um jogo para outro seja o motivo para a equipa do Porto não estar alertada para um lance tão típico. Acho que foi mesmo devido ao facto da equipa aparecer partida nesse (e noutros) momentos de jogo.
Baggio, qual é a tua avaliação do trabalho do Jardim ? A mim parece-me um treinador com recurso de várias jogadas ensaiadas, como esta, que te parece ?

Abraço

Gonçalo Matos disse...

Não gosto nada desta movimentação. Parece-me sempre demasiado forçada, principalmente porque o extremo raramente aproveita o espaço interior. Pergunto-me o que aconteceria se jogasse ali um esquerdino

Roberto Baggio disse...

DC, já te disse que sou teu fã? Sem ironia. As tuas questões acrescentam sempre, sempre...

Bom,

Acho que tens razão em parte. Mas depois há a outra parte, que o facto de ter deixado entrar o passe. E okay, ta FDJ, mas por muito pouco. O Mangala tem mais que velocidade para recuperar e não o deixar enquadrar. Contudo, continuo a achar que tens certa razão. Do meu ponto de vista, se fosse um lance da minha equipa, era isto que lhes diria.

Leandro,

Sim. Pelo menos este ano, Jardim mecanizou muito. Vamos ver como evolui no futuro.
Acho que Jardim não é brilhante. Mas é competente.

DC disse...

ahah obrigado Baggio, acredita que é recíproco. ;)

Já agora, acho que é meio inexplicável, mas qual achas que foi a referência do Abdoulaye para fazer aquele movimento? Tentou colocar-se entre a bola e o jogador?

Roberto Baggio disse...

DC,

Revendo o lance, O Mangala não podia chegar lá. Mas erra ao não garantir a profundidade por não haver contenção.

Portanto, eu "batia" nos meus jogadores por terem deixado entrar o passe, e depois em Mangala, e o outro central.

Roberto Baggio disse...

DC,

Sim, tentou. E na minha opinião mal. Isto porque virou o os apoios completamente para o lado da bola, ignorando quem poderia aparecer nas suas costas.
Depois, é preciso dizer que era um lance muito difícil para ele. É, por assim dizer, o menos culpado.

Diogo Pinto disse...

Boas,
antes de mais quero dizer que é a 1ª vez que comento neste blogue, no entanto, sou uma visualizador assíduo do mesmo pela qualidade das publicações.

Por isso, esperando por uma resposta de qualidade (sem querer exigir nada xD), Roberto Baggio, qual achas que são os maiores problemas da defesa do Porto este ano? Mesmo quando estava cá o Otamendi...

um abraço e continuem no obm trabalho

Roberto Baggio disse...

Diogo Pinto,

A defesa é um processo colectivo. Com Vítor Pereira, e a mesmíssima linha defensiva e Helton não sofriam tanto. Porque como equipa, atacavam e defendiam bem. E os processos estão ligados. Da forma como o Porto atacava, com grande proximidade entre os jogadores, e mantendo a bola durante muito tempo, conseguia recuperar a bola rápido, e fazer com que o adversário atacasse menos vezes.

http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2014/02/fcp-versao-paulo-fonseca.html

http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2014/02/sete-meses-de-trabalho.html

Obrigado e cumprimentos

Diogo Pinto disse...

Roberto Baggio,

concordo inteiramente contigo. Como adepto do FCP, confesso que, estupidamente, no ano passado fui uma das pessoas que quis a troca de treinadores. Que saudades tenho agora de Vítor Pereira, um treinador com formação na minha faculdade e um verdadeiro portista. Penso que a razão para que quisesse a troca fosse, sobretudo, que o Porto fosse mais 'demolidor' ofensivamente. Qual achas que foi a razão para o Porto do ano passado ter algumas dificuldades em organização ofensiva? Na minha opinião penso que tenha sido a falta de jogadores criativos....

queria também sublinhar que demorei, mas agora dou todo o valor que VP merece, achando-o um enormíssimo treinador, provavelmente no top 3 de Portugal. Comparando o modelo de jogo dele com o de PF...

Roberto Baggio disse...

Diogo Pinto,

Para mim, VP é melhor que JJ. Já o dizia quando o FCP andava em 2º, e mesmo que não tivesse ganho o campeonato continuaria a pensar isso. O modelo dele é bastante completo.

Para além desses artigos que te mandei, fiz outro para o Latera-Esquerdo, blogue onde também estou a colaborar:
http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2014/02/um-ciclo-de-vitorias.html

masterzen disse...


Baggio,

Gostas muito do Vitor Pereira e eu também.
Aprecio muito as suas ideias, quero lançar-te um desafio.
Diz-me um conceito de jogo ou uma ideia que alterarias em cada fase de jogo no modelo do Vitor Pereira.

Roberto Baggio disse...

Na construção, mais apoios frontais. Mesmo com pressão ao homem de costas. Na criação, mais tabelas e envolvimento ofensivo, como forma colectiva de criar situações de golo.

Diogo Pinto disse...

Roberto Baggio,

penso que não tive a melhor análise quanto ao VP por ser precisamente adepto do FCP, pq na verdade quanto adeptos queremos mais e mais títulos ...e penso que como acontecia normalmente com Mourinho que após sair do clube os seus antecessores terem dificuldade devido aos títulos das épocas anteriores, também tenha acontecido com VP.

Quanto a JJ, sempre o achei um bom treinador. Aliás, sou amigo do André Gomes e este falou-me da qualidade de JJ. Mas penso que o maior inimigo de JJ seja ele mesmo..

masterzen disse...



Baggio,

Obrigado pela resposta mas não percebi esta parte " Na construção, mais apoios frontais. Mesmo com pressão ao homem de costas."

Tenho que estudar mais para a frequência de futebolês senão chumbo.

Podias também me esclarecer qual é a diferença entre construção e criação?

Obrigado pela eterna paciência

Ps : Em termos de transição defensiva e defesa posicional não mexias em nada?

abraço

Diogo Pinto disse...

p.s já tinha lido o último artigo que mandaste e mais uma vez com uma qualidade enorme..


Reparei nesta frase num último comentário teu: 'Na construção, mais apoios frontais'. Penso que o Porto com esta solução seria mais perigoso ofensivamente. Aliás, creio que este era um dos princípios mais importantes do Barcelona de Guardiola, um dos quais criava mais desequilíbrios na equipa adversária..

Zdamen disse...

Baggio, não brinquemos.

O Danilo neste lance??? Desde início ao fim é rídiculo, acabando na forma como vem em jogging ligeiro no final da jogada.
Quanto recebe este senhor por mês?

Roberto Baggio disse...

Zdamen,

Nem reparei no Danilo. Sim, esse rasgava-o todo. Aquilo parecia o Elias nos seus velhos tempos. Simplesmente ridículo, falta de responsabilidade colectiva.

Masterzen,

"Obrigado pela resposta mas não percebi esta parte " Na construção, mais apoios frontais. Mesmo com pressão ao homem de costas."

Colocar mais homens de costas para a baliza adversária, fazendo o passe para eles (ainda que tivessem pressão). Isto porque, iria obrigar muitas vezes, a que fossem os homens da linha defensiva adversária a sair, ou o/s médio/s defensivo/s. Assim, caso o jogador que recebe de costas devolva o passe, cria-se ali um espaço passível de ser aproveitado por um 3ºHomem que entra no espaço criado, já dentro do bloco adversário em condições muito vantajosas.

Construção (fase em que tentas penetrar o bloco adversário);
Criação (fase em que, dentro do bloco, ou fora, pela proximidade da baliza e posicionamento/número do adversário, tentas criar situações de golo).

Defensivamente não mexia.

ricnog disse...

Este e um movimento muito antigo e comum do jardim.....desde o tempo do braga......muitas vezes é o lateral que coloca a bola, com o médio interior a simular a recepção....

Acho que os adeptos portista estavam algo contentes com este treinador, que deve ser bem pior que o antecessor, só que a equipa ganhou nova alma em termos psicológicos.......

Só dão valor as coisas quando não as tem.....agora só se ouve "eu nunca disse mal do vp...."

Gonçalo Matos disse...

Joaquim Rita diz que o porto já joga melhor porque:
. os jogadores jogam com mais alegria e mais raiva
. mudança de treinador tirou toneladas de pressão de cima dos jogadores

Este "senhor" é o jornalista português que representa o nosso país na escolha de melhor jogador do mundo. Desculpem o aparte mas cada vez mais sinto-me obrigado a enterrar estas "lendas vivas" do comentário futebolístico em portugal. é por senhores como o Rita que a malta prefere ver o Slimani que o Montero.

Gonçalo Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge disse...

Baggio:

O que e que o Abdoulaye deveria ter feito no lance do golo?
Com o Danilo fora da jogada, ele nao tem grandes hipoteses, se bem que fosse melhor manter o Slimani a frente do que o deixar nas costas. Mas com tanto espaco e nao sendo o Slimani um cepo e tendo o portador de bola tempo para cruzar qualquer opcao me parece dificil.

Roberto Baggio disse...

Como já disse acima, de todos ele é que tinha a missão mais difícil e complexa. Por isso mesmo disse que era o menos culpado. Na minha opinião, ele em momento algum deveria estar com os apoios totalmente voltados para a bola. Para que dessa forma, tivesse "sempre" Slimani no seu campo de visão. Se assim fosse, talvez tivesse conseguido manter uma boa distância dele, que ainda lhe permitisse reagir para cortar, ou pelo menos interferir com a acção do argelino.
Mas como disse, de todos, ele é o que tem a situação mais difícil de ler.

LGS disse...

Não devia o Danilo estar mais perto do 2º poste no golo do Slimani?

Roberto Baggio disse...

LGS,

O Zdamen chamou-me a atenção para isso. O Danilo devia ter cortado o lance de forma fácil, caso estivesse onde deveria (atrás do Abdoulaye).

Anónimo disse...

Baggio se reparares bem no video, quando o William Carvalho pega na bola, o Mangala começa a fazer o movimento para baixar a linha defensiva, até que vê que o André Martins já está para lá dele e ai faz o movimento contrário para o deixar em fora de jogo claro. É o outro central (não sei escrever o nome dele) que coloca o André Martins quase em jogo. A acção mais correcta do Mangala teria sido provavelmente recuar até porque o passe do William poderia ir para o Slimani. Foi o movimento que o Mangala fez para colocar o André em fora de jogo que o deixou sem hipóteses de depois de feito o passe, acompanhar o André e não o deixar enquadrar. No entanto tenho muita dificuldade em lhe atribuir grande responsabilidade no lance. O outro central para além de não ter compreendido a movimentação do Mangala no momento do passe, acabou por não se saber posicionar no momento que antecede o cruzamento e acabou por fazer uma espécie de marcação HxH. Quando o Slimani simula que vai para um lado ele corresponde a essa movimentação e fica completamente batido, só falta saber onde se devia posicionar. Talvez em linha com o 1º poste? Já o Danilo parece-me estar mal posicionado desde o inicio da jogada. Antes do william receber a bola, já toda a equipa do Porto esta a bascular á esquerda, toda excepto o Danilo que fica parado, a partir do momento em que o passe é feito já seria muito dificil ao Danilo recuperar para o sitio onde deveria estar quando o André faz o cruzamento (talvez em linha com o 2º poste? ou em linha com o meio da baliza?)
Já agora deixo outra pergunta ao Baggio. O que pensas do movimento do Alexandro a acompanhar o Extremo? achas que foi correcto?
Jorge Gaspar

Gito Bastos disse...

Baggio

No lance do golo, uma vez que o portador da bola enquadrou sem contenção, não deveria a linha defensiva esquecer o fdj e baixar mais... Garantindo assim o controlo da profundidade?
Como foi referido, erro grosseiro de Danilo. E Fernando tbm demorou muito a reagir, caso aparecesse alguém na entrada da área, nunca mais lá chegava. Deveria ter "desenhado" um triangulo com Danilo e Abdoulaye, certo?
Péssimo jogo do Porto!

Rafael Antunes disse...

Concordo quando dizem que o Abdoulaye é o menos culpado...

1º o Managala tem ali uma hesitação quanto ao FDJ ou controlo da profundidade que dá ao A. Martins uns bons metros de avanço...

2º a reacção à entrada da bola no A. Martins é fraca, principalmente do Danilo na ajuda a fechar o espaço interior...

Quanto ao Abdoulaye, penso que ele perde um pouco a noção da movimentação do Slimani (que faz bem a simulação para ganhar a frente, e aparece atrás). Talvez Pense que o Managala consegue parar o A.Martins...

Mas o Danilo esteve muito mal na minha opinião...

zdamen disse...

Outra questão importante:

Como é que se resolve o dilema que o Jardim tem neste momento? É que se é unânime e ele próprio reconheceu na conferência de imprensa que o Montero é muito, se não o mais, importante para o Sporting, neste momento Slimani representa pontos para o SCP.

E se é verdade que Montero aproxima muito mais a equipa das vitórias, pela sua qualidade, neste momento a frieza dos factos obriga a ter o argelino lá dentro.

É uma decisão complicada...

zdamen disse...

Voltando ao lance do golo, um lateral com o "price tag" do Danilo, não pode ter o posicionamento que tem quando a bola entra no corredor contrário (ver video aos 3''. É aí que o golo começa!

Incrível!

Roberto Baggio disse...

Jorge Gaspar,

Não acho certo. Acho que ele só devia sair, caso a bola fosse jogada para lá.

Gito,

Sim. Já escrevi isso nos comentários. Quanto ao Fernando fez um sprint, e só parou depois do cruzamento ter saído.

Zdamen,

Para mim isso nunca seria um dilema, ou teria qualquer tipo de complicação.

zdamen disse...

Baggio, não podemos ser definitivos sem estar a viver efectivamente a situação :)

fred disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fred disse...

Baggio, para quem como nos gosta pouco de padronização aqui está um exemplo que raramente funcionam!

Gito Bastos disse...

Baggio:

Sim... mas o que me parece é que Fernando, quando a bola entrou em William, deveria ter-se mantido um pouco mais à frente dos centrais. Parece-me que foi na cobertura um pouco cedo demais (provavelmente pensou que a bola entraria em Mané). O que depois tornou impossível o seu reposicionamento.
O que te parece?

Rafael Antunes disse...

O problema é que as poucas que funcionam, na cabeça de algumas pessoas validam a jogada, esquecem-se as outras (maioria) em que não funciona...

Naquele post do United dos 80 cruzamentos, para muita gente, se eles fizessem 2 golos o argumento seria, tanto tentaram que conseguiram... :D Não marcaram, para muitos será, foi um jogo de azar, com tanto cruzamento, fizeram um esforço tão grande, foi azar...

Roberto Baggio disse...

Zdamen,

Percebo onde queres chegar. Mas eu nao gosto do tipo de jogador Slimani. Nunca o teria contratado.

Fred e Rafael,

Nem mais!

Gito,

Hmmm, ele vai +\- alinhar com a direcçao da bola. Nao acho mau. Acho que Defour é que nao o acompanha com a velocidade devida.

Gito Bastos disse...

Baggio
Sim... não tinha reparado\pensado em Defour.

Obrigado e não parem :D

Tywin Lannister disse...

«Baggio disse:
Mas eu nao gosto do tipo de jogador Slimani. Nunca o teria contratado.»

E o Mário Jardel, até à temporada de 2001/2002, contratavas?

É que o Slimani, apesar de tosco e pouco inteligente, tem algumas características e movimentações que fazem lembrar o brasileiro. Ainda assim, pela forma como emprega o corpo e joga com ele, pode servir como um "amaciar" das defesas e como deves saber melhor que eu, foi assim que a Alemanha derrotou a Hungria em 1954. Já em 1974, contra os Países Baixos, a soberba e a arrogância da "laranja mecânica" ofendeu o orgulho e o brio da selecção da RFA em 1974, que fizeram questão de cobrar bem caro o baile que levaram nos primeiros minutos da primeira parte... "But I digress..." :)

Roberto Baggio disse...

As unicas diferenças sao que o futebol mudou muito desde os 2000. E que o Jardel de cabeça é o melhor de sempre. Se quiser rever nos artigos ha um sobre ele.

Cumprimentos

Baresi disse...

Baggio
já tinha deixado estes dados numa caixa de comentários anterior a esta, este FCP de Paulo Fonseca (agora de Luís Castro) tinha 1 golo sofrido a mais (aquando da sua saída), do que o FCP do primeiro ano de Vítor Pereira (17-16).
Acho que este FCP ao perder a capacidade de pressionar 20 metros mais à frente como o de VP fazia, perde também a capacidade de fazer os 20 golos a mais que transformariam resultados negativos em resultados positivos.
Faltam-lhe jogadores mais inteligentes na forma de abordar o jogo, com qualidade (Moutinho e James, que saudades)

Continuo a pensar que uma equipa que individualmente tem jogadores bem acima da média do meio-campo para trás (que por vezes parecem-me jogar até de forma sobranceira) deveria ter 5 jogadores à sua frente de uma maior qualidade (4, se tirarmos Jackson).
Nenhum desses 5 jogaria no Benfica, e até no Sporting, não via um acrescento de qualidade assim tão grande em relação àqueles que lá estão. O que chega a ser preocupante, porque não me parece que o FCP consiga resolver estes problemas estruturais de construção de plantel apenas no Verão. E sem gastar muito dinheiro.

Abraço

Roberto Baggio disse...

Quando a organizaçao nao tem a qualidade esperada, nao ha como nao culpar o treinador.