Posse de bola no Facebook

Translate

quarta-feira, março 05, 2014

Rendimento

"O papel de um avançado não começa nem acaba no marcar ou no falhar de um golo. É muito mais que isso, é tão importante como todos os outros, apenas joga mais perto da baliza adversária.

Perceber o "porquê" do rendimento colectivo está muito para lá da constatação da análise ou do conhecimento pragmático. Entender o que proporciona o "resultado" é muito mais difícil que a percepção do mesmo. 

Deixa-me só acrescentar algo à segunda frase do texto. Há quem veja o futebol, há quem o compreenda e há quem o faça desenvolver pela consciencialização de terceiros."

Do falecido centro de jogo, para todos nós.

Jorge D

Rendimento está longe de poder ser medido com golos e assistências. Rendimento é nada mais do que fazer o melhor em cada acção em que se esteja envolvido no jogo. E isso está muitíssimo longe de acontecer, apenas, nos momentos que dão notoriedade. O jogo tem 90 minutos, e cada acção com e sem bola é relevante para que se analise o rendimento. Nenhuma acção é mais importante do que outra. Todas devem convergir para o objectivo (aproximar a equipa da vitória). Pena que isso não apareça nas estatísticas...

10 comentários:

Jorge Carolo disse...

Baggio, se não for indiscrição responde-me a esta pergunta: Treinas uma equipa de juniores(sub-19)?

Roberto Baggio disse...

Treinei no ano passado, e no último terço da época 2011/2012

Jorge Carolo disse...

Agradecendo a tua disponibilidade, explico o motivo pelo qual te fiz esta pergunta.

Tenho seguido com alguma atenção o campeonato de juniores e gostava de saber se tens alguma ideia formada sobre dois treinadores e ou se os conheces( do ponto de vista técnico/tático), o João Tralhão treinador do Benfica e o Pedro Henriques treinador do Oeiras, uma das equipas sensação? Se sim como classificas o trabalho desenvolvido por cada um?
Abraço

Roberto Baggio disse...

Sobre o treinador do Oeiras, do qual só vi um jogo, não posso tecer grandes comentários. Só sei que fez bons resultados na 1ºfase. Mas isso pouco diz. Sei também que o Oeiras tem um acordo com o SLB, nomeadamente ao nível de jogadores, e equipa técnica escolhida, sendo que o SLB trata de todos os encargos financeiros da equipa.

Sobre o Tralhão, a opinião não é a melhor. Quando houve oportunidade de ver a equipa, regularmente, no pormenor, fiquei com más sensações. Agora, não sei como estará.

Gostava, no entanto, de saber a tua opinião.

Jorge Carolo disse...

Sobre o Tralhão a ideia com que fiquei, foi sobretudo que é um motivador (lida muito bem com os jogadores, sabendo como motivá-los) e tem um grupo de jogadores de enorme valia que disfarçam um pouco as "debilidades" como treinador. Julgo que a equipa apresenta uma dinâmica ofensiva interessante, mas sobretudo, como referi, devido ao poder de decisão dos seus executantes. O facto de utilizar dois extremos que gostam de fazer diagonais interiores dá lhe algum mérito na procura do jogo interior onde a equipa causa alguns estragos (para além do bom desempenho dos seus médios interiores), embora não saiba se esta questão é seu mérito, ou se o faz por serem os melhores extremos que tem à disposição...

Por outro lado, julgo no entanto, que mesmo assim a equipa se baseia muito no jogo exterior o que pode torna-la mais fácil de "anular".

Na transição defensiva(fruto, por vezes, da distancia entre sectores) a equipa está mal posicionada em termos de apoios, o que a torna um pouco vulnerável, os jogadores são obrigados a correr grandes distancias para tentar fechar os espaços, abrindo buracos entre sectores.

Quanto ao Pedro Henriques, também não segui muitos jogos da equipa dele, mas para ser sincero até não me desagradou, gostei particularmente do comportamento defensivo da equipa. No entanto, acho que os jogos que vi não são necessários para ter uma visão consubstanciada da coisa...

Já tinha ouvido falar dessa parceria e claro que isso lhe dá também "acesso" a jogadores que numa situação normal o Oeiras não teria, o que não é tudo mas ajuda!!

Outra razão pela qual também te fiz a pergunta em relação a este ultimo prende-se com o facto de ser amigo de amigos dele e gostar de saber se realmente lhe auguras um futuro positivo como treinador...

Pena não conheceres bem o trabalho dele para saber a tua opinião.

Obrigado mais uma vez.

Ps: não sou treinador pelo que desconheço se os termos que utilizo são os indicados e mais importante se me faço entender...

Abraço

Roberto Baggio disse...

Sobre o Tralhão, então continua o mesmo. Grandes jogadores, trabalho fraco.

Sobre o mister do Oeiras, certamente que terei possibilidade de o seguir com mais atenção, quando tiver um pouquinho mais de tempo.

Quem eu acho que possa ter algum futuro, e aparecer aí nu futuro próximo: Pedro Hipólito.

Abraço

Jorge Carolo disse...

Vou ver se consigo ter informações sobre o Pedro Hipólito e seguir o seu percurso.

Mais tarde, se entenderes poderemos voltar a falar sobre o mister do Oeiras, com maior conhecimento de causa.

Abraço

Jorge Carolo disse...

Estive a ver o calendário e Benfica e Oeiras vão-se defrontar este fim de semana...

Boa oportunidade para ver o trabalho dos dois treinadores...

Luis Santos disse...

Sobre o treinador do Oeiras, diziam no Porto Canal que foi a equipa que menos golos sofreu na 1a fase do campeonato de juniores. Para mim, é das estatísticas mais importantes para um treinador, mas naturalmente não passa de um número...

Jorge Carolo disse...

Pois de facto nem sempre se pode confiar nos números, vejamos o caso do sporting...

Não é de todo um exemplo de como defender bem...

Mas estou de acordo, quando uma equipa apresenta bons números defensivos, suscita-me alguma curiosidade...