Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, março 10, 2014

Aquecimento & Finalização - José Mourinho

18 comentários:

masterzen disse...


Baggio,

Qual é o contexto de jogo, de um exercicio de passe sem defesas, e de um jogo de 3x3 + 2 guarda redes com tabelas de futebol sala?

Gonçalo Matos disse...

Intensidade máxima, impressionante. E o feedback tb é de topo.

Roberto Baggio disse...

É aquilo que se denomina, normalmente, por activação. Apenas preparar o corpo para o exercício seguinte (aquecimento). Pouco complexo, visa preparar, sobretudo, a estrutura muscular para o que se segue.
Ainda que ele tente, desde logo, que os jogadores ganhem foco, isto com a qualidade do passe, e o timing de desmarcação.

O segundo exercício é de finalização, contextualizado. Não tem contidas todas as regras do jogo, estão "viciadas" e modificadas, mas contém o essencial do jogo. O exercício tem os 4 momentos do jogo (se assim os jogadores o entenderem) Organização/transição ofensiva/defensiva, tem GR. Tem pouco tempo e espaço para pensar executar, pelo que requer velocidade de decisão e de execução, intensidade nas recuperações defensivas, e agressividade com bola. Velocidade de reacção. Há muitas acelerações, travagens, remates, mudanças de direcção, contacto físico, pelo que os ganhos ao nível das capacidades físicas está garantido.

Nuno Martins disse...

Aquela caixa tem um nome especifico (acho que alemão ou desse género). Alguém sabe o nome?

Nuno Martins disse...

Aquela caixa tem um nome especifico (acho que alemão ou desse género). Alguém sabe o nome?

Rafael Antunes disse...

O que eu dava por uma caixa daquelas!!! :D

Roberto Baggio disse...

http://www.youtube.com/watch?v=556CxGvErVg

Roberto Baggio disse...

http://www.youtube.com/watch?v=6lB_lyMwDTs

Rafael Antunes disse...

Em termos de intensidade, um é o dia o outro é a noite...

2:29 Público ao rubro...

Chegaste a ver a conferência do Miguel Cardoso? Dava para umas horitas a trocar umas ideias...

Roberto Baggio disse...

Rafael, estou a editar o vídeo e meter algumas coisas no blogue.
Ainda só vi 20 mins

Baresi disse...

Com um tipo de treino desses (FCP) depois admiravam-se...
Parecia uma peladinha de solteiros contra casados, que se juntaram para dar uns toques..

Tsubasa disse...

Achei o feedback do Mourinho normal (quando digo normal, digo-o porque outra coisa não seria de esperar da parte dele... não identifiquei nada de absolutamente espetacular que fugisse daquilo que eu já estaria à espera).

O 1º exercício, tendo em conta que é um exercício de ativação, é bastante contextualizado. Tem a componente técnica associada à física. Para além disso recria/ simula ações passíveis de serem recriadas em Jogo (transfer). Faço uma pergunta ao autor deste post? Seria possível adicionar mobilização articular (roda os braço, pernas, tronco, etc) neste exercício? Por exemplo, no 1º passe, no trajeto que o jogador faz depois de a bola sair e até ocupar a nova "estação", pode fazer a tal mobilização? Ou o exercício perde foco?

Roberto Baggio disse...

Tsubassa,

Nao perde o foco. Obriga alias a ter ainda mais, e ficaria mais completo.
É uma alteraçao muito boa.

Tsubasa disse...

Obrigado Baggio =)

Fiz este exercício hoje com a alteração que referi. Funciona bem =)

Gonçalo Matos disse...

Tsubasa,
Comparando Mourinho com ele mesmo o feedback é normal. Comparando com outros é que nao. O próprio feedback incentiva a um aumento da intensidade e isso é algo que raramente vejo um treinador conseguir fazer

Gonçalo Matos disse...

Sem parar ou alterar o exercício

José Soares disse...

Uma das particularidades do vídeo é que no exercício na caixa começa 1x1 e vai evoluindo até ao 3x3 .. Quanto aos vídeos do Paulo Fonseca, Baggio, parece que aquilo é mais um treino para os adeptos, de início de época, não é justo compará-lo ao treino do Mourinho, não achas ? Digo isto, apesar de na minha opinião pessoal um treino ser sempre um treino, com ou sem adeptos ...

Roberto Baggio disse...

Um dos vídeos é do Paulo Fonseca, o outro é do Vítor Pereira. O termo de comparação é esse.