Posse de bola no Facebook

Translate

domingo, fevereiro 02, 2014

Manchester City - Chelsea. O jogo vai ser o que Silva quiser fazer dele.



8 comentários:

daniel duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
daniel duarte disse...

Este tipo joga muito muito muito...
De longe o mais talentoso amanhã em campo...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Maravilha. Até cansa ver tanta qualidade. Sempre adorei este rapaz. Acho que Barça e Bayern (especialmente estes mas os outros também, claro) dariam tudo para tê-lo nas suas equipas.

Roberto Baggio disse...

Grande este Silva. Incrível a qualidade que a selecção espanhola tem. Estes baixinhos brilhantes que conseguem executar tudo o que de forma brilhante imaginam são os meus preferidos. É inacreditável a qualidade deste menino. Jogador para Guardiola certamente.

Nuno Lopes disse...

E peso/influencia do Yayá no jogo não é superior ?

Participa em mais jogadas, defensivas, ofensivas, com e sem bola. Tenho a certeza que o dSilva é brilhante mas se só pudesse eleger um era o Yayá, porque, no final, contribui mais.

Mera opinião, que seja um grande jogo, o city é muito melhor, gosto muito do mourinho e que empatem para favorecer o fantástico arsenal ! *

Postiga disse...

É de facto um regalo ver o que a escola espanhola criou e tão bem, a quantidade de médios que a Espanha tem que têm capacidade para jogar com bola espalhado por inúmeras equipas das melhores da Europa ...jogador que ainda novo já sabia jogar tão bem este jogo e o talento e trabalho estão lá...génio!!!

Romário disse...

Nuno Lopes,

"E peso/influencia do Yayá no jogo não é superior ?"

Sim. Tendo em conta que Yaya participa em todos os momentos do jogo, sempre com grande qualidade, poderei afirmar que para mim, é o melhor jogador do City, a par de Aguero. Um bocadinho abaixo está o Silva, mas só por não aparecer mais em momentos de decisão.

Postiga,

Médios e avançados. Todos com muita qualidade com bola. Todos com índices elevados de decisões certas.

Joao Rodrigues disse...

Fiquei sempre supreendido, pelo Guardiola não o ter tentado para o Barcelona, na altura que ele foi para o City