Posse de bola no Facebook

Translate

sábado, janeiro 11, 2014

Tomada de decisão, o exemplo de Yaya Touré

Com espaço progride e ataca agressivamente o corredor central. Devido à falta de agressividade no comportamento dos defesas do West Ham ganha espaço para chegar a uma zona de finalização. Sem colegas nas proximidades com possibilidade de receber a bola em melhores condições que ele decide muito bem pelo remate.




13 comentários:

DC disse...

Confessa lá. Esta foi para responder aquela afirmação do Nuno a dizer que aqui no blog só defendem como boa decisão o passe e a temporização.

Roberto Baggio disse...

DC,

Não li os comentários dele. Nem neste, nem noutro artigo. Este post estava pronto para ser lançado já há algum tempo, como outros daquilo que achamos que são boas e mas decisões. Estou a fazer uma recolha interessante de lances, que nao posso editar devido ao meu pc estar avariado, mas com uma descrião dá para perceber facilmente.

Depois se ele acha isso, não leu nada do que vem sendo defendido aqui, ou se leu não percebeu. Sempre defndemos que há que perceber o momento exacto para usar cada recurso técnico, seja ele o drible, o passe, a condução, o remate, etc. Mas fica difícil explicar a pessoas que nem conseguem ler bem o artigo e oc comentários, daí nem haver ponto de partida para uma discussão.

Abraço

KAKÁ disse...

Salve Baggio

Alguns vão defender q (de acordo com o q é pregado) ele deveria toca no segundo 33...

PS.
Baggio como vc faz, pra passar esse valores aos seus jogadores?

Vc conversa, vc mostra vídeos ou cria situações sobre o tema (no campo) ...

Em suma! qual sua metodologia?

Abraço
;)

Roberto Baggio disse...

Kaka,

infelizmente não temos ainda recursos para gravar os jogos todos, no escalão de juvenis. nos seniores já o fazemos, correcção com vídeo e feedback no treino.

Acho que o passe ali era muito difícil e dificilmente Negredo ficaria em melhores condições que Yaya para finalizar.

com os jogadores, juvenis, é com treino e feedback. Criar exercícios com contextos de exercitacao semelhantes aos do jogo, como fiz no artigo anterior com o Coutinho, ou com o tópico da contenção e cobertura, também poderia fazer o mesmo com este lance.

ABC

Nuno Martins disse...

DC: Se não ficasses tanto no lado pessoal verias que este lance e a decisão do jogador em questão vai bem mais ao encontro do que eu defendo que deve ser a decisão do jogador com bola e suas acções do que da procura de criar superioridade que o Baggio advoga... Mas quando não se quer ver um pouco mais não se vê.
Baggio: O KáKá tb é da minha opinião que há muitos dos teus leitores que neste lance diriam que a decisão seria o passe (mas agora que disseste que o remate está bem, vão dizer amén). O facto de não haver discussão é devido a não conseguires contrapor argumentos... Afinal o que o jogador fez foi aquilo que eu defendo.. cumprir o principio da penetração (sei que sabes o que é, mas há acólitos que devem pensar que estou a falar de sites xxx) e não procurar a superioridade numérica!

Roberto Baggio disse...

Nuno Martins,

Última resposta.

O facto de não haver discussão é devido ao não leres devidamente o que está escrito.

cumprimentos

Nuno Martins disse...

Baggio: vou-te responder exactamente o que disse ao Ronaldinho: é mais fácil dizer que quem questiona e mostra contradições não lê bem ou não percebe o que lê (mesmo com um nível cultural e académico superior a 99% dos que percebem e dizem amén). No entanto fico feliz que embora agora reneguem a posição inicial defendam que afinal o contexto e as características influenciam.... e acrescento que felizmente para mim as minhas fontes não são da wikipédia e o não sei quem do blog qualquer coisa (são trabalhos científicos que leio e compreendo), os meus argumentos não são "eu penso que" e o meu dicionário não é o google. Após este post também fico feliz por ver que o jogador com bola deve cumprir o principio da penetração e não apenas a superioridade numérica (embora por vezes conduza a ela).

Roberto Baggio disse...

Então vê lá se não leste mal no post do Eusébio,

"Nuno Martins,

sinceramente li o teu penúltimo comentário todo e li as primeiras frases do primeiro, e como achei que deturpam a realidade respondo assim:

"Terminas por concluir exactamente o mesmo que eu no comentário que fiz logo de inicio... depois de tanta enrolação (como dizem os brasileiros)... afinal no contexto dele, e é nesse que tem de ser avaliado era fabuloso, se agora seria ou não não sabemos, mas sabemos o que foi no contexto dele."

"Roberto Baggio6 de Janeiro de 2014 às 17:14
DC,

Naquele tempo o futebol não era o que é hoje. Sobretudo ao nível da organização. Naquela época o melhor jogador no 1x1, e o mais forte fisicamente, seria o melhor do mundo facilmente por ser o mais decisivo.
Os atributos técnicos e os físicos eram os que mais faziam a diferença, por isso no contexto em que ele estava era claramente, junto com Pele e com Best o melhor jogador. A distância que Messi está dos outros actualmente.
Também não o vi jogar, mas ali o contexto era outro. Muitos 1x1 sem cobertura."

Portanto não me viste questionar ou não qualidade nenhuma do EEusébio, porque percebo o contexto onde ele estava inserido.
E como se vê pelo primeiro comentário que fiz ao DC, conclui algo que tu depois voltaste a concluir, com uma diferença: Não usei golos como argumento. Usei a fraca organização que potenciava muitas situações de fácil, facílima resolução individual. O resto do teu comentário, faço como tu fizeste, como não concordo com a linha seguida, não comento.

Cumprimentos"

E este foi o que li, nos restantes também encontro, se quiseres, mesmo nestes. E quando o Ronaldinho diz que não leste bem está novamente tudo explicado. Como é que vou discutir se o teu truque é teres formação académica, leres trabalhos científicos, e ainda assim não perceberes o que lês?

Portanto ficámos mesmo por aqui.

Anónimo disse...

Tem formação académica, lê trabalhos científicos e ainda por cima é um moço humilde. Uma jóia de pessoa.

Nuno Martins disse...

Baggio: O comentário anterior era para ser o ultimo, mas.. Para esclarecer... 1) quando fizeste esse comentário que transcreveste no outro post não mais te respondi porque tinha ficado esclarecida a posição de ambos e suportado argumentativamente. 2) Tu dizes que eu li mal (algo que eu pensava que era referente a este post) um comentário teu anterior, que eu li e aceitei. Podes reler e voltar a confirmar que foi a ultima troca de impressões, após isso a conversa continuou com o DC. 3) Quem transportou para este post aquela discussão foi logo o 1º comentário deste post e o teu comentário, não fui eu. 4) Se te deres ao trabalho de reler o meu comentário neste post transporta a discussão para algo diferente do anterior por isso não sei a que respeito vem o anterior... 5) O objectivo desta minha nova entrada no blog foi cumprido... não deixar passar em branco um disparate de todo o tamanha dito sobre o Eusébio.
Anónimo: Sou isso tudo e tenho nome. Não sou falso humilde nem preciso de o ser. Aconselho-te Konpensan trata-t da azia, infelizmente não te deixa mais inteligente relativamente a futebol... tens de gastar muitas horas a observar, a estudar... e já levas um atraso muito grande.

António Teixeira disse...

Não se chateiem, porque o contributo dos três (quer do DC, quer do Baggio, quer do Miguel) é valioso. Sem entrar pela discussão Miguel, não concordo quando dizes que o DC é um acólito, até porque já o vi criticar certas opiniões do Baggio, e a contrapor hipóteses ao Nuno (do entredez). Neste caso acho que estás a julgar mal o DC. De resto, até tendo a concordar contigo, especialmente na questão da decisão.
Já agora, não sei até se já te perguntei, mas és docente na Utad?

Cumprimentos

Anónimo disse...

Baggio relativamente a tua metodologia funciona bem? Com passas isso para a pratica? Pq vejo q poes exercicios e tudo o mai no blog mas a tua equipa continua em penultimo no campeonato. Que razoes poderao por de tras desse facto? Abraco e continuacao de bom trabalho

Roberto Baggio disse...

Anónimo,

Estou a treinar uma equipa de escolinhas no escalão de juvenis. Num simples meinho são raros os momentos em que fazem 4 passes seguidos, erros técnicos de base. São quase todos imaturos ao nível de concentração no treino, estão atrasados no desenvolvimento de aptidões físicas (velocidade, força,e ainda por cima são 90 % anões. Temos dois jogadores com altura de juvenis e o resto são mais baixos que os iniciados. Ou seja, numa idade e num campeonato destes as diferenças físicas são fundamentais, sobretudo porque eles não têm qualidade técnica e táctica para lutar contra isso. Não sabem fazer uma contenção, e têm dificuldades em interpretar os estímulos do jogo. A equipa de seniores onde trabalho está numa posição diferente, está num estado óptimo de maturação e já conseguiu absorver quase tudo do modelo de jogo. Vai seguindo a classificação do Agualva seniores, da equipa universitária de ciências ou vê os resultados do ano passado da equipa de juniores do porto salvo, e da equipa de juvenis de há dois anos do mesmo clube.

Abraço