Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, janeiro 20, 2014

Organização defensiva

Quando a estratégia passa por jogar para não perder, os maus resultados não tardam a chegar.

Aqui, João de Deus deixa a sua impressão sobre o jogo, "A equipa demonstrou uma organização forte, conseguiu cerrar fileiras durante todo o jogo e, por isso, foi pena este desfecho."
Significa isto que o Gil Vicente jogou, novamente, para não perder. Fechou-se na caixinha de 30 metros, contou com a sorte e com os imponderáveis para ter sucesso, contra uma equipa que está claramente ao mesmo nível dos gilistas.
O Gil Vicente abordou o jogo por forma a jogar apenas um momento do jogo, organização defensiva, e nem sequer é o momento ideal para ser jogado à todo o tempo. É muito pobre a abordagem de apenas um momento do jogo, sem preocupações com a competência organizativa quando a equipa tem a bola.

"A Académica teve mais bola e mais oportunidades para ganhar, mas, de qualquer forma, tiveram apenas uma ou duas oportunidades de golo. Perder no último minuto é que é o nosso amargo de boca."
Tivesse a Académica marcado no primeiro minuto e já não seria amargo? Pelo que li, João de Deus disse que Académica mereceu a vitória, por ter ido em busca do golo durante o tempo todo.
Fazer do jogo um treino de defesa vs ataque, durante 90 minutos, é um amargo de boca para os jogadores, e para quem gosta verdadeiramente de futebol. É verdadeiramente deprimente este tipo de futebol, sobretudo, quando não existe uma diferença de qualidade individual evidente entre as equipas.

6 comentários:

Pedro M Magalhães disse...

Sou gilista e acompanho a equipa. O Gil esteve em 4º no primeiro terço da época, muita gente de Barcelos pensou que este treinador era extraordinário e a equipa, no final, terminaria bem classificada. Como vocês são apologistas, e eu também, os resultados pouco significam quando a equipa joga pouco. E a equipa jogou sempre pouco. Não fosse a galvanizadora vitória na 3ª jornada, ante o Braga, por 1-0, em que o Gil acabou com 9 jogadores, e nesta altura nem 10 pontos tínhamos. Após esse jogo, durante algumas semanas foram alcançadas vitórias, fruto sobretudo da sorte. Mas quando isso acabou, foi sempre a descer. Afinal, João de Deus não percebia do jogo. Quanto a mim, é inferior ao Paulo Alves e não merece estar na primeira liga.

De resto, apesar de o treinador ser mau e não haver ideia de jogo, creio que o Gil tem, individualmente, um dos melhores plantéis das equipas média/baixa da Liga. César Peixoto, João Vilela, Luan, Danielson, Avto e Caetano sabem do jogo. Com o treinador certo estaríamos bem melhor.

Cumprimentos e parabéns pelo blogue. Aprende-se muito aqui.

Roberto Baggio disse...

Pedro M Magalhães,

Os directores dizem que ele trabalha muito e que merece ter sorte. Eu fui assistir a duas sessões de treino do Gil e não estou nada espantado com estes resultados. Para mim, ele trabalha muito mal. Sempre fomos dizendo por aqui que eles iriam cair, exactamente pelo treino, do qual o jogo se torna reflexo.
Abraço

hertz disse...

E já andava ai tudo maluco a elogiar o João de Deus e a dizer que era um grande treinador apenas e só porque olharam para a tabela classificativa. Estes resultados a mim também não me surpreendem pois se há coisa que este Gil nunca fez foi jogar futebol.

ricnog disse...

Realmente vi um pedaço de jogo e e mesmo muito mau......!!sera apenas por se preocupar com a estratégia do adversário?

Roberto Baggio disse...

Hertz,

Pois é. Só se olha para resultado (do jogo), não se tenta perceber o que a equipa faz para conseguir o resultado. E isso é o fundamental. Depois claro que há estas super valorizações momentâneas.

Ricnog,

Já tínhamos discutido isso aqui, http://possedebolla.blogspot.pt/2013/12/super-valorizacao-da-estrategia.html

Ronaldinho disse...

Onde anda aquele nosso amigo que dizia que havíamos de engolir o que dissemos sobre o João de Deus? Assim como dissemos na altura que engoliríamos se fosse o caso, esperava o mesmo dele. Um treinador que diz que não tenta jogar melhor porque os jogadores não têm capacidade fica logo apresentado.