Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, dezembro 30, 2013

Ao virar do ano, destaque nacional e internacional

24 de Setembro de 2013, escrevia-se assim, por aqui: "Contra um adversário muito poderoso, conseguiu com muita organização, um resultado muito positivo, tentando, sempre manter a identidade da equipa. Com bola, o Estoril tenta sempre jogar. Sem bola, procura recuperar, de forma colectiva, com referências zonais."


1x4x2x1x3 de Marco Silva

Vagner (Estoril)

Cédric (Sporting)
Alex Sandro (Porto)
Luisão (Benfica)
Otamendi (Porto)

Gonçalo Santos (Estoril)
Matic (Benfica)

Evandro (Estoril)

Josué (Porto)
Gaitan (Benfica)
Jackson (Porto)

Suplentes do momento: Leonardo Jardim (Sporting) Hélton (Porto), Montero (Sporting), Diogo Viana (Gil Vicente), Adrien (Sporting), Danilo (Porto), Lucho (Porto), Mangala (Porto).


19 de Agosto de 2013 escrevia-se assim, por aqui: "Uma maravilhosa proposta de futebol de ataque de Brendan Rodgers!
Ainda que careça de muitas melhorias ao nível da transição defensiva e sobretudo da organização defensiva, o Liverpool mostra-se, na forma de atacar, como uma equipa muito pouco britânica.
Como defendemos, em ataque organizado, tem como primeira opção o jogo interior, seja por condução ou passe. Muitos apoios frontais e uma tentativa de fornecer linhas de passe sempre mais orientadas para o interior do que para o exterior."



1x4x4x2 de Brendan Rodgers

Cech

Baines (Everton)
Zabaleta (Man City)
Ivanovic (Chelsea)
Vertonghen (Tottenham)

Wilshire (Arsenal)
Yaya Toure (Liverpool)
Hazard (Chelsea)
Ramsey (Arsenal)

Aguero (Man City)
Ozil (Arsenal)

Suplentes do momento: Wenger (Arsenal), Szczesny (Arsenal), Rooney (Man Utd.), Coutinho (Liverpool), Townsend (Tottenham), Lallana (Southampton), Koscielny (Arsenal), Phil Jones (Man Utd).

11 comentários:

Anónimo disse...

Baggio,

Ai vai o meu onze, mas sem jogadores de equipas mais fracas porque não estou muito atento.

Helton
Danilo
Alex
Otamendi/Garay
Mangala/Rojo
Fernando
Matic
Adrien
Eduardo
Montero
Jackson

Tenho que deixar de fora o Luisão, o Patrício, o Siqueira, o Jeffreson, o William Carvalho (mas pronto), o André Martins, o Cardozo, o Enzo, e tantos outros...

442 losango.

Cumprimentos,
António Teixeira

Roberto Baggio disse...

O número de jogos que cada jogador fez até ao momento pesou na minha escolha

Abraço

António Teixeira disse...

Oh, eu nem tenho acompanhado muito nem sei avaliar, por isso é uma lista pouco objectiva. Rojo é que é indiscutível, tem muito style

Anónimo disse...

Falta claramente O William Carvalho nessa equipa..

Anónimo disse...

Josué a extremo não faz sentido. No ano passado, conseguiu no Paços porque jogava na esquerda, no Porto ao jogar na direita (Varela ou Licá jogam sempre na esquerda) rende muito pouco.

João Alves

Nuno Lopes disse...

Este vosso post deixou muito a desejar, os 11's estão muito mal escolhidos. e eu sei que voces andam atentos, percebem do assunto, não existe motivo para tamanha falha.

Vou dar a minha opinião, justificada e até sustentada com muitos post's vossos, anteriores:

PT,
Marco Silva, sem extremos porque nenhum merece.

Vagner
Cedric, Garay, Mangala, Alex Sandro
W.Carvalho, Adrien, Lucho
Evandro
Montero & Jackson


GB,
Brendan,

Coleman, Mertascker, Kompany, Clichy
Fernandinho & Yaya, Ramsey, Ozil
Suarez & Aguero






Roberto Baggio disse...

Nuno Lopes,

Pode até ter deixado a desejar e estar mal feito mas houve factores que deixaram de fora alguns jogadores como por exemplo o número de jogos realizados ser inferior a 75% do total de jogos realizados, como é o caso dos seus onzes.

Depois não faz sentido escolher um treinador como destaque sem usar a disposição táctica que ele usa e os jogadores foram escolhidos com esse critério.

Depois o resto é uma questão de opinião pessoal.

PS: falta um jogador no seu onze da premier.

António Teixeira disse...

Acho que há dois jogadores indiscutíveis, e posso estar a puxar a brasa à minha sardinha: Danilo e Fernando. Depois o Matic tem que jogar sempre, e como também é bom a interior, eu metia-o ai. É pena pelo William de Carvalho, mas o que o Fernando tem feito época atrás de época não é fácil.
De resto, eu também escolhi 442, porque acho que quer o Jackson quer o Montero (e o Cardozo, só que jogou menos) devem ser titulares. Depois escolhi o Carlos Eduardo, porque me parece muito maduro e inteligente, criativo e muito bom na condução. O outro interior, eu gosto do Adrien. Centrais, Rojo+ Rojo.

Penso que o lateral esquerdo vai para além do indiscutível

DC disse...

Eu acho o Rojo horrível :P

O meu 11, com o treinador a ser o Leonardo Jardim (porque vi muito pouco do Estoril) seria o seguinte:

Hélton
Danilo
Otamendi
Dier
Alex Sandro

Fernando
Enzo (o Matic ou é 6 ou não me parece melhor que o Enzo a 8)
Rafa

Gaitan
Jackson
Montero (acho que os extremos em Portugal têm estado em tão mau plano que jogava com o Montero descaído para um flanco.)

Na Premier, com Wenger a treinador:

Cech

Zabaleta
Kolarov
Kompany
Vertonghen

Ramsey
Wilshere
Touré
Ozil

Aguero
Suarez

António Teixeira disse...

Dc,

Também gosto muito do teu 11, mas o Rojo tem que estar! Dá coisas novas ao jogo, como as tatuagens! E até nisso é o complemento perfeito para o Otávio Mendes xD.

A cena do Matic é que, por muito bom jogador que seja e melhor que o Fernando, este último tem jogado mesmo muito, e tem tido uma grande evolução a todos os níveis... Mas depois um jogador da qualidade do Matic tem que estar no 11.

O Montero em 433, a falso extremo (neste caso em vez de jogar no vértice jogava mais em zona de finalização) podia ser viável. Também não gosto de deixar o Cardozo de fora...

Cumprimentos,
E Bom Ano Novo para os colegas do Blogue e os participantes.

JON disse...

O Rojo não é jogador de futebol. Fraco, fraquinho, fervido (queimado!). ZERO!

Abraço,