Posse de bola no Facebook

Translate

quarta-feira, novembro 06, 2013

Liga ZON Sagres, ao final de 9 jogos

O Benfica é o principal candidato ao título de campeão nacional!

Depois do jogo de hoje, o FCP de Paulo Fonseca mostra que vai ter uma época muito complicada. Os jogadores mostram alguma dificuldade em absorver as ideias do treinador, o plantel não tem a profundidade desejada ao nível das soluções ofensivas, e os resultados não têm ajudado a estabilização dos princípios de jogo e das ideias do treinador.
O problema que o FCP tem tido mais dificuldade em resolver, são as transições defensivas, assim como a qualidade da criação em organização ofensiva. É uma equipa mais insegura, que por consequência perde mais bolas, e é mais vertical. Por esses motivos, os defesas têm muito mais situações para resolver do que tinham anteriormente.
O tempo em que o FCP podia ganhar tivesse quem tivesse no banco acabou, desde a entrada de Jesus no comando dos encarnados. E hoje, muitas das outras equipas têm escolhido bem as suas equipas técnicas, dificultando mais a tarefa das equipas com maior prestígio em Portugal.
Não se entenda isto, como um crítica, em absoluto, ao trabalho de PF. É apenas, uma avaliação do modelo de jogo em relação aos resultados, e do que poderá resultar daí caso as vitórias continuem a surgir de forma irregular.

Com Jesus, e Jardim (caso tenha uma injecção de qualidade individual) o Porto não pode dormir.
Assim, Jorge Jesus tem uma grande oportunidade de vencer o título nacional, aproveitando toda instabilidade do seu principal adversário, e potenciando todo o talento que tem à sua disposição.

56 comentários:

Anónimo disse...

"O tempo em que o FCP podia ganhar tivesse quem tivesse no banco acabou". A sério? Em que país é que vocês vivem?

Roberto Baggio disse...

Eu, em Angola. Porquê?

hertz disse...

Pois eu, depois destes 9 jogos, continuo a achar que o Porto é o favorito para ganhar o campeonato. Depois de tudo o que tenho visto ate aqui...o facto deste péssimo Porto estar isolado na liderança explica como é o nosso campeonato. Infelizmente é a realidade do futebol português.

PS: Ontem o Benfica faz, de longe, o melhor jogo da época e é derrotado não conseguindo marcar golos (apenas a 2a vez que acontecia esta época) apesar de um numero infindável de oportunidades. O futebol consegue ser mesmo ingrato...Mas pronto, o que eu queria saber, já que és treinador, é como é que ficam os jogadores depois de perderem um jogo assim? Os jogadores terão uma vontade de vingança e justiça logo no jogo seguinte ou por um lado ficarão em baixo e algo deprimidos depois de tanta injustiça naquele jogo. Que Benfica poderemos esperar, em termos de atitude, para o jogo de sábado?

Roberto Baggio disse...

Hertz,

Depende da forma como o treinador consegue canalizar essas emoções e catapultar a motivação e concentração para níveis muito altos. Lembras-te da antiga frase de Mourinho: Alguém vai ter de pagar?!
Foi na sequência da derrota com o Milan na super taça Europeia, creio.

OS jogadores estão tristes, obviamente. Eles não gostam de perder. Contudo, se jogaram tão bem como dizes, de certeza que sentiram isso e de certeza que a motivação para o próximo jogo vai estar em alta. Vão querer dar continuidade ao trabalho e vão querer fazer golos a sair com uma vitória como recompensa do bom trabalho.

Anónimo disse...

Caro Baggio,

Essa do tempo em que o Porto podia ganhar (...) foi muito infeliz, e bem sabes que o Porto não teve qualquer um no banco, nem o Jesus é o herói que é. Basta ver os resultados do Benfica, e isso refuta qualquer argumento (sem ofensas). O trabalho do Jesus, e podem dar as voltas que quiserem, é péssimo. Por melhor que tenha trabalhado a equipa, ganhou um campeonato em 4 anos. Mas pronto, é só a minha opinião.
De resto, concordo com o texto. O que me dizes do Barça do Tata?

Cumprimentos e bem vindo de volta ;)
António Teixeira

hertz disse...

António Teixeira, estes 4 anos (completos) que o JJ esta no Benfica, se estivesse no Porto seria nesta altura tetracampeao e os 2 que estiveram no Porto (AVB e VP) se em vez disso tivessem vindo para o Benfica nada ganhariam. Não queiras comparar o que é ser treinador do Porto e ser do Benfica.
Para alem de todas as coisas extra-futebol que se passam, o Benfica ter ganho tão pouco com o JJ mostra bem a merda que é o presidente e direcção do clube.

Roberto Baggio disse...

António,

Não era essa a interpretação. Era simplesmente de que as outras equipas estavam tão mal organizadas e não tinham treinadores competentes, que com a organização que o Porto tinha, que com os jogadores que sempre teve, qualquer Otávio Machado seria campeão. Não me interpretes mal, até porque sabes que não entro nunca por aí. Entro sempre pelo futebol que é o que percebo.

A tua avaliação tem sempre esse ponto de vista. Os títulos. E aí divergimos, portanto não vou entrar no debate da avaliação do trabalho do Jesus que para mim foi muito bom. E até percebo que alguns portistas o queiram ver na rua, por ser ele a maior ameaça que o porto tem tido nos últimos tempos, mesmo com treinadores competentes no comando dos dragões. Portanto a minha opinião não se sustenta em títulos. Sustenta-se naquilo que a equipa jogou durante o comando dele, na evolução que teve e no nível que atingiu.

Quanto ao Barcelona do Tata, é um desastre. Para já não dá qualquer sinal de melhoria, relativamente ao ano passado. Só princípios piores. HxH, Pique a jogar como "libero", muita verticalidade, sabendo ele que tem um meio campo que demora muito a recuperar. Cruzamentos ao segundo poste, na fé que apareça lá alguém. Enfim

Anónimo disse...

E mais Baggio:

Eu lembro-me, desde que o Jesus está no Benfica, que ganhou 3 vezes ao Porto; uma dessas vitórias foi irrelevante (2-0 no Dragão para a taça no ano de 2010/2011); a outra foi no primeiro confronto, 1-0 na Luz na época de 2009-2010; a terceira foi na taça da liga, no primeiro ano do Vitor Pereira, por 3-2 na Luz (neste jogo jogaram, quer de um lado quer de outro, suplentes, e a vitória era para uma competição menor, e acho que concordamos sobre isso). De resto, teve uma derrota no Dragão, onde poderia sagrar-se campeão, em 2009-2010, por 3-1; teve, no jogo seguinte, uma derrota para a Supertaça, por 2-0; na mesma época, perdeu por 5-0 no Dragão, perdeu por 2-1 em casa vendo o Porto sagrar-se Campeão na Luz, e viu o Porto virar o resultado da taça para 3-1, na Luz, tendo ganho por 2-0 no Dragão. Na época seguinte empatou, salvo erro, 2-2 no Dragão, perdendo na Luz por 3-2, e ganhando o tal jogo da taça da liga. Na última temporada, empatou, salvo erro, 2-2 na Luz e perdeu 2-1 no Dragão, onde poderia ter sido Campeão. Ora, a estes resultados, podes associar uma meia final de Liga Europa, onde perdeu com o Braga, uma final da Liga Europa onde perdeu com o Chelsea, uns quartos da Liga Europa onde perdeu com o Liverpool, uns quartos da Champions onde perdeu com o Chelsea. Junta-lhe a isso que vai a caminho da terceira eliminação da Champions em 4 participações na Champions, sendo em todas teoricamente favorito à passagem. Na mesma época, o Porto ganhou uma Liga Europa, foi eliminado da Champions nos oitavos pelo Málaga, foi eliminado da fase de grupos perdendo na Liga Europa nos 16 ou oitavos, e chegou aos oitavos da Champions onde perdeu com o Arsenal; esta época está no mesmo caminho que o Benfica... Ora, o percurso do Porto é melhor que o do Benfica na Europa, pese embora o Benfica tenha sido mais constante, não ganhou nenhum troféu, e tem apenas o acrescento de uns quartos de final contra dois oitavos na Champions, uma meia final, quartos e final contra uma Liga Europa e uns 16/oitavos (não me recordo ao certo).
Podemos também ver o investimento que tem vindo a ser feito no mercado pelo Benfica, e associar à grande liberdade que o Jesus tem na gestão da equipa, na escolha de contratações, etc (no Porto não há nada disso).
Lanço te a pergunta, o Jesualdo, com o mesmo investimento ou bem menor até, conseguiu 3 campeonatos (com menor concorrência interna, é certo), dois oitavos da Champions e uns quartos da Champions. Com menos liberdade na gestão desportiva, bem menos até, digo eu. Será do Jesus (que tem méritos inegáveis), ou será do investimento? Dá que pensar...
Olha, por mim, se é isso que é aproximar-se do Porto (ganhar um campeonato na última jornada, perder outros dois na penúltima (ou antepenúltima que não me recordo, e ficar a 20 e tal pontos noutro), que fique por lá muitos e bons anos. Eu cá não me esqueço que o futebol é títulos e bom futebol, não é só uma coisa nem outra. E o Porto, nesse aspecto, não tem dado a mínima hipótese (os descontos fazem parte do jogo, a sorte faz parte do jogo).
E só mais uma questão, no pré Jesus e pós Mourinho quantas vezes o Benfica ganhou ao Porto?

Cumprimentos,
António Teixeira

António Teixeira disse...

Caro Baggio,

Já te fui respondendo no comentário anterior, valendo-me da questão dos títulos, e para mim não é só títulos, se não queria o Jesualdo.

Sobre o Tata, também me pareceu...Parte mais a equipa em transição, mas fica com o bloco defensivo mais baixo e acaba por defender melhor/atacar pior.

O que achas do Messi?

Cumprimentos

Miguel Martins disse...

Boa noite.
Acho que está a haver alguns exageros quanto a frase do "O tempo em que o FCP podia ganhar tivesse quem tivesse no banco acabou, desde a entrada de Jesus no comando dos encarnados." porque o fundamental está descrito na mesma frase... desde que Jesus entrou no comando do benfica é o benfica que dá campeonatos não o porto que ganha!
Hertz: é o presidente que treina? Que dispensou o Quim e pediu o Roberto? Que insistiu no Emerson? Que treme sempre que joga com o Porto? Que insiste no mesmo posicionamento nas bolas paradas defensivas quando os golos ocorrem sempre nessas situações? Etc, Etc... Fizeste a comparação com o Porto, mas para evitar situações de extra-futebol analisa os resultados nas competições europeias? Só um apuramento na champions (Otelul who?, basileia) e eliminado em grupos pelo Celtic, Olimpiakos... Perder em Israel... Ontem o Benfica ganhou mas o JJ ganhou porque ele dizia que o Roberto é bom Gr, a equipa perdeu mas ele tinha razão (acha ele).
Baggio: Mais um golo sofrido de canto? Não vou perguntar se foi o modelo ou a adaptação que esteve presente pois, finalmente, jogou com 3 jogadores no meio campo e devido a isso teve um controlo absoluto sobre o adversário... mas isso não é novidade para ninguém (o mestre é que quer mostrar que vê coisas que mais ninguém vê e insiste).

JON disse...

Baggio,

Discordo que o Porto não tenha soluções ofensivas. É verdade que o Benfica tem mais, mas as que existem no Porto deveriam render muito mais.

Nesse sentido, e ainda hoje foi visível, parece-me extraordinário como o Porto perde bolas, mesmo nos melhores momentos. E perde essencialmente porque não há nunca "apoios ao portador da bola". É tudo a correr à toa e para a frente...

Depois claro que se fica sujeito a transições defensivas...

Os bons momentos do Porto foram quase todos por responsabilidade quase individual dos jogadores e não do colectivo. Isso é gravíssimo!

Ainda por cima, do ponto de vista psicológico, o PF tem-se revelado ineficiente, já que bons jogadores têm tido imensos erros individuais. Há clara falta de confiança!!!

O Benfica tem estado mal, igualmente. Ainda em Coimbra fizeram um péssimo jogo, pese embora o resultado. Acredito que se o plantel "voltar a acreditar" no Jesus, o Benfica pode criar suficiente ascendente para passar para a frente.

Abraço

hertz disse...

Miguel Martins, suponho então que concordes com aquela frase do LFV numa entrevista em que dizia "eu não dou um pontapé numa bola, não me podem julgar por ser ou não campeão"
Ja agora, foi o JJ que vendeu 2 pilares da equipa nos últimos dias de mercado sem vir ninguém? Que não contratou nenhum lateral esquerdo e por isso teve de se adaptar um extremo? Que chega a Janeiro e vende mais 2 jogadores que poderiam ser importantes, visto o Benfica estar em 3 competições, e não vem ninguém enquanto o rival aproveita para se reforçar? Que nos jogos do Dragão se esconde no balneário como um rato? Que nas derrotas se esconde sem ninguém o conseguir encontrar enquanto no rival vemos o presidente ao lado do treinador em momentos de contestação? Que vem dar entrevistas inoportunas em momentos cruciais da época (pós-jogo contra o Fenerbahce)? Que vem falar em final da Champions?
O JJ um dia ira para o Porto e depois veremos.

Miguel Martins disse...

Hertz: vou responder questão a questão... Não concordo com essa frase do Vieira, mas concordo quando diz que a função dele é dar condições... e só não concordo com essa mesma frase devido a variação de posição da mesma pessoa (vieira) acerca do mesmo tema, ou seja, já foi responsável, deixou de ser, voltou a ser etc! Quanto ás contratações peço te para veres a palestra na FMH onde o supra sumo da táctica diz: eu sou um treinador que pensa a estrutura. Achas então que alguém que diz isso não teve opinião tem foi tomado em conta? "Que nos jogos do Dragão se esconde no balneário como um rato?" não vejo honestamente a relevância de o presidente ficar no balneário para o desempenho da equipa e não percebo o adjetivo. "Que vem dar entrevistas inoportunas em momentos cruciais da época (pós-jogo contra o Fenerbahce)?" Não percebo a relevância (mais uma vez) para o desempenho da equipa, e neste caso especifico é criticado se fala e criticado se não fala. "Que nas derrotas se esconde sem ninguém o conseguir encontrar enquanto no rival vemos o presidente ao lado do treinador em momentos de contestação?" Queres mais apoio presidencial que renovação após perder tudo? Acho que valem bem mais as acções que as palavras! "Que vem falar em final da Champions?" Falou no sonho de ganhar, cada um tem de ter sentido critico, criticar o presidente no que é responsabilidade do presidente, não atribuir ao presidente culpas do treinador e vice-versa. "O JJ um dia ira para o Porto e depois veremos." Veremos o quê? Algo que não tenhamos visto? O Benfica levar 5? Já vi! Perder em casa, fora, pelo caminho? Já vi! Um treinador dar uma de lider de claque? Já vi! Um jogador acusar diretamente o treinador e este dizer que afinal criticou um colega? Já vi! O benfica perder e o treinador ficar feliz por ter razão relativamente a uma antiga teimosia sua? Já vi! Perder campeonatos 4 e 5 pts na frente? Ups... Tb já vi! Diz-me pf o que vamos ver se o JJ for para o Porto que não tenha acontecido nestes 5 anos.

Roberto Baggio disse...

António,

"Lanço te a pergunta, o Jesualdo, com o mesmo investimento ou bem menor até, conseguiu 3 campeonatos (com menor concorrência interna, é certo), dois oitavos da Champions e uns quartos da Champions."

A resposta é: O Jesus contra o Jesualdo foi campeão, e deixou o FCP muito atrás ao nível da qualidade de jogo...
Portanto acho que a frase "com qualquer um no banco" é bem adequada.

"E só mais uma questão, no pré Jesus e pós Mourinho quantas vezes o Benfica ganhou ao Porto?"

Não faço a mínima ideia. Nem isso é para mim importante.

"O que achas do Messi?"

Acho que o Messi andou no ginásio, não sei porquê, mas é só uma impressão minha, e do Ronaldinho!

Miguel,

"Baggio: Mais um golo sofrido de canto? Não vou perguntar se foi o modelo ou a adaptação que esteve presente pois, finalmente, jogou com 3 jogadores no meio campo e devido a isso teve um controlo absoluto sobre o adversário... mas isso não é novidade para ninguém (o mestre é que quer mostrar que vê coisas que mais ninguém vê e insiste)."

Todos os anos ele tem mudado e evoluído. Sabe-se lá se essa não será a maior mudança este ano? Mais jogadores no meio, jogadores a jogar mais vezes para o interior? Vamos espera para ver Miguel.

JON,

"Discordo que o Porto não tenha soluções ofensivas. É verdade que o Benfica tem mais, mas as que existem no Porto deveriam render muito mais."

Diz-me quem são o extremos do Porto, uma vez que o Porto joga com extremos. E diz-me qual desses, se aproxima ao nível do talento dos jogadores dos sectores mais recuados?
Se os que lá estão podem render mais? Sim, podem. Talvez noutro modelo de jogo, talvez com outras ideias. Mas o treinador é o PF, as ideias são aquelas. De não aproximar tanto os apoios, de colocar mais homens na profundidade. Isso faz com que os jogadores lá da frente tenham de ser muito fortes do ponto de vista individual, não sei se me fiz entender.

"Nesse sentido, e ainda hoje foi visível, parece-me extraordinário como o Porto perde bolas, mesmo nos melhores momentos. E perde essencialmente porque não há nunca "apoios ao portador da bola". É tudo a correr à toa e para a frente..."

Isso não é totalmente verdade. Nota-se muita ansiedade e precipitação. E isso deve-se ao facto das vitórias não serem regulares. Não há tranquilidade, mais erros. Nas primeiras fases então, mesmo os melhores (Otamendi, Alex, Danilo) o têm feito. E isso é o maior indicador dessa mesma ansiedade.

"Os bons momentos do Porto foram quase todos por responsabilidade quase individual dos jogadores e não do colectivo. Isso é gravíssimo!"

Aí acho que estás a exagerar, novamente. O VP já não é treinador do Porto. Os processos são outros. São colectivos na mesma, e têm qualidade. Não são melhores que os de VP, mas isso não implica que não sejam bons. Um maior controlo emocional por parte dos jogadores, e os resultados seriam outros. O problema é que esse descontrolo surge da irregularidade de resultados.

" Acredito que se o plantel "voltar a acreditar" no Jesus, o Benfica pode criar suficiente ascendente para passar para a frente."

Aqui concordámos em absoluto.

Miguel Martins disse...

Baggio: E a resposta a questão dos golos de bola parada? Em relação á resposta ao António sobre o Jesualdo tens de te lembrar que houve nesse ano o caso do túnel (bem castigados Hulk e Sapunaru) e foi mais o Porto que perdeu devido ao desgate da liderança do JF, sendo que o adversário foi o Braga, de Domingos (que mostrou o seu não valor no Sporting), sendo o campeonato ganho na ultima jornada. O desenvolvimento do benfica foi bem mais devido ao grande investimento nos sucessivos planteis do que pelo treinador, basta ver que ainda ontem ficaram sentados no banco 8 milhões de euros (Olá John), quando há 6 anos (ultimo ano sem JJ) chegou Aimar por 6 milhoes e foi o mais caro, agora qualquer reforço chega por esse valor e fica no banco. Como pode o plantel acreditar em alguém que após uma derrota evidencia que perdeu porque o jogador que ele tinha descoberto (agora adversário) fez uma grande exibição?

Roberto Baggio disse...

"Baggio: E a resposta a questão dos golos de bola parada? "

Continuo a achar o Benfica eficaz nesse aspecto. Quantos golos de canto sofreu este ano? Em quantos golos sofridos no total? Em quantos jogos no total? Em quantos cantos defendidos?

DC disse...

Paulo Fonseca é ridículo. Não tem nível para o clube onde está e nunca vai ter. Foi logo escolher a táctica menos adequada ao plantel que tem.
Tem alguma lógica pôr o jogador mais velho do plantel a ser aquele que mais km é obrigado a fazer em sprint?

Enfim, o Porto pode ser campeão, mas é por causa do próximo treinador que este não chega ao Natal.

Miguel Martins disse...

Não encontro nenhuns dados que relacionem o numero de tentativas com o numero de golos, no entanto há dados que indicam que 36% dos golos surgem de lances de bola parada. concordas então que normalmente uma equipa de top a defender este tipo de lances deve ter uma percentagem inferior? Pois o benfica em 14 jogos oficiais (incluindo Cinfães) sofreu 12 golos, dos quais 6 (Olimpiakos, Estoril, PSG 2, Belenenses, Maritimo) ou seja, 50% resultam de bolas paradas, aqui até dou de barato que o JJ não tem culpa no golo de penalty do Maritimo (logicamente) mas como na amostra do estudo que arranjei os penaltys contavam aqui também tenho de contar. Chega para concluir que o Benfica defende mal bola paradas?
Ou é mesmo necessário arranjar dados de relação tentativas/golos? O que seria impossivel pois não há registo de quantos livres diretos ou cruzados para a area há num jogo de campeonato para depois comparar com um qualquer estudo cientifico.

JON disse...

Baggio,

"Isso não é totalmente verdade. Nota-se muita ansiedade e precipitação. E isso deve-se ao facto das vitórias não serem regulares. Não há tranquilidade, mais erros. Nas primeiras fases então, mesmo os melhores (Otamendi, Alex, Danilo) o têm feito. E isso é o maior indicador dessa mesma ansiedade."

Mas aqui é que eu começo a ter dúvidas da valia do PF. Ele escolhe um modelo de profundidade e que necessita extremos fortes. Primeiro erro, parece-me. Não obstante, a intranquilidade que falas não resulta apenas dos maus resultados (porque veio antes deles). Cabe-lhe a ele, treinador, conseguir acalmar a ansiedade dos jogadores, fazê-los acreditar, confiar...

Será que os jogadores do Porto têm dúvidas/desconfiança quanto ao modelo do PF???

Pois...

Abraço

Roberto Baggio disse...

Miguel,

Do teu estudo posso aferir que 64% dos golos são de bola corrida?!
Então posso, também, aferir que uma equipa de top deverá ter uma percentagem inferior?!
É que sofrendo menos de bola corrida, vai sofrer mais de bola parada e vice-versa. A questão é que tem sofrido muitos golos, quase um por jogo, e isso não é bom, sejam os golos de que forma forem.
Jesus ainda não encontrou o equilíbrio perfeito entre a defesa e o ataque este ano. Quanto às estatísticas, elas existem, o número de livres que sofreu e os cantos, só não tenho paciência para os procurar. Mas concordámos que o número é muito grande relativamente aos golos que concede, de certeza.

Cumprimentos

Roberto Baggio disse...

JON,

Os treinadores não são mágicos. Não entram na cabeça dos jogadores por magia. Sabes o que é que faz os jogadores acreditar no treinador? As ideias. E sabes como é que eles avaliam as ideias? Com vitórias. Com vitórias regulares. O treinador diz, jogando assim, vamos chegar ali. E quando eles se começam a aproximar disso, começam a acreditar mais no treinador e nas ideias dele. Começam a perceber que as coisas fazem sentido, e começam a ter confiança e tranquilidade para jogar melhor.
Portanto, com os últimos resultados, obviamente que os jogadores desconfiam das ideias do treinador. Mas isso é verdade para PF, assim como para Guardiola ou Mourinho. Se não ganhassem consecutivamente, estavam entregues aos jogadores. Depois, PF não tem um passado que lhe permita ter esse ascendente e segurança emocional sobre os jogadores (títulos). Está a construir isso agora. Assim como VP o fez no primeiro ano.

Portanto é preciso tentar perceber realmente o que se passa, para depois avaliar.

Quanto ao modelo, sim. Não tenho dúvidas que isso tem sido um ponto fundamental no rendimento da equipa. E tinha inclusivamente dito ao DC, que esperava que a equipa técnica mudasse isso, tendo em conta os jogadores que tinha, sabendo eu, à priori, que a equipa técnica é muito competente. Ao que parece eles, ainda, não escolheram fazer essa mudança. Mas tendo em conta o modelo actual, ou jogadores não se têm revelado adequados. As contratações foram francamente desajustadas face às ideias de PF.

Abraço

Edson Arantes do Nascimento disse...

Não concordo com a análise. O FCP corre a passos largos para ser campeão - mesmo com as deficiências que apresenta a vários níveis - e eu não gosto da forma como o Benfica joga.

Acho que o Jesus é um treinador de grande qualidade mas o tempo e algumas situações deixaram-no com pouco espaço de manobra (por culpa própria mas também devido a casos incontroláveis por serem responsabilidade de outros fóruns).

Se eu fosse dirigente tinha contratado, ou no Verão ou mesmo no final de Setembro, o Marco Silva.

Ao nível táctico percebo que o JJ tem evoluído de época para época mas continuo a ver muita falta de critério em organização ofensiva. O Benfica tem, no entanto, um plantel de boa qualidade e várias soluções.

Julgo que o Sporting tem uma palavra a dizer. Mérito para as ideias do treinador que, sem ser brilhante, é muito competente. Tirando o Freddy Montero - um grande jogador - os restantes elementos do plantel são de média e fraca qualidade.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Baggio se estás na banda mbora lá tomar um fino... :-) :-)

DC disse...

Já agora essa da intranquilidade surgir das vitórias não serem regulares... O Porto foi a Viena fazer uma exibição miserável quando ainda só tinha vitórias nos jogos todos!
A intranquilidade surge pela absurda desorganização da equipa.

Sei que vocês têm alguma afinidade com a equipa técnica do Porto e por isso provavelmente estão a ser meigos, mas eu não vou estar com paninhos quentes. Ele é mau, péssimo. Não acreditava se me dissessem que um treinador podia chegar a um Porto tão organizado e ocmpetente como o do final da época passada e piorá-lo tanto. Bastava fazer como o Tito e não mexer muito e o Porto continuaria fortíssimo. Mas não, ele veio para destruir tudo.

Roberto Baggio disse...

Edson,

Não vi estes últimos jogos do Benfica. Falo pelos resultados e pelos efeitos que podem ter na confiança dos jogadores.
Acho que jesus pode ainda mudar substancialmente o sistema, ou os jogadores que coloca a jogar mais vezes. Com isso poderia ganhar muito.

O Sporting tem mais jogadores de qualidade, como o Dier, o A. Martins, e o Vítor. Mas is recursos são fracos, daí eu entender que eles vão perder mais pontos q os outros dois.

Quanto à outra situação envia-me um mail. Abraço

Roberto Baggio disse...

DC,

O que é que a exibição em Viena teve a ver com passes falhados? Com erros de concentração?
Nada. Eu vi esse jogo. O problema foi o excesso de verticalidade.
E digo excesso comparado ao Porto de VP. Mas o VP já foi. O Tito pertencia à equipa técnica do Barcelona. Assistiu a tudo, ajudou na preparação dos treinos, guiou junto com guardiola em feedbacks, conhecia o modelo no pormenor...

Quanto à desorganização, tens de me dizer o que entendes por isso. Porque o Porto, a mim, pode parecer tudo menos desorganizado.

Anónimo disse...

se os achas competentes, porque é que achas que a equipa técnica do Porto ainda não mudou um modelo inadequado às realidades do plantel e ao estado anímico da equipa? deve ser pessimo para jogadores que acabam por normalmente ser culpados pelos adeptos, mesmo quando eles estão a pagar o mau funcionamento colectivo da equipa, só pode deteriorar o espirito do grupo.

percebias se a direcção do Porto decidia por o PF na rua vistas estas circunstâncias? (eu, sinceramente, já gostava muito que isto acontecesse, porque não quero ir ao estádio e ver futebol assim toda a época...)

Anónimo disse...

Caro Baggio e DC,

Ele vai apostar em mudanças estruturais, e mais cedo até do que esperam (tenho a certeza absoluta, mas mais não posso dizer).
O problema do modelo é que não se adequa aos jogadores que tem, e tirando isso, pessoalmente não gosto do modelo (mas isso é irrelevante). O problema do treinador é a falta de capacidade, que já ficou demonstrada em várias ocasiões, e eu aqui tenho que concordar com o DC. E espero que me façam engolir as palavras.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Adenda

Não percebi a alusão ao ginásio no caso do Messi....

Anónimo disse...

mais cedo do que se espera não será se já vem tarde as mudanças...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Sim Baggio, também acho que o Dier, o A. Martins, o W. Carvalho e o Vítor e talvez (mas não tenho a certeza) o Carrillo são bons jogadores.

Mas vamos ser sinceros: na melhor das hipóteses são atletas de gama média-alta. Muito me surpreenderia se alguma vez chegarem a patamares de grande nível.

hertz disse...

Tenho de concordar com o DC. O Porto somava só vitorias e mesmo assim a maioria das exibições eram mas. E para alem disso o discurso dele é pior do que fraco. O ridículo daquelas declarações do JJ ter jogado em 3 campos, depois a hipocrisia como analisa os lances polémicos de arbitragem, as desculpas da relva entre outras quando a equipa não jogou bem, o facto de estar sempre a dizer que a equipa jogou bem mesmo que tenha feito uma péssima exibição (ele ontem disse que gostou da 2a parte...). Acho que nem os portistas tem paciência para este discurso.
O Porto este ano tem sido maioria dos jogos com o Alex Sandro ou o Danilo em rasgos individuais e a levar a equipa para a frente. E depois um jogador como o Quintero nunca jogar...

PS: Ja agora, também não percebi essa do Messi e do ginásio...
Por acaso ontem os comentadores da Sporttv estavam a dizer que o Messi andava algo triste (o que também me pareceu) será que parte dessa tristeza não poderá ser devido ao facto do péssimo Barça actual? Estará ele a sentir uma equipa de sonho a desaparecer?

DC disse...

Baggio, falo em desorganização por exemplo em lances em que os centrais hesitam em sair na pressão ou ficar na contenção, em lances em que o extremo não ajuda o lateral e basta uma mudança de flanco rápida para deixar o lateral nas covas (ontem o Zenit fez isso 3 ou 4 vezes na 2a parte e criou sempre perigo), em lances onde os jogadores ficam 3, 4 segundos parados à espera que alguém dê uma linha de passe.

Chama-lhe o que quiseres, talvez não seja desorganização o termo mais adequado. Se calhar a equipa está organizada, mas está organizada numa táctica sem sentido. Mas a mim, sinceramente, parece-me que anda lá muita gente em campo que não faz ideia sobre o que deve fazer, onde se deve colocar, etc...

E o falharem passes, desconcentrações, etc vem desde o início da época, não começou em Viena. Mas no início diziam que era por falta de adaptação ao modelo. O Fernando nos primeiros jogos foi contestado e já havia quem dissesse que ia para o banco porque falhava passes como se não houvesse amanhã. Mas depois do período em que toda a gente percebeu que o problema não era de adaptação, começou-se a falar nos erros de passes e falhas defensivas.
Elas sempre estiveram lá, simplesmente no início toda a gente pensava que a coisa ia melhorar com o tempo.

DC disse...

O Messi deve ter feito reforço muscular por causa das constantes lesões na coxa e se calhar perdeu explosão por causa disso.
Ou então ainda se está a adaptar ao "corpo novo".

hertz disse...

No outro dia o preparador físico da Argentina disse que o Messi tinha de parar. Estão a dar cabo dele. Ele joga sempre os jogos todos da Argentina e Barça os 90min. Na época passada depois de uma viagem longuíssima por ter ido jogar na selecção, jogou os 90min do jogo do Barça. O Tito meteu-o lesionado frente ao PSG e voltou a fazê-lo contra o Bayern. Assim não da. E parecia que o Messi estava pronto e com todas as condições para arrasar no próximo mundial mas assim vai la chegar de rastos. Ele é um génio mas não é de ferro.

Roberto Baggio disse...

António,

Vai aí as etiquetas e procura Vítor Frade.

Roberto Baggio disse...

Anónimo das 11:18,

É muito fácil falar em mudanças, dizer o que se deve fazer cá de fora. O difícil é compreender a dificuldade em operacionalizar uma ideia de jogo. Onde existem fazes onde a equipa está melhor e outras onde está pior. Onde tudo parece estar a funcionar bem e de repente desmorona. Onde o treinador tenta até à última consequência implementar à sua ideia.
E depois há que perceber que fazendo essa mudança no modelo não é algo que PF conheça. Não sendo uma ideia dele, mais difícil ainda se torna essa implementação. De qualquer forma, o estado anímico não vai mudar só porque mudou o modelo ou o sistema.

Quanto à questão do despedir ou não o PF, à meu ver seria incompreensível. Contudo a direcção e adeptos são soberanos na avaliação. E eu não sou nem um, nem outro.

Anónimo disse...

Caro Baggio,

O Paulo Fonseca não será despedido. E vai mudar o sistema. Se vai mudar os princípios, já não sei...
Sobre o Messi, já percebi. Mas também me parece que não é só isso. A equipa não o procura, e o modelo não tira dele o que deve tirar. Mas dúvido que fazendo 3 semanas de ginásio perdesse explosão. Nem é só explosão, é determinação percebes? Acho que se passa algo, mas para não me chamarem antiRossel e afins, vou me calar.

Cumprimentos,
António Teixeira

Roberto Baggio disse...

António não é só explosão. É aquele todo invisível que faz com que cada músculo interaja com o outro de forma X e permite o movimento X, Y, Z.

Quanto ao modelo, é natural que não o procure tanto, até porque já não é uma prioridade atacar pelo corredor central. A prioridade é atacar, seja por que corredor for. Depois, tocando menos vezes na bola, deverá inclusivamente cometer mais erros ao nível do drible, do passe, e da tomada de decisão, falhar mais golos, marcar menos golos, etc.

Anónimo disse...

obrigado pela resposta, se bem que me pareceu que no fundo estás a dizer que o PF não é treinador com dimensão para um clube como o Porto. se está ainda a tentar implementar uma ideia desadequada à realidade do plantel não está no bom caminho. e se só tem uma ideia (algo que aliás também se verifica durante os 90 min., ele tem mostrado zero capacidade de reagir a alterações no jogo do adversário) é muito pouco também, diria mesmo é escasso.

e o que quis dizer em relação ao estado anímico é que se jogadores como o Otamendi, Mangala, mesmo os laterais, ou também o Jackson, passam os jogos a cometer erros (ou a ver muito poucas bolas no caso do Jackson) porque a equipa não lhes oferece saidas jogáveis, e depois são culpados pelos adeptos devem chegar a conclusão que o treinador não está a ser bom para eles. não tem nada a ver com o modelo ou sistema, tem a ver com a credibilidade interna do gajo. numa equipa bem treinada, vêm-se as qualidades individuais que os jogadores têm. isto não tem acontecido com o Porto esta época, vêm-se os defeitos.

como eu sim sou adepto do Porto e costumo ir ao estádio estou a espera duma época muito chata...

anónimo das 11:18

Roberto Baggio disse...

A mim, PF, ainda não convenceu. Mas ainda estou à espera que o faça porque lhe reconheço muitas qualidades.

DC disse...

Baggio, acho que já te vi aqui algumas vezes a falar do quão motivados e impressionados ficavam alguns dos teus jogadores e de como se desmotivavam quando chegava um treinador no ano seguinte que não percebia nada de futebol.

Será assim tão absurdo pensar que os jogadores estavam realmente bem com VP e o PF já não lhes chega? Será que o Mangala e o Otamendi não estavam absolutamente motivados e entusiasmados com a forma como defendiam?
E agora? Será que mantêm esse estímulo, ou pensam que andaram "de cavalo para burro"?

Tens um grande professor tens motivação para o ouvir, chega-te um fala-barato que até pode perceber alguma coisa mas bastante menos que o teu professor anterior e vais para as aulas dormir...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Este thread está cheio de clubites. Acho que deveriam criar um fórum para malhar no PF.

É verdade que alguns jogadores do FCP têm estado abaixo do normal, e sim, também concordo que isso está relacionado com as ideias do treinador.

Para mim, os melhores exemplos disto são o Fernando (fraco) e o Jackson (tem menos bolas em condições).

No entanto, o melhor jogador até agora entre as equipas tugas, na minha opinião (em todas as competições), tem sido o Alex Sandro.

Grande jogador...

Anónimo disse...

Edson, estás a ser irónico?

Cumprimentos,
António Teixeira

Ratex disse...

Miguel Martins, o sr. consegue ser tão critico em relação a um treinador como o JJ e não vê que quem ganhou os dois ultimos campeonatos nao foi o vosso treinador mas o vosso presidente...

Se tivessemos num campeonato sem as jogadas de bastidores normais, penaltys fora da area golos em fora de jogo claro etc, provavelmente estaria a chorar e nao teria essa forma arrogante de analisar o futebol que é tipico dos elementares adeptos do porto.

O seu odio é incrivel e tolda lhe o pensamento, mas como se julga um especialista da analise desportiva, torna-se arrogante e transpira odio por todo o lado...

É assim tão dificil de perceber que os tentaculos do seu clube lhe fizeram ganhar os campeonatos...

Ou pensa que tudo o que vem acontecendo ao longo dos anos em que escandalos atras de escandalos sujam o futebol portugues...

Acha que o nosso futebol é exemplo em mais algum lado do mundo em que um presidente é apanhado em flagrante e não é preso...

Como depois disto tudo alguem pode achar que todos estes campeonatos não estão viciados!!

Fique c as suas analises aos resultados e principalmente estatisticas que não têm relvancia alguma(estatistica) e continue com essa arrogancia porque de futebol só sabe falar se não envolver a palavra porto ou Benfica...(gostou da menira como escrevi porto sem maiuscula? Até nisso você é pequenino).

Cumprimentos

PS: Um dia vai engolir o que anda a semear... E eu vou cá estar...

Anónimo disse...

Ratex,

Nem digo nada sobre a política do blogue, mas o ridículo do seu comentário é que está a atacar alguém de quem não conhece o historial de participações nem nada. Olhe, ridículo! Eu se fosse a si apagava antes que vissem o absurdo que cometeu. Lol.

Cumprimentos,
António Teixeira

Anónimo disse...

Agora a sério Ratex,

O Miguel até crítica as mesmas coisas que você (eu como Portista não vou entrar nesse debate, nem este é o espaço, nem são questões que me interessam). Dos participantes deste blogue, o Miguel é benfiquista ferrenho, e eu nem o conheço pessoalmente.
Desculpe se fui azedo consigo.
Cumprimentos,
António Teixeira

Miguel Martins disse...

Ratex: acima de tudo o teu comentário e tão parvo mas tão parvo pelo motivo essencial que eu sou benfiquista... Em resposta aos seus parágrafos digo que quem perdeu os últimos campeonatos foi o treinador do meu clube (não sou adepto do treinador ou do presidente... Sou adepto do Clube); conforme já te responderam eu até sou o único frequentador deste blogue que de vez em quando fala de extra futebol (o que não é do âmbito do blog); as estatísticas não são minhas são de trabalhos científicos; apesar de tudo você não imagina o quanto eu preferia não ter razão nas minhas críticas ao treinador (ao contrário de ele próprio que perde mas gaba se de ter razão quanto ao Roberto)...

Akwá disse...

Devia existir uma lei para multar tipos que dizem demasiadas asneiras não acham?

Anónimo disse...

Miguel Martins,

Desculpe mas os seus comentários, apesar de saber que é Benfiquista, tambem a mim me pareceram dignos de um adepto portista.

De facto, os resultados são tudo o que qualquer adepto de um clube quer, no entanto, quando não são obtidos não quer dizer que o que está a ser feito está mal. Aliás se assim fosse hj em dia não estaríamos a presenciar o excelente trabalho de Wenger à frente do Arsenal.

Por outro lado, e não menos importante, não se esqueça que o dominio azul e branco acontece porque, estão reunidas as condições para que as conquistas sejam regulares, e aqui falo não só da estrutura (coisa que o Benfica tem vindo a construir) e tambem o poder que tem instalado, FPF e Liga. Resultando deste modo, para todos os seus oponentes um percurso dificil e muitas vezes ingrato, caso do Benfica nos dois ultimos anos em que mereceu, na minha opinião, ser campeão, que tem de ser percorrido, afim de acabar com esse "gap".

Por fim e concluindo, julgo que, na hipotese de o Benfica, ter conseguido, um dos dois ou os dois ultimos campeonatos, grande parte das criticas que tece não só o Miguel como grande parte dos adeptos Benfiquistas não existiriam....

Assim pergunto, será que é de mandar o trabalho já realizado, quer por JJ, quer por Vieira para o lixo?

Atenção não gosto do Vieira, mas admiro o trabalho de JJ, no entanto penso que uma mudança na liderança da equipa por vezes é necessária...

Continuem com o bom trabalho e com este nível de comentários.

Joao Fernandes

Joao Rodrigues disse...

O problema do JJ para mim e este...

http://www.maisfutebol.iol.pt/reportagem-benfica-bernardo-silva-jorge-jesus-seixal-formacao-benfica-juniores-benfica-equipa-b-benfica-topnews/527bdb08e4b0034d0f843bec.html

Andar a lançar o Ivan e deixar este miúdo de fora e um crime. O André Gomes ao parece vai ser aposta no jogo contra o Sporting B pelo menos a avaliar pelas palavras do treinador da equipa B. Acham que o miúdo para se afirmar e atingir o nível que a sua qualidade merece vai ter de sair do Benfica, ou o JJ vai.se render as evidências?

Bernard öZilva disse...

+1000

Miguel Martins disse...

Joao Fernandes: "Desculpe mas os seus comentários, apesar de saber que é Benfiquista, tambem a mim me pareceram dignos de um adepto portista." Em quê? Apontar erros e soluções? verificar em que é que a equipa falha e poderia melhorar? Querer melhorar é ser portista? Deve ser então por isso que eles melhoraram. Ser benfiquista é aceitar calado? è por isso que não saimos do sitio! "Os resultados são tudo o que qualquer adepto de um clube quer, no entanto, quando não são obtidos não quer dizer que o que está a ser feito está mal. Aliás se assim fosse hj em dia não estaríamos a presenciar o excelente trabalho de Wenger à frente do Arsenal." Essa comparação com o Arsenal é totalmente falaciosa devido principalmenta ao facto de o Arsenal jogar em contextos bem mais competitivos do que a liga portuguesa e devida á diferença de investimento que há comparativamente aos adversários internos de Arsenal e Benfica (Arsenal gastou bem menos, comparativamente aos adversários do que o benfica relativamente aos seus). "
Por outro lado, e não menos importante, não se esqueça que o dominio azul e branco acontece porque, estão reunidas as condições para que as conquistas sejam regulares, e aqui falo não só da estrutura (coisa que o Benfica tem vindo a construir) e tambem o poder que tem instalado, FPF e Liga." O Benfica vem a construir essa estrutura há 12 anos (presidente) e 5 (treinador) ainda não foi tempo suficiente? Não há nada a apontar? As criticas são injustas? " Resultando deste modo, para todos os seus oponentes um percurso dificil e muitas vezes ingrato, caso do Benfica nos dois ultimos anos em que mereceu, na minha opinião, ser campeão, que tem de ser percorrido, afim de acabar com esse "gap"." Mereceu! Perdeu pelo treinador! Qual é a parte de portista no meu discurso? Esse percurso já foi percorrido algumas vezes e no fim vai dar sempre ao mesmo. "Por fim e concluindo, julgo que, na hipotese de o Benfica, ter conseguido, um dos dois ou os dois ultimos campeonatos, grande parte das criticas que tece não só o Miguel como grande parte dos adeptos Benfiquistas não existiriam...." as minhas criticas são é realidade não a suposições, a ses... O que se passou são factos o que poderia ter passado são suposições. "Assim pergunto, será que é de mandar o trabalho já realizado, quer por JJ, quer por Vieira para o lixo?" Por essa lógica só saem de lá quando morrerem... agora são 12 + 5 anos (de um e outro), daqui a cinco anos o trabalho será de ainda mais tempo e a questão de deitar trabalho fora vai-se manter! "Atenção não gosto do Vieira, mas admiro o trabalho de JJ, no entanto penso que uma mudança na liderança da equipa por vezes é necessária..." Aqui está.. eu não sou do Vieira nem do JJ, sou do Benfica! Quero o melhor para o clube... e o melhor não é continuar assim!

Miguel Martins disse...

De qualquer das formas a minha participação aqui é para debater o jogo de futebol e não clubes... para debater clubes há muitos outros blogs (se calhar com mais visitas que este) onde se pode debater se a culpa é do JJ, do Vieira, do árbitro etc... há para todos os gostos.

Anónimo disse...

Miguel Martins,

Não me recordo de ler nos seus comentários deste post referências a soluções... Se as deu quais são concretamente?

Pôr um treinador novo? Quem?
Ir para eleições a meio do campeonato quando o presidente teve o apoio que teve?

Relativamente à questão do Arsenal, apesar da diferença de orçamentos, isto é, não ter o maior orçamento, tb o Man. Utd não tinha e ganhou, muito menos fizeram o maior investimento. Para além de que o Benfica teve sempre orçamentos inferiores ao do Porto, e são poucos os anos em que fez maiores investimentos logo o seu argumento tb é falacioso. No entanto assumo que poderá não ser um exemplo semelhante a toda a prova.

Quanto ao merecimento ou não dos titulos, referindo-nos ao ano passado, no jogo contra o Estoril o JJ não tem culpa que o Enzo se lesione e entre o C. Martins para ser expulso!! Teve culpa em ter conseguido anular o Porto no dragão e ter o azar de o kelvin acertar aquele remate aos 92 minutos? Isto é desporto não é matematica meu caro?
Quanto a mim JJ fez tudo bem a epoca passada, a não ser na final da taça, em que a equipa me pareceu mal preparada...

Se JJ tem coisas a melhorar, é obvio que tem e principalmente nas bolas paradas defensivas e ofensivas, mas daí a ser o principal problema do Benfica ainda vai uma boa distância (na minha opinião)...

Como é obvio, nem eu nem o sr. sabemos qual o tempo que JJ vai ficar no Benfica, contudo, a sua estabilidade depende de vários factores, os adeptos são um deles (uns estão com ele, outros não), outro é a equipa (pelas ultimas exibições parace-me que estão) e por fim outro é a direcção (que tenho a certeza que estão). Assim, penso que apartir do momento em que os 1ºs não tiverem com o treinador ele deixará de ter condições para liderar a equipa. Julgo que esta epoca será a ultima chance que terá para ganhar o campeonato, apartir daí estou consigo(pelos motivos que enumerei).

Por fim, eu tb não sou do Vieira ou do JJ mas quando se discute os problemas eles têm de ser identificados, analisados e se possivel solucionados, nesse sentido era isso que tentava ao discutir este tema consigo, mas pelos vistos, nem sempre tem capacidade para ouvir os argumentos de outros...

Ou então não estamos a discutir aquilo que acha errado no Benfica...

Ps: Penso que o post que discutimos é abrangente ao ponto de incluir o que estamos a debater, se acha que é falar de clubes e não é para isso que aqui está não responda....

Joao Fernandes

Miguel Martins disse...

João Fernandes: "Não me recordo de ler nos seus comentários deste post referências a soluções... Se as deu quais são concretamente?" Não posso escrever o mesmo em todos os posts... por favor os comentários no post "benfica" de julho deste ano e alguns mais á frente (mas aquele em especial). "Pôr um treinador novo? Quem? Ir para eleições a meio do campeonato quando o presidente teve o apoio que teve?" Por 4 milhões/ano já dei ao Baggio dez nomes e todos mais baratos! (está num post anterior qualquer, talves nos do Ola John). Quanto ao presidente... foi eleito por uma maioria esmagadora, mas pessoalmente quando for impossivel matematicamente cumprir a principal promssa eleitoral (3campeonatos+1final+50modalidades) deve por coerência colocar o lugar a disposição e marcar eleições. Não percebo a lógica do comentário sobre o Arsenal! "Quanto ao merecimento ou não (...) a não ser na final da taça, em que a equipa me pareceu mal preparada..." A questão passa um pouco por aí... falta constantemente um bocadinho! E faltar esse bocadinho não significa estar perto, significa falhar... A unica constante é a falha! "Se JJ tem coisas a melhorar, é obvio que tem e principalmente nas bolas paradas defensivas e ofensivas, mas daí a ser o principal problema do Benfica ainda vai uma boa distância (na minha opinião)..." Um treinador de 60 anos, arrogante e com a mania de ser dono da verdade ainda tem de apreender? Se é para aprender que contratem um de 20 anos que tem mais tempo para aprender! Este todos os anos aprende qq coisa mas fica sempre curto... A questão das bolas paradas é particular entre mim e o Baggio, em que eu defendo que o benfica sofre muitos golos nestas situações e o Baggio defendia (acho que mudou um pouco de opinião) que não. "Julgo que esta epoca será a ultima chance que terá para ganhar o campeonato, apartir daí estou consigo(pelos motivos que enumerei)." A história do JJ no benfica resume-se deste modo: campeão no 1º ano. No 2º ano foi o Roberto, o Emerson e os árbitros. No 3º ano o Porto troca treinador, perde o Falcão (era a 1ª ultima oportunidade de JJ) e ganha na mesma, mas a culpa foi do Proença (e sim, claro que foi fora de jogo). 4º ano o Porto perde o Hulk (2ª ultima oportunidade) e ganha na mesma, mas aqui a culpa foi das vendas do Javi e do Witsel, mas esquecem-se que foi devido a essas vendas que se apostou no Matic e no Enzo. 5º ano o Porto perde Moutinho e James... resultado? Já se anda a arranjar desculpas para o JJ! "mas pelos vistos, nem sempre tem capacidade para ouvir os argumentos de outros..." EU gosto bastante de ouvir e discutir argumentos e ideias... mas no seu post não vejo grandes argumentos para rebater, concordar ou discutir, foi na sequência do comentador anterior que me acusava de ser portista e foi a isso que eu respondi! Peço-lhe que dê uma vista de olhos nos posts que lhe referi onde há discussão de argumentos e depois se continuar com a opinião que não apresento argumentos aceito-a (embora discorde).