Posse de bola no Facebook

Translate

sexta-feira, outubro 11, 2013

Formação

Ronaldinho, escrevia assim em 2009

"A questão é que os dirigentes fartam-se de dizer que querem fazer do Benfica um grande europeu, pois bem, eu sugiro aos nosso dirigentes que comecem então a aprender com os grandes europeus que têm sempre nas suas equipas vários jogadores formados no clube, ou jogadores da nacionalidade do país em questão.
Após uma breve reflexão verifiquei que é bastante fácil perceber as vantagens que traz apostar na formação, mas é muito difícil tentar entender razões para a falta de investimento nos "putos".
Contras:
- A única grande desvantagem que consigo imaginar ( e nem sequer concordo muito que seja desvantagem ) é a falta de experiência que pode condicionar um pouco o jogador e resultar em erros e exibições bem abaixo do potencial que pode ter, tornando-o um jogador que não acrescenta qualidade à equipa.
- Também pode acontecer que, quando realmente se torna num bom jogador este tenha demasiada ambição ou falta de profissionalismo e force a sua saída do clube, perde-se um jogador bom e consequentemente influente e isso é chato mas pode acontecer com qualquer jogador.
Prós:
-Se há coisa que os jogadores novos têm é vontade de jogar à bola e daí resulta um jogador que nunca precisa de ser motivado para jogar.
-Jogadores novos têm mais vontade em aprender e melhorar.
-Podem dar grandes negócios pois podem ser vendidos por muitos milhões e não custaram nada.
-Têm salários muito reduzidos quando são promovidos.
-Estão identificados com o clube por isso a adaptação é rápida.
Podia mencionar mais vantagens mas penso que toda gente concorda que são mais que as desvantagens e era isso que queria demonstrar. Agora pensem, não seria fácil a qualquer clube pelo menos promover 2 jovens por época? Se não se revelarem boa aposta então sim, emprestar, vender ou mesmo dispensar são opções mas só depois de dada a oportunidade aos mais promissores. Julgo que o maior motivo para a falta de aposta ( do Sporting pelo menos ) é a falta de resultados que pressiona os dirigentes e equipa técnica a comprarem jogadores que (teoricamente) asseguram qualidade visto que os jovens são sempre vistos erradamente como uma incógnita. Pior são os clubes que acham sempre que o carro do vizinho é sempre melhor que o nosso, estou a referir-me ao Benfica no caso de se confirmar a vinda do Rodrigo e do Alípio (este, para quem não sabe, já esteve no Rio Ave) pois não representam mais certeza que o Nelson Oliveira mas, como são made in Madrid já têm selo de craques!
Gostava apenas que a federação, à semelhança de outros países, obrigasse os clubes a inscrever cada vez mais jogadores formados no clube e impusesse restrições na quantidade de jogadores inscritos para que haja sempre "fartura" na quantidade e qualidade dentro da nossa selecção."
Quero a isto acrescentar que o caminho que o Sporting tentou trilhar, deu exactamente naquilo que esperava. E agora, parece retomar o caminho do sucesso, com um desenvolvimento sustentado na aposta em jogadores formados localmente. Há quem diga que a equipa B é um bom local para desenvolvimento dos jovens valores do clube, coisa que não nego, se estivermos a falar de jogadores no primeiro ano de sénior. A partir daí, o que os "miúdos" mais precisam, é de jogar regularmente num campeonato de maior exigência, acompanhados de melhores jogadores, para que possam acelerar a sua evolução. Hoje o Sporting joga no seu 11 inicial com seis jogadores da formação (Patrício, Cedric, William, André Martins, Adrien, Wilson Eduardo), que se alguém dissesse que tinham mais que qualidade para serem titulares do Sporting, há um ano, toda gente ria e protestava. Hoje, como até têm conseguido resultados (nada que não estivesse a espera), todos reconhecem a qualidade dos jovens jogadores, inclusivamente, começam a ser soluções, óbvias, para a selecção nacional. Qual é a diferença entre estes jogadores e muitos outros da formação do Benfica, ou do Porto?! A diferença é que ninguém aposta nos outros, como tal, não se desenvolvem e até lá, ainda que tenham qualidade, ninguém o vai perceber.

Fiz uma breve pesquisa sobre os vencedores das últimas 14 edições da Champions:

Bayern - 5 jogadores nacionais no onze inicial, e não eram 6 porque Kroos estava lesionado. Outra curiosidade é que o finalista vencido, Dortmund, tinha 7.

Chelsea - 4 jogadores nacionais no onze inicial. O finalista vencido, Bayern, tinha 8.

Barcelona - 8 jogadores formados no clube no onze inicial, Puyol começou no banco, seriam 9. O United, finalista vencido, tinha 4 jogadores nacionais do 11, e 4 jogadores da formação do banco.

Inter - 0 jogadores nacionais no onze inicial. O finalista vencido, Bayern, tinha 5.

Barcelona - 7 jogadores formados no clube no onze inicial. O United, finalista vencido, tinha 5 jogadores nacionais no 11.

Manchester United - 6 jogadores nacionais no onze inicial. O finalista vencido, Chelsea, tinha 4.

AC Milan - 7 jogadores nacionais no onze (5 formados no clube). O finalista vencido, Liverpool, tinha 3.

Barcelona - 3 jogadores nacionais no onze inicial, Xavi e Iniesta no banco. O Arsenal, finalista vencido, apresentou 2 jogadores formados no clube mais 2 jogadores ingleses.

Liverpool - 3 jogadores formados no clube jogaram de início. O finalista vencido, Milan, tinha 5 jogadores nacionais.

PORTO - 9 jogadores nacionais no onze inicial. O finalista vencido, Mónaco, alinhou com 6 jogadores nacionais no onze.

AC Milan - 6 jogadores nacionais no onze. Juventus, finalista vencido, alinhou com 6 jogadores nacionais.

Real Madrid - 6 jogadores nacionais no onze, mais 5 no banco de suplentes, sabendo que 10 desses 11 foram formados no clube. O Leverkusen alinhou com 7 jogadores nacionais.

Bayern - 5 jogadores nacionais no onze. O finalista vencido, Valência, tinha 4.

Real Madrid - 7 jogadores nacionais no onze, todos eles formados no clube. O Valência alinhou com 6 jogadores nacionais.

Conclusões: 10/14 clubes que venceram a prova na últimas 14 edições, tinham, pelo menos, 5 jogadores nacionais, ou formados localmente, no onze inicial, 71%.
Sobre os finalistas vencidos, a percentagem desce ligeiramente e 9/14 clubes, tinham, pelo menos, 5 jogadores nacionais, ou formados localmente, no onze inicial, 64%.

Se reduzirmos o número de jogadores nacionais, ou formados localmente, para 4 ficámos com 11/14 dos clubes vencedores e 13/14 dos clubes vencidos.

O Benfica quer transformar-se num grande, chegando regularmente as fases decisivas da maior prova europeia de clubes, parece-me que não está a ir pelo caminho certo.

23 comentários:

Pedro Mendes disse...

Acho que isso de quererem fazer do Benfica um grande europeu é conversa para os sócios... Daquelas promessas de campanha que não são atingidas..

Um grande europeu joga regularmente com qualidade.. mostra brilho ao jogar.. pode falhar um ou outro jogo (todos erram). O Benfica não o faz..

Um grande europeu investe nas formações, completando a equipa com algumas boas contratações externas. O Benfica não sabe fazer contratações nem apostar na formação.

Parece-me que o Benfica se está a tornar uma empresa com fins lucrativos. Jogadores que são comprados para serem emprestados por um mínimo de 1M €, ficando ao clube que recebe o jogador tratar do seu salário. BenficaTV que é criada para lucrar com os jogos feitos em casa para o campeonato (mas foi bom para quebrar o monopólio da sportv). Cláusulas milionárias que não fazem sentido nenhum - há tanto jogador do Benfica com uma cláusula estupidamente grande que quando é comparada ao "talento" desse jogador só dá para rir..

Completando os prós que o Ronaldinho enumerou ainda diria que jogadores que vêm da formação têm sempre uma empatia enorme. Conhecem-se desde miúdos, sabem como os colegas pensam.. sabem onde podem meter a bola porque ele vai lá estar..

Tenho pena de ver o meu Benfica tão próximo do Sporting (acho que nem chega a 4km de distância) e não conseguir ver onde o Sporting consegue ser superior...

Os clubes portugueses, o campeonato português e a selecção portuguesa tinham a ganhar se investissem nas camadas jovens..

Rafael Antunes disse...

Excelente a "estatística". Demonstra uma relação entre Processo e Sucesso, embora não responda a todos os factores dessa relação, como é óbvio. Mas é um principio, dá que pensar.

O que a mim me parece é que o nosso país não é um país de processos. A nossa cultura não é essa!!! Nós somos um país de "desenrrasque-se quem puder".

Queremos ombrear com os tubarões, mas em vez de olharmos para os Processos que os levam ao nível que estão e aprender o que debom há para aprender, desenrrascamo-nos e contratamos qualidade. A formação da qualidade é um fait-diver... aqui é geração expontânea... Acredita-se nos iluminados, os outros são só pra encher!!!!!

A juntar a isto, há os passivos monstruosos, os clubes não têm "tempo", têm de comprar cedo e barato, pra vender por milhões... Senão são engolidos pela economia em decidiram meter-se.

Ás vezes penso que o que precisamos é de um susto, daqueles em que tudo fica em causa... Para parar e pensar no que realmente queremos ser!!!

Cumprimentos

DC disse...

Eu acho que a questão da formação tem mais a ver com a estabilidade.

Por exemplo, o Real Madrid dos galácticos, não foi campeão europeu á custa da formação, mas sim do Zidane, Figo e companhia. Mas só foi campeão europeu nos anos em que o Del Bosque segurou o balneário.

Acredito que uma equipa sem jogadores formados pode vencer a Champions, agora não acredito que uma equipa que faça 15 contratações novas por ano e mude de treinador de 2 em 2 anos o possa fazer. Equipas como o City, se segurassem o treinador e as principais referências durante 4 ou 5 anos, podiam vencer a Champions.

Para mim esses jogadores formados são muito importantes é na ajuda que dão à disciplina e motivação num balneário.
Olhando para o Porto de AVB, (que venceu uma competição menor, mas de qualquer forma foi uma equipa bem sucedida), quantos jogadores nacionais tinha? Mas neste caso tinha um treinador portista ferrenho, que acabou por ser ele, em vez do Jorge Costa e Vitor Baía a servir de motivador do grupo.

Roberto Baggio disse...

DC,
Sim concordo contigo que foi campeão a custa deles, mas tinha nada menos que dez jogadores da formação nessa final, por exemplo. Isso diz alguma coisa sobre o equilíbrio que havia entre contratações e jogadores locais. Não digo que se deva só apostar na formação. Mas diz-me, por exemplo, qual é a diferença entre ter Rodrigo no Plantel ou ter apostado em Nelson Oliveira?! 8/9 milhões de diferença? Já nem lembro do valor. E é essa a crítica que faço. É preciso equilíbrio e dar oportunidades a formação, se não, porque é que se gasta tanto dinheiro com centros de formação? Faziam uma equipa sénior, e pronto, já estava.

Anónimo disse...

Concordo que nao ha grande aposta nos jogadores portugueses, e certo. Para mim, o mais grave nao eh o benfica e o porto fazerem uma aposta neles. Alias, estes dois clubes tem tido muito sucesso nas competicoes europeias, com valores mto mais baixos de orcamentos. Poderemos falar de extremos no porto que ha anos lancou uma serie (dizia se que eram melkhores que o quaresma) deles: ivanildo, helder barbosa, vieirinha, candeias etc. Achas que algum destes jogadores tem qualidade suficiente para integrar um porto com hulk, james, etc? Penso que nao....comparar nelson oliveira a rodrigo, penso que é crime. O rodrigo apenas nao esta talhado para este tipo de jogo, 442.....ele na selecao espanhola sub21 marca e marca e marca, o nelson oliveira, nao o vejo a marcar.......e acho que ha movimentacoes mt interessantes do rodrigo, coisa que o nelson oliveiran ao tem. Posso falar do andre gomes? Ele tem qualidade para jogar no benfica? Questiono porque se calhar o bernardo tem e nao vai ah principal. Sera que o cancelo eh melhor que o maxi??sem duvida, mas acho que ate o andre almeida e.....o sporting lanca jogadores, mas os resultados nao podem sequer estar proximos (mais proximos como tantas vezes falas) do sucessod esportivo.

Anónimo disse...

Agora voltandoaco inicio do meu topico. O grande problema vem da formacao, no criar linhas para criancas jogarem.....sao formatados. O jogo sai umpxco ao lado daquilo que eh habitualp ara eles, sao erros atras de erros....estes tecnicos formados com licenciaturas (tb tenho uma em edfcisica) que vao para osi nfantis querem ser campeoes, comu ma equipa mt "organizada" e competitiva, mas que so coloca os putos de 2 metros a competir e deixa metade de fora, maior parte dos jogos porque nao sao bons para o que eles querem......!! Tamos com hrande deficit de qualidade de formacao.......valente, volta para o paredes jaaaaaaaa ;)

DC disse...

Sim Baggio, eu no tempo de Vieirinha e Paulo Machado, sempre defendi que o Mariano, Tarik e companhia não eram melhores do que eles em nada. As contratações devem ser de jogadores claramente acima da média, o resto deve ser aposta na formação.

Agora, também acho que se pode vencer tudo sem ter jogadores da formação. Mas para isso é preciso uma equipa e um treinador estáveis.

Roberto Baggio disse...

Sim acho que Hélder Barbosa e Vierinha tinham essa capacidade para integrar o plantel. Qualquer um deles é melhor que o Varela ou que o Mariano como foram referidos, até mesmo do Tarik... Melhores ainda que Kelvin, e cia...

Quanto ao Nelson, dá-lhe, no Benfica os mesmos jogos que o Rodrigo fez, e talvez se note uma diferença. Nos sub20 o Nelson também era o maior. No último mundial de sub21 viu se a grande qualidade do Rodrigo... Zero zerinho... A única coisa que ele tem de interessante são os movimentos nas costas dos defesas. Tecnicamente o Nelson não perde nada para ele, fisicamente idem, ao nível de jogo Nelson pode dar muito, mas muito mais do que Rodrigo possa sonhar. É só dar-lhe jogo, como não tem tido ao contrário de outros.

Quanto ao André Gomes, acho um jogador interessante. Mas ao contrário do que defendo com outros jogadores, acho que deveria ser emprestado para jogar regularmente num clube de primeira divisão e aferir-se sobre o seu real valor.

O Sporting lançou jogadores este ano. Depois de Paulo Bento ter saído aquilo foi só contratar e contratar. Dentro de quatro anos, logo veremos onde andam, com a aposta que têm feito este ano.

Pode até não haver qualidade nos treinadores da formação. Mas há qualidade nos jogadores formados. Claro que isso nunca se confirma porque não sei aposta realmente neles... Ou fazer um jogo por mês é aposta?! Isso não é nada.

DC,

É disso mesmo que falo. Quando se contrata, tem que ser para melhorar, nem pode haver dúvidas. Para dúvidas há a formação que custa quase zero.
Claro que se pode vencer de todas as formas, com ou sem formação. Se juntares os melhores do mundo no Paços de Ferreira, vais ser campeão e ganhar a champions e nenhum foi formado lá. Só que não é sustentável teres os melhores do mundo. Assim como não é andar todos os anos a gastar milhões. Daí os clubes andarem com passivos, uma coisa que não deveria existir.

Gonçalo Matos disse...

Neste país há um grande problema: a aposta na formação (ou no jogador jovem portugues) só surge como ultimo recurso. E o ridiculo é que quando se aposta tem-se resultados tão bons ou melhores que anteriormente e com muito menores orçamentos. Aconteceu com o Guimarães e com o Sporting e era bom que acontecesse o mesmo com mais uns quantos.
Só pra tentar ilustrar o que quero dizer, o Licá e o Gonçalo Santos do Estoril foram jogadores da Académica enquanto jovens. Ninguem viu potencial neles na altura? Será que só recentemente aprenderam a jogar?

Outra coisa que esperava que alguem referisse é a falta de sentido de oportunidade que os clubes de segunda linha têm. Como é que não há nenhum clube de primeira divisão que baseie parte do seu recrutamento nos jovens dispensados pelos três grandes??

O que vale é que os clubes cada vez mais têm de reduzir custos e por isso apostam em portugueses.

João disse...

Baggio, com o (re)aparecimento das equipas B a aposta em jogadores da formação será mais fácil. Até pela maior exposição que existe destes jogadores aos adeptos (i.e. agora toda a gente sabe quem é o Bernardo Silva) e permite que estes também consigam ter uma ideia do valor de um jogador.

Ainda assim, o objectivo das equipas B está comprometido à partida porque os clubes (e aqui estou a generalizar, pelo que se passa no meu Benfica) preferem ganhar jogos em vez de ganharem jogadores. Ainda assim, parece-me que o caminho seja por aqui: integração progressiva de jogadores formados no clube na equipa principal, passando pela utilização regular nas equipas B.

Espero para ver...

Roberto Baggio disse...

João,

Concordo com tudo.

Yilmaz disse...

Eu gosto mais de Nélson Oliveira que do Rodrigo,porque é bem melhor entre linhas...

http://youtu.be/vsrkKkHr8vk?t=1m6s

Bem mais "criativo"..

Edson Arantes do Nascimento disse...

Opá granda treta!

Ou são bons ou são maus jogadores. O resto são balelas para enganar tolos. Ou se trabalha bem ou se trabalha mal.

Hoje entrámos na lógica da conversa de café?

O Rodrigo tem mais qualidade do que o Nelson Oliveira. Isto é óbvio. Sobretudo a 9. E depois vir dizer que na selecção espanhola ele joga "zerinho zerinho". Bem!... Estamos a brincar aos futebóis.

Raramente vi tanta demagogia neste blogue.

Acho engraçado colocarem aqui exemplos tipo o Chelsea, o Milan, o Inter, o Real (só faltava dar o exemplo do Arsenal)... LOL Até na formação destes gajos há estrangeiros para todos os gostos.

Assim de cabeça poderia ficar aqui o ano inteiro a desmentir-vos - e nem precisava do google para nada.

Vamos ser sinceros e objectivos: o único clube na Europa que assume a formação como factor-base para o seu sucesso é o Barça. Mas há quanto tempo começou este processo?

No mínimo há 20 anos. Com a escola holandesa e a preponderância que o Cruiyf teve no clube. A todos os níveis. Mesmo assim podem apresentar onzes com quatro, cinco, seis ou mesmo sete estrangeiros...

Os outros grandes clubes - daqueles que lutam para ganhar tudo - não centrsm a sua estratégia na formação. Mesmo os que têm limitações na utilização de jogadores de fora da UE! (como em Inglaterra, Espanha, França - bem, mas estes têm os africanos... é sempre a gamar jogadores às ex-colónias.)

Portanto, qual é o objectivo deste texto?

Se me disserem assim: por várias razões (económicas, sobretudo) os clubes portugueses devem investir e fazer um trabalho sustentado na formação! Certo.

Quais os objectivos? (na minha opinião)

1- Fomentar o desporto e a actividade física de forma saudável.

2 - Proporcionar ambientes competitivos e de excelência e de interacção aos jovens.

3 - Formar jogadores profissionais, mesmo que seja para actuar em clubes inferiores aos "grandes" e nas diferentes divisões.

4 - Alimentar as selecções nacionais de forma a que, directa e indirectamente, se possam cumprir os pontos 1, 2 e 3.

5 - Proporcionar a entrada de dinheiro que possa sustentar este ciclo (que deveria ser virtuoso).

Agora, se os clubes portugueses querem - como querem as suas direcções, sócios e adeptos - andar na Europa a fazer boas figuras têm de manter o "mercado" aberto. Para poderem ter qualidade.

Ao contrário do que dizem no texto, o Sporting é um bom exemplo de como a falta de boas decisões ao nível da contratação de jogadores rebentou por completo com um clube.

Aquelas equipas do Paulo Bento, cheias de jogadores da formação (alguns deles horríveis), faziam exactamente o quê?

Um futebol miserável, eliminações constantes na Europa, 11-1 contra o Bayern, consecutivos segundos lugares no campeonato (pelo menos isso), um Moutinho a valer menos de cinco milhões de euros, Farnerud a jogar na ponta esquerda e só faltava o Missé Missé a ponta-de-lança. Ah... Espera. Tiveram o Rodrigo Tiuí.

Com as finanças a rebentar por todos os lados. É isto que vocês defendem? Esta mediocridade?

Os campeonatos da Rússia, da Turquia, da Roménia, da Ucrânia, e até do Chipre (até há dois ou três anos) pagam melhor do que em Portugal. O Rui Pedro, no Cluj, ganha quanto por mês? E o Cadú?

A tuga deve estar aberta, como já disse o JJ por diversas vezes, e eu concordo, a formar jogadores de todas as partes do mundo. Para mais tarde serem colocados noutros clubes. Não tem mal nenhum. Pelo contrário.

Roberto Baggio disse...

Algumas vezes viste este tipo de demagogia que se prendem com a ideia romântica de valorização do que é português. A minha ideia romântica que apenas é sustentada pelo argumento do que o é português tem qualidade, e o jogador português tem aos montes e o jogador português é preterido, normalmente, para outros de pior qualidade.

Não concordo que Rodrigo tenha mais qualidade que Oliveira, de forma alguma, por exemplo. E por exemplo o Rodrigo teve mais oportunidades que ele.

Gonçalo Matos disse...

Edson,

"Ou são bons ou são maus jogadores. O resto são balelas para enganar tolos. Ou se trabalha bem ou se trabalha mal."

Ou então, trabalha-se os bons pra que sejam muito bons e os razoaveis para que sejam boas alternativas aos titulares. Eu vejo as coisas desta forma mas cada um vê como quer. Prefiro ter o Ponde e o Mané no banco que o Schaars e o Elias, ao menos os putos têm margem de progressão e não ganham milhoes. Pra mim, se é pra vir um estrangeiro, que seja melhor que os que cá estão, mas que a qualidade seja indiscutivel (como o Montero), se não, mais vale jogar-se com um português.

Ainda, todos os clubes que referiste formam jogadores com qualidade pra entrar na equipa senior e jogar ao lado dos melhores estrangeiros do mundo. Isto é boa formação e está enquadrada no modelo de gestão do clube. E no caso do Benfica? Será que é preciso ter tanto estrangeiro quando é claro que há qualidade nos juniores e Bs portugueses?

Anónimo disse...

peco desculpa mas o que acham do leandro borges dos sub 21 do Estoril?


andre

Luis Santos disse...

andre, até fui confirmar ao zerozero se era o mesmo que estava a pensar e tem lá um vídeo dele:
http://www.youtube.com/watch?v=FGKezce_JJw

Vi um jogo do Trofense no ano passado e chamou-me a atenção, mas ainda não tive oportunidade de ver mais nenhum jogo completo dele. Bom toque de bola e velocidade, sobretudo.

emanuel melo disse...

Boas, eu concordo com quase tudo o que foi dito aqui. Quanto ao Rodrigo, acho que quando começou a marcar alguns golos, gerou-se um clima de grande alvoroço de volta dele, e a comunicação social, acabou por fazer dele, mais daquilo que ele realmente é, com isto não estou a dizer que o Rodrigo não seja, na minha ótica, um bom jogador. Por isso.. acho que aquela desculpa do jogo com o Zenit, ja está gasta. Hoje em dia o que não faltam são jogadores com lesões, que meses depois das mesmas, já estão em forma, apesar disto variar de atleta para atleta. O exemplo que daria para comparar com o Nelson, seria o Funes Mori. Não se percebe a politica de contrataçoes adotada pelo benfica. Quero é ver o destino que terá o Bernardo.. Para mim, um dos melhores produtos a sair da formação dos ultimos anos.. da luz.
Cumprimentos a todos

Anónimo disse...

Bagio, concordo com mta coisa que dizes.....oliveira melhor que o rodrigo??? Com que bases dizes isso??o oliveira ja jogou , como o rodrigo, em outros clubes....lembro me de o bnfica ter perdido um campeonato, porque o oliveira ti ha que ir ao europeu, ou mundial na altura e fez toda uma rpoca sem ninguem o ver, e na fase decisiva coloram a jogar.....isso lembro.me!!!

Gaitan, ola john, salvio, carrilo, hulk, james, criatian rodriguez etc etc.......algum deles encaixa???vieirinha? Joga onde? Helder barbosa, nem no braga.....ivanildo, nao jogava no olhanense ou portimonense veio paara a academica e nao joga......!!!

Agora vou te perguntar asssim: porto e benfica, diz me um gajo portugues, novo ou velho que entrava no 11 facil..........nao ha.....!!! Por algum motivo, temos feito coisas interessantes la fora.......!!!somos o pais que mais oferece jogadores a grandes clubes tirando bayern e barca....!!

Sem duvida que deveria os apostar, mas e a qualidade?onde anda?oportuninades? Quais oportunidades???? Eh preciso chegar aos treinos e mostrar......!!! O rio ave lancou um ponta chamado hassan.....pergunta ao treinador de juniores se alguma vez apanhou ponta tao bom como aquele em pt......por certo saberas a resposta.

Ha pt bons, sem duvida......olha pa nossa selecao de hoje: almeida, antunes, veloso, micael, hugo almeida......!!! Depois josue nelson oliveira.....nao do costa..............!!!! Ronaldo a jogar e a pensar.....vou passar a bola a este, mas ele vai perder....eh melhor para outro.....uiiiiiiiii, mas tb vai perder.....!! As maos na cabeca, nao significa o falhanco....significa sim, a frustacao de naomhaver o minimo de qualidade.?...acredita!!!

V disse...

Só tenho a acrescentar um factor:

Identificação com o clube que nos deveria representar.

Ganhar a Liga dos Campeões com 11 Estrangeiros, a maior parte deles mercenários que nada têm a ver com o clube, ou com o país? Qual é o regozijo que há nisso?

Preferia estar a lutar pela manutenção com 11 jogadores da formação do que a lutar pelo título na situação corrente.

Torcer por estes jogadores é como fazê-lo com outra equipa qualquer de outro campeonato qualquer. Simplesmente jogam com a nossa camisola ao peito.

Gonçalo Matos disse...

Anonimo

"Gaitan, ola john, salvio, carrilo, hulk, james, criatian rodriguez etc etc.......algum deles encaixa??"

São os tais que têm qualidade indiscutivel nas suas equipas.

"vieirinha? Joga onde? Helder barbosa, nem no braga.....ivanildo, nao jogava no olhanense ou portimonense veio paara a academica e nao joga......!!!"

Sim, é verdade. Então e o casos do Vitor, Licá, André Leão, Gonçalo Santos e por aí fora que tiveram de jogar em divisões inferiores ou em paises estrangeiros piores, e que surgem aos 20 e tal porque o país tá cheio de estrangeiros? Repara que os que referes têm uma coisa em comum: extremos de drible fácil.

"Agora vou te perguntar asssim: porto e benfica, diz me um gajo portugues, novo ou velho que entrava no 11 facil..........nao ha.....!!!"

André Almeida na direita no Benfica, sem nada forçar. Ou então Silvio.

"Por algum motivo, temos feito coisas interessantes la fora.......!!!somos o pais que mais oferece jogadores a grandes clubes tirando bayern e barca....!!"

Sim, isso é positivo. Mas e o estado em que ficará a nossa selecção se só formarmos e evoluirmos estrangeiros? Na ultima convocatoria do PB estavam 11 jogadores formados no Sporting. É quase metade da convocatória! Se não apostarmos nos portugueses ninguém vai faze-lo por nós.
Vamos ter Porto e Benfica na champions a passar o grupos (talvez) mas depois vemos europeus e mundiais no sofá a torcer pelas selecções dos outros porque a nossa não vai ter o minimo de qualidade.

Luis Vilhena disse...

A verdade é que os jogadores formados nos últimos tempos em Portugal não são de qualidade elevada. Formamos bons jogadores, mas não TOPS. E isso é claro. Desde a geração de 88 (R. Patricio e Coentrão) que não sai um jogador de nível.

E A CULPA É ESSENCIALMENTE DA NOSSA SOCIEDADE E DA CENTRALIZAÇÃO DO FUTEBOL NOS 3 GRANDES.

QUADROS COMPETITIVOS. Essa desculpa constantemente utilizada por treinadores e directores dos 3 grandes é 0. Vejam como são os quadros competitivos nos restantes países europeus. Ou queriam um campeonato só de 3-4 equipas? Em Espanha, nos Juniores!, o campeonato que decorre o ano todo é o regional e os vencedores juntam-se num torneio para decidir o campeão.

Como querem competitividade se vão sacar tudo o que é bom jogador aos outros clubes?

Vejam as selecções dos outros países e quantos clubes são representados nas selecções jovens? Muitos. Mesmo em Espanha em que existem 2 grandes clubes (Barça e Real), as selecções têm jogadores de 8, 9, 10 clubes… Como são feitas as selecções portuguesas? Benfica, Porto, Sporting e às vezes 1 doutro clube só para disfarçar. O que faz com que nos outros países, 1 dezena de clubes tem 2-3 internacionais para lançar. Agora em Portugal os grandes têm 10, 12, 15 para lançar? Que é isso?

Depois a vontade dos 3 grandes ganharem competições jovens a todo o custo. Vejam a classificação dos juniores do Anderlecht no campeonato de S19 da Bélgica. Ou do Barcelona… Quantos campeonatos ganham? A diferença é que em todos os países os jogadores TOP jogam 1 escalão, às vezes 2 acima. Contra jogadores 3-4 anos mais velhos. No Nacional. Grimaldo com 15 anos jogou no Barça B. O que acontece aqui é que os melhores jogam no escalão deles porque têm que ganhar. Quanto muito metem de vez em quando 1 jogador de 1º ano a jogar na equipa de 2.º ano. Mas quantos iniciados jogam nos juvenis dos 3 grandes? Ou quantos juvenis jogam nos juniores ou nas equipas B? Muito poucos. O Anderlecht mete um juvenil a titular da equipa senior e os benfiquistas ficam todos contentes porque os sub-19 do Benfica completos goleiam os sub-18 do Anderlecht sem as grandes referências. PRIORIDADES DIFERENTES.

Depois, a sociedade portuguesa. A sociedade em si não ajuda ao desenvolvimento das capacidades volitivas dos jogadores dos 3 grandes. Esses miúdos crescem a fazer o que querem. Vão para a escola e são os “deuses”. Faltam à escola e é tranquilo. Chumbam e é tranquilo. A personalidade deles não é para ser jogador de top.

Anónimo disse...

Goncalo

Lica jogara no porto durante mt tempo? Tem qualidade? Andre leao, jogara em que clube? Benfica?...? Porto??? Sporting??? Vitor eh mt bom jogador, mas nao sera facil, joser titular no sporting....apesar de gostar mt, ainda por cima eh da minha zona e acho que chegou tarde, é certo...tb temos o romeu, que vai dar mt que falar e chegou tarde. Agora pergunto-te: qual destes jogadores, deveria jogar numa selecao de topo mundial?

Sem duvi da que o andre almeida deve jogar primeiro que o maxi. Mas pq nao o ruben amorim? Mas achas que nao eh o ponto mais fraco do benfica? Laterais?

Temos que ver, que o nosso seleccionador gosta mt dos seus jogadores: falast em andre leao, vitor, posso acrescentar manuel fernandes....alguns dos que deveriam ser convocados. Nao falo dos jogadores que ele se zangou.......!!

Agora pega na nossa seleccao e ri.te. Andre almeida? Ruben micael? Hugo almeida? Mas isto eh brincar??? Dp o "ronaldo" na selecao nao joga nada....!!!claro........estamos fracos e nao eh por causa do benfica e do porto, mas sim porque a politica das nossas seleccoes ef ederacao, nao ajuda e estamos a ter frutos disso!!! Ainda conseguimos remediar, porque ha sp uns casos ouoxutros de jogadores que ainda vao tendo sucesso!!

Agora volto a fazero utra pergunt: quantos jogadores portugues, tem paciencia, para esperar e aproveitwr a sua oportunidade num grande? Querem todos ir embora, pq sao melhores e querem todos €€€€€€€ que o estrangeiro da mais.....!!!