Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, setembro 23, 2013

Tata Martino

Ventos de mudança em Barcelona...
Alternativa para a pressão, jogar bolas longas...

34 comentários:

DC disse...

Para um adepto como eu, do Porto e do Barça, passar de VP e Pep para PF e Tata é das coisas mais tristes que pode acontecer...

Yilmaz disse...

Ó DC,a diferença entre BítoPreira e Fonseca não tão grande que aquela que existe entre Pep e Martino.. ;)

Não vi o jogo do Porto(estava no PSG-Monaco),como é que foi?
A mediocridade do costume?...

A jogar assim,o Atletico do Cholo não perdoa!

Yilmaz disse...

Pensava numa coisa;porque não tentar um 4-4-2 losango...?

.............Helton..............

Danilo-Otamendi-Mangala-AlexSandro

.............Fernando.............

.......Lucho..........Josué(Defour?Izma?)....

............Quintero...............

..................Licha(Ghilas?)....
...........Jackson............


Eu jogava assim!

Anónimo disse...

Como te compreendo DC.

Apesar de ter discordado de ti no outro tópico, e de continuar a achar que tenho razão em muitas coisas (principalmente no Varela+Licá, repara ontem o Quintero faz uma recepção melhor no primeiro lance do que os outros dois fazem em 3 jogos, e no mesmo espaço com mais um jogador na oposição), tenho que te dar razão a nível do Lucho: não está a funcionar, os sectores estão muito distantes em todos os momentos. Não percebo como se passou do jogo do Marítimo para isto.

Sobre o Barcelona, é um novo movimento de uma sinfonia condenada inicialmente. Não vale a pena com esta gestão, com estas ideias, não vale a pena. Eu partilho dos teus interesses clubísticos, mas este ano tinha muita esperança no Paulinho, já no Barça, estava a espera de algo mau. Não dá. Vale pelo Neymar que está a evoluir. Vale por ver o Messi e os gestos técnicos do Xavi, Busi e Andrés. Vale, acima de tudo, pela pessoa mais injustiçada, pelo autêntico salvador, a par do Messi, o enorme Valdés. Uma pena tudo o que se está a passar. Desde levar filhos para o campo, até à política de contratações e ao modelo de jogo. Muito triste.

Mas, o Porto passa por cima disto. Já sabemos que se não formos campeões, somos para o ano com alguma facilidade. As coisas são sempre assim, e não vale a pena dar a volta. Já o Barça, é tão preocupante....

Cumprimentos,
António Teixeira

PS: Claro Ylmaz, e o Paulinho ainda pode dar a volta; relembrar que o Vitinho teve em situações semelhantes e foi o que foi. Já no Barça não digo o mesmo.
Abraço

Anónimo disse...

Yilmaz,

Eu continuava a apostar no 433, mas com Quintero/Josué no lugar do Varela.

Cumprimentos,
António Teixeira

DC disse...

"Não vi o jogo do Porto(estava no PSG-Monaco),como é que foi?
A mediocridade do costume?.."

Se te disser que sou portista fanático e acho que o resultado justo era 2-0 ou 3-0 para o Estoril, acho que digo tudo, não é?

Miserável mesmo!

DC disse...

Também gostava do losango. Aliás o VP jogava muito assim na época passada.

Aquela dupla de médios aliada ao Lucho encostado à frente deixa buracos enormes no meio-campo. Não percebo a teimosia de PF nessa táctica.

DC disse...

Claro António, se o PF reconsiderar algumas coisas acho que ainda pode ir a tempo. Mas tem que acabar com aquela treta de meio-campo. Parece que joga em 4-2-4 com um vazio no meio.

Quanto ao Barça é isso mesmo, vale pelos grandes jogadores. O Tata não tem unhas para aquilo, vai perder todos os jogos com grandes equipas a não ser que o Messi se lembre de marcar 4 ou 5 golos em cada um.

Yilmaz disse...

Lol escrevi "Licha" em vez de "Licá"... Talvez saudades do barbudo(que ganda "jugador")!.. ;)

António,

Concordo com Varela fora do onze;não tem classe pra jogar no Porto... É tipo um Vaz Tê!
Que va pra Inglaterra...

Anónimo disse...

Caros amigos,

Concordo DC, não existe meio campo. Nem o Tata, nem o Tito, nem o Tossel.

O Varela lá está, alguma coisa oferece, só não me parece que ofereça neste modelo. Acho que deviamos enviar uma mensagem aos adjuntos no facebook, talvez nos façam entender e dar-lhes razão. Licha, revejo-o no Ghilicha ;D

Cumprimentos,
António Teixeira

DC disse...

Se souberem quem são esses adjuntos digam-me que eu até lhes pago uma passagem para a Arábia para falarem um bocadinho com o VP. :)

Anónimo disse...

Caro DC,

Posso mandar-te por email se quiseres. Não público aqui. Mas mando se me garantires que, acaso os contactes, não será para atacar ninguém. Aliás, não espero isso de ti claro. :)

Cumprimentos,
António Teixeira

DC disse...

Claro que nunca o faria António. Mas honestamente nem tos vou pedir. Acho que eles devem acreditar bastante no que fazem e não seria uma opinião minha ou de quem quer que fosse pelo facebook que os faria mudar o rumo planeado.

Espero é que estejam tão preocupados com a equipa como nós (ao contrário do que o PF transparece no discurso) e que estejam a considerar mudanças no modelo.
Se por uma lado se diz que Roma e Pavia não se fizeram num dia, por outro o que nasce torto...

Faltam salvo erro 3 jogos para a análise aqui do blog. Estou impaciente hehehe

Yilmaz disse...

O problema com Varela é que é preciso o vender(no próximo mercato),e para o vender até lá é preciso o pôr em vitrina,no onze... (E se possível que dê alguns bons toques pra fazer crescer o preço..)

Anónimo disse...

Caro DC Yilmaz,

Compreendo. Mas penso que podemos sensibilizar as pessoas.

Yilmaz, o que dizes é MUITO importante.

Cumprimentos,
António Teixeira

Gonçalo Matos disse...

É engraçado reparar que agora, as pessoas começam a perceber o valor do trabalho do VP (os adeptos menos interessados nos modelos de jogo, tácticas etc). Pelo que via do Paços o ano passado, o Porto há-de melhorar. Mas compreendo a vossa frustração, até pela qualidade individual que a equipa tem. O Estoril é que continua muito bem. Acho que não surpreende ninguem se disser que colectivamente são a melhor equipa em Portugal.

DC disse...

Gonçalo, não imaginas as discussões que tive com portistas por causa do VP. Andei muito tempo isolado a defendê-lo, no 2º ano dele fui ganhando alguns "apoiantes" (essencialmente por causa de ter sido campeão, claro) mas foi sempre uma luta quase inglória.
Ao primeiro jogo mau lá estava toda a gente a dizer que a posse de bola não serve para nada, que o jogo é chato, etc...

Disse sempre, que com excepção da hipótese Pellegrini, o Porto nunca mudaria para melhor e acho que não me enganei.

E até te digo mais, hoje em dia se me dissesses para escolher o treinador para o Porto entre AVB, Mourinho e VP eu escolhia VP. Espero sinceramente que depois da Arábia tenha um projecto interessante num dos 4 melhores campeonatos europeus, porque merece.

Gonçalo Matos disse...

Analizando o ano passado, concordo contigo DC. Este ano não vi jogos da equipa do VP, mas acredito que esteja bastante bem organizada e com bom modelo de jogo.

Eu tive imensas discussões do género mas com malta que não do Porto. Que diziam que os resultados eram frutos da estrutura do clube, que qualquer um no FCP ganha, que não jogavam espéctacular.. E lá tinha de falar dos principios de jogo, da dinamica da equipa, etc.

E entre o modelo do Mou no Porto, AVB no Porto e VP no Porto? Ou a tua escolha já era em função disso?

Jorge disse...

DC

"Same here" e nao percebo tanto disto como os habituais frequentadores deste blog. Estava a torcer para que o VP fosse para a EPL no verao e ainda tenho esperanca que acabe num campeonato de top.

Luis Santos disse...

Gonçalo, agora o VP joga em 4-2-3-1 (pelo menos jogou no jogo que vi). Acredito que seja mais por força do plantel que tem à disposição do que por alteração do seu modelo. A defender não se nota tanta qualidade, mas suponho que seja pela menor qualidade individual dos jogadores (só vendo vários jogos é que poderia aferir isso). Ataque é que continua, como no Porto, um pouco entregue à criatividade dos jogadores. Na equipa tem Mossoró e Bruno César que estão claramente num nível superior ao resto do plantel e ajudam muito.

Anónimo disse...

Caros amigos,

Claro que o trabalho dele foi desvalorizado. Eu também só me fui dando conta da sua qualidade, dado que sou leigo, à medida que o Miguel e o PB iam postando.

Sobre o Villas Boas, Mourinho e VP. É difícil. Lá está, processos defensivos, era o VP. Ofensivos, era o Mourinho. Imprensa, era o Libras.

Não trocava o Pellegrini pelo VP nunca.

Cumprimentos,
António Teixeira

DC disse...

Gonçalo, só no Porto acho que optaria por Mourinho. A equipa de 2003 foi a que mais me apaixonou.
Mas não sei o que faria VP com Deco, embora Mourinho com Jackson e laterais como estes também pudesse fazer coisas muito interessantes.

AVB tinha um modelo mais desequilibrado, acho eu. Sem Falcao e Hulk não sei como seria.

DC disse...

Gonçalo, só no Porto acho que optaria por Mourinho. A equipa de 2003 foi a que mais me apaixonou.
Mas não sei o que faria VP com Deco, embora Mourinho com Jackson e laterais como estes também pudesse fazer coisas muito interessantes.

AVB tinha um modelo mais desequilibrado, acho eu. Sem Falcao e Hulk não sei como seria.

Gonçalo Matos disse...

DC,

O modelo do Mourinho com este plantel actual acho que dava um sonho bonito!

Luis Santos,

Vais fazer alguma análise aos gajos? Era fixe! =)

Luis Santos disse...

Gonçalo, jogos da liga não devem ter grandes dificuldades e nem sei se dá para encontrar. O que vi foi contra o Seul para a LC Asiática. Empataram esse jogo porque sofreram um golo logo no início, mas depois dominaram o jogo. Na 2a mão perderam e foram eliminados (não vi o jogo). Depois de amanhã já tenho mais tempo livre, talvez dê uma vista de olhos, mas não sei...
Queria ver o Nápoles do Benitez (não que goste dele, mas pela qualidade do plantel), já tinha preparado umas coisas sobre o Real Madrid mas depois deixei o texto a meio, At.Madrid também queria ver (principalmente por não usarem alas e jogarem em 4-4-2 em linha, pelo menos parece), Aubameyang e Mkhitaryan no Dortmund, PSG em 4-3-3, o novo Mónaco... Todos esses me parecem bem mais interessantes que o Al-Ahly de um treinador que já foi analisado ao detalhe aqui e no LE.
Não sei... Vai passando lá a partir de 4a/5a.

Gonçalo Matos disse...

Também é verdade, há mto mais coisas interessantes. Tenho ouvido coisas boas da Fiorentina, já viste este ano?

4a/5a lá estarei!

Anónimo disse...

Deixo aqui uma palavra de apreço ao Luís pelo seu blog, cuja leitura me dá muito prazer.

Cumprimentos,
António Teixeira

Gonçalo Matos disse...

Subscrevo o teu comentário António!

Luis Santos disse...

António Teixeira, obrigado pelo elogio!

Gonçalo, não vi muito. Só um bocado do jogo com o Paços e outro bocado de um jogo para a Liga (já nem me lembro contra quem...). Têm tudo para fazerem uma grande época. E aquele meio-campo é fantástico: Joaquin, Aquilani, Pizarro, Valero, Matías,... Só soluções. Ainda por cima, com as lesões do Cuadrado e do Gomez passaram a defesa a 4 e só 1 AV.

Anónimo disse...

Vale o que vale mas o vitor ganhou hoje 5-1 para o campeonato fora...

Daniel Santos

LGS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LGS disse...

Também subscrevo o comentário do António.


Obrigado Luís pelo que partilhas no teu blog! E obrigado também pelo comentário do outro dia em relação ao futsal (desculpa não ter agradecido mais cedo mas como o post já "ficou lá para baixo" estava à espera de uma oportunidade como esta para agradecer)

Luis Santos disse...

LGS, queria partilhar mais, mas o tempo não é muito... E futsal também era uma coisa que gostava de explorar. Houve um jogo muito interessante este fim de semana (Sporting 6 - Rio Ave 6), mas acho que não há maneira de ter o vídeo do jogo...

Gonçalo Matos disse...

LGS e Luis Santos,

li há pouco a conversa sobre o futsal. Tive alguma experiencia, inclusive com treinadores com boa formação e a agora que penso nao sei bem definir como a nossa equipa defendia. Ex: bola no ala contrário: o ala que o defendia punha-se entre ele e a baliza. O pivot fechava a linha de passe ou ao fixo ou do meio, o ala do lado contrário fechava dentro e o fixo dava a cobertura. Quando a bola estava no meio, muitas vezes defendia-se ao homem. Acho que é complicado defenderes à zona com tão poucos jogadores, contra uma equipa que saiba dar os apoios no meio.

Quanto à organização ofensiva, joguei quer em 3-1, quer em 4-0.
Em 3-1 joguei em modelos em que o pivot era referencia e as trocas faziam-se entre alas e fixo, mas também joguei num modelo em que o fixo não mexia (ou mexia pouco) e os alas alternavam de posições com o pivot.

Joguei em 4-0 (o que se chamava carrossel dantes) também em dois modelos. Um priveligiava entradas duplas (os jogadores movimentavam-se aos pares) e joguei num outro que basicamente consistia em conduzir a bola do centro até à linha de fundo e depois passar para o meio. Repetias isto até criar um desequilibrio no lado contrário ao da bola, e quando isso acontecesse metias lá o passe.

Acredito que hoje em dia, mesmo as equipas da distrital ja consigam alternar entre modelos e a maioria explora vários modelos ao longo do jogo.