Posse de bola no Facebook

Translate

segunda-feira, agosto 26, 2013

O "macio" meio campo de Ancelotti

O jogo vai na primeira parte, o Real Madrid joga, fora de casa, com o Granada e tem no seu meio campo Modric, Isco, Di Maria, Ozil. Na frente Ronaldo e Benzema.

A estatística, que vale o que vale, dá 71% de posse para o Real, 8 remates, 4 a baliza. Contra 2 remates da equipa da casa.

Que se perceba que o que define a maior ou menor valia de um qualquer sector, quando a equipa não tem a bola, é a velocidade a que reage as situações (entenda-se velocidade de percepção). Não é a velocidade a que se deslocam, não é a força que têm, não é o saltar mais alto.
Está instituída a ideia que colocar em campo jogadores com pouca robustez, com pouca altura, ou com pouca velocidade, retira agressividade a uma equipa.
Nada mais errado!

Não são os atributos físicos que definem a agressividade de uma equipa. O que o define é a velocidade com que percebem os estímulos, e adaptam o seu comportamento. Recuperar rápido assim que se perde a bola, ocupar as posições certas na altura certa. Isso é agressividade!

O expoente máximo disso, seria formar um meio campo com Pirlo, Xavi e Iniesta, que garantidamente, seria o melhor meio campo do mundo em todos os aspectos ofensivos e defensivos. Porque eles, não precisam de ter velocidade de deslocamento para se imporem aos outros, não precisam de ter mais força que eles para lhes tirar a bola, não precisam de saltar mais alto que eles, para impedir que que sejam dominados a meio campo. São três anões, não têm velocidade de deslocamento, não são robustos fisicamente. Precisam eles disso para jogar futebol? Não!

Precisam simplesmente de ser mais inteligentes, melhores tecnicamente e perceber melhor o jogo.
E quem o percebe melhor que esses três?

33 comentários:

Cláudio disse...

Calma que o Sergio Busquets é do melhor que há também. É um bocado subvalorizado mas é do melhor que ja vi em todos os momentos.

DC disse...

Eu só me pergunto para que raio é que eles querem o Bale...

Roberto Baggio disse...

Mas o Sérgio iria dar a ideia errada. Ou seja, iriam dizer que ele é grande. Quando os atributos dele, são cognitivos. Mas como é grande, iria servir de desculpa...

Cláudio disse...

Já percebi o que queres dizer. Querias realçar que não é preciso tamanho pra ter qualidade é isso?

Gonçalo Matos disse...

Baggio,

Ainda bem que voltaste a estes textos. Ás vezes esquecemo-nos destas coisas, (reacção e inteligencia) que de facto são as mais limitantes hoje em dia.

É o que torna Licá num jogador do Porto e impede Moses de ser um dos melhores do mundo.

Anónimo disse...

É que nem os defesas centrais precisam de ser particularmente altos, ou rápidos para serem de grande nível, e terem muito sucesso.
Carvalho foi em tempos o melhor do mundo, apesar de nunca ter sido reconhecido como tal.

Filipa Matos

Roberto Baggio disse...

Gonçalo, estes dão muito trabalho a escrever loool.

Filipa, de acordo!

Tsubasa disse...

Era giro ver esse Pirlo+Xavi+Iniesta contra um meio campo com Gravesen+Roy Keane+Gattuso xD Era só cheirar. E não acabavam o jogo, eram todos expulsos xD

josé carlos disse...

Esse texto assemelha-se à minha realidade actual. Treino uma equipa de Iniciados, a grande maioria fisicamente muito "leves" e baixinhos, mas bons tecnicamente. A verdade é que vou defrontar equipas mais poderosas fisicamente mas acredito no meu trabalho e no meu modelo de jogo.

Gonçalo Matos disse...

Tsubasa,

No outro dia em conversa com o Baggio e o Ronaldinho esses nomes vieram à baila. Hoje em dia, faz confusão como jogadores como Gravesen chegaram ao topo do futebol. Em Portugal, há os casos do Beto, Fernando Aguiar, Binyia.. Felizmente que esse tipo de jogador está a cair em desuso.

Ronaldinho disse...

Ozil sempre conseguiu o que queria, jogar no meio

Roberto Baggio disse...

José Carlos,

Atenção que no escalão onde estás o "físico" faz a diferença, como sabemos.

Mais tarde é que essas diferenças começam a acabar.

Ainda assim, treinei juvenis um ano, onde os centrais eram anões e dois dos médios também, e juniores na mesma situação. Nesses dois anos nós nos últimos 5 jogos estávamos nos primeiros 4 lugares (juvenis 3º, juniores 4º) a 3 pontos da promoção, em ambos os casos.

Por isso, confiança na qualidade do trabalho, os resultados aparecem.

Tsubasa disse...

Gonçalo,

Kazmierckak, Carlos Paredes, já para não falar nos caceteiros do Boavistão... Petit, pois claro xD A verdade é que já não se vê esse perfil tão frequentemente como há uns anos atrás.

DC disse...

Sim, mas se o Bale chegar o Ozil vai saltar fora. 100 milhões não vão para o banco.

Espero que vá para o Arsenal. No United desconfio que é encostado a uma lateral.
Vi hoje o Utd-Chelsea e a falta de criatividade ofensiva é gritante.
Aliás como é possível que o Moyes considere vender Rooney, o único jogador da equipa que faz um jogo mais pensado?

KAKÁ disse...

Baggio, Ronaldinho, Claudio, Gonçalo

Olhem o q o XAVI falou sobre o NEYMAR!

"- ... No Calderón, nos deu um dinamismo, porque tem uma função no mano a mano que é muito importante para nós. Quando as equipes se fecham na defesa, precisamos de pessoas nas pontas que desequilibrem, e ele é um jogador capaz de fazer a diferença. Tem chegada à área e está destinado a fazer a diferença pelo Barça."

"precisamos de pessoas nas pontas que desequilibrem"

Uma equipa precisa disso?!
Até q ponto vcs concordam com isso? ou não concordam?!

Abraço a todos
;D

DC disse...

Kaká, desculpa estar a responder pelo Baggio (até porque eu não percebo nada disto), mas vê o vídeo do Deco e vê quando ele vai para a linha e atrai 3 jogadores.
Assim causa um desequilíbrio no meio que só por pouco não é aproveitado.
O Neymar pode ser fantástico nisso, atrair vários jogadores para desorganizar o adversário. Só tem que saber quando soltar a bola.

Gonçalo Matos disse...

DC,
Pessoalmente tiraria o Benzema e jogava com o Ronaldo e o Bale na frente. Acho que o Ozil é indispensável, assim como o Isco e o Modric

Roberto Baggio disse...

Kaka,

"precisamos de pessoas nas pontas que desequilibrem""
"Uma equipa precisa disso?!
Até q ponto vcs concordam com isso? ou não concordam?!"

Claro que precisa. Agora é preciso perceber que a equipa não pode depender só disso. Isso é um recurso para quando a qualidade colectiva não resolve, então criam-se condições para a individualidade aparecer. E a individualidade tem de perceber quando deve arriscar, quando fazer a equipa jogar. Quando é que a equipa vai realmente beneficiar dessa acção.
Eu não diria ao Neymar, nunca, não dribles. Apenas lhe diria que se driblasse, teria que ser para benefício da equipa. Porque afinal, de contas o drible é o melhor argumento dele, e eu não posso castrar o jogador da sua melhor capacidade.

Roberto Baggio disse...

Eu, como gosto de ser atrevido, jogava com o Bale no lugar do Di Maria. Continuava com Ronaldo e Benzema na frente.

Roberto Baggio disse...

Dc, o exemplo que deste é perfeito. Ele perceber que as acções dele atraem jogadores, e perceber o timing para soltar.

Gonçalo Matos disse...

Do meio campo para a frente jogava com:

Modric

Isco Illara

Ozil

Bale Ronaldo

O Casimiro tem jogado?

Roberto Baggio disse...

Entrou pelo Ozil hoje aos 65

DC disse...

Ainda há Kaká e Jesé, tanta solução...

Mas confesso que estou curioso para ver como vai o Ancelotti integrar o Bale na equipa.

KAKÁ disse...

DC
Me desculpe vc,na verdade na ânsia de vê a resposta de quem faz o blog, acabei (erradamente!!) limitando a resposta...
já tinha visto o vídeo, e pensei a mesma coisa, perfeita observação...
Abraço

Baggio

Dizem aqui, q quando o NEYMAR descobrir q o drible é um recurso e não uma prioridade... sabe lá DEUS onde ele vai chegar!!

Abraço
B)

Gonçalo Matos disse...

Kaka,

Quando ele perceber isso, com a capacidade que ele tem de aparecer na área, vai ser top3 mundial. E talvez top2, só atrás do Messi

GC disse...

O "meu" Real jogaria, do meio pra frente, em losango com:

Xabi

Isco Modric

Ozil

Bale (2º av) Ronaldo

Pedro7 disse...

Sinceramente o neymar não me convence mesmo nada mas se ele provar ser mesmo bom e mostrar que faz aquilo que fazia no Brasil aqui na Europa estou aqui para mudar de opinião acerca dele! Acho que é um jogador com drible acima do normal e vai depender daquilo que querem dele de como o treinarem para se tornar top 3... Que quiserem que ele encha muito de massa muscular, vai perder tudo o que o fez chegar a Barcelona... Este assunto já foi discutido aqui no blogue, não nem relação ao neymar mas aos jogadores em geral, o facto de alterarem o físico em detrimento de outros atributos que são melhores que o físico ... Sinceramente acho que nunca vai conseguir!

Yilmaz disse...

E o trio do Tottenham,Capoue-Paulinho-Dembélé,isso é que é caraças!Lol..

Ao oposto aquele do Arsenal,Ramsey-Rosicky-Cazorla.. (Genial!)
Esses sim é que são verdadeiros jogadores de futebol..

Aliás,Arsenal é o Anti-Tottenham!

Onde os Spurs tem carregadores de piano(Paulinho,Capoue,Dembélé,Sandro,etc..),os Gunners tem artistas criativos(Wilshere,Rosicky,Cazorla,Ramsey,etc.. -Özil?)
E isso faz toda a diferença...

PS:Alguém ainda consiga ver um jogo do Tottenham?

Roberto Baggio disse...

Só para dizer que o Rosicky jogou como médio mais defensivo, atrás do Ramsey e Cazorla

Edson Arantes do Nascimento disse...

Mas o Capoue pareceu-me um óptimo jogador (foi a primeira vez que o vi jogar)... Ao estilo do Matic - forte na reacção, vigor físico, mas muita mobilidade e qualidade no pé esquerdo.

O problema não é a altura. Nem o físico. O problema é ser alto e burro. Este é que é o problema. Que depois se agrava com treinadores medíocres a escolherem atletas só porque pesam quase 100 quilos.

Porque se for inteligente, reactivo, bom de bola e fisicamente possante... Temos homem.

General disse...

Roberto Baggio, o problema é que se essas finas flores que de facto o são. Craques de excelência que também o são, se apanham com o Bayern á frente, ..Chapéu!
Imagina o que seria se eles tivesses o Yaya.

Roberto Baggio disse...

General, chapéu este ano... E nos outros?
Lembras como foi? Lembras do Bayern levar 4 do Barça de Guardiola?

Fartos de apanhar médios robustos estavam eles, ainda assim davam provas inequívocas de superioridade.
E não foi num ano, num jogo circunstancial, onde haviam muitos imponderáveis (que não retira mérito ou justiça a vitória do Bayern), foi consecutivamente, ano após ano, jogo após jogo, Guardiola mostrava que quem joga futebol, como esses 3 o fazem, não precisa de atributos físicos para nada.

Mas claro que as pessoas só se lembram deste último ano. Já se esqueceram o que vinha passando de 2008 para cá.

Yilmaz disse...

@Pelé:"Mas o Capoue pareceu-me um óptimo jogador(foi a primeira vez que o vi jogar)... Ao estilo do Matic - forte na reacção,vigor físico,mas muita mobilidade e qualidade no pé esquerdo"...

Sim.. eu até gosto do Capoue.Não tem bem os pés de Matic mas tem boa técnica(razoável..);depois a nível do passe vertical não sei... Não o vejo capaz de organizar o jogo como é capaz de o fazer um Matic("fixar-soltar",como diz Miguel Nunes lol).Não é um criativo...