Posse de bola no Facebook

Translate

domingo, agosto 04, 2013

Nolito




Aqui no blog, temos realçado o valor de Ola John e aquilo que o diferencia dos restantes extremos do Benfica.
O jogador holandês, como foi aqui referido, assenta o seu jogo com base em boas decisões, mesmo que por vezes não tenha o virtuosismo de outros.
Para ser extremo não é preciso ser vertiginoso, forte no 1x1 nem é preciso ter qualidade em tirar cruzamentos. Tudo isto são aspectos irrelevantes num jogo de futebol, a menos que não se entenda o jogo e não se perceba que Futebol é um desporto colectivo. O facto de fazer tudo rápido e tirar adversários da frente, pode até empolgar bancadas, mas não significa que seja o melhor caminho. Para explicar esta afirmação, transrevo uma afirmação de Valdano: " Há jogadores de aparente categoria capazes de controlar,passar,rematar e até driblar, mas como não conhecem a chave deste jogo,elegem sempre o caminho errado."

Ola John é nesta altura, para mim, o melhor extremo do Benfica por tudo o que já foi referido aqui no Blog. No entanto, acredito que JJ goste dele por outros motivos e não reconheça o verdadeiro potencial do extremo holandês.  Ola John poderia ser o segundo melhor extremo do Benfica caso Nolito tivesse permanecido no plantel.
O jogador espanhol que assinou há dois anos com o Benfica, foi dos melhores jogadores que passaram no nosso campeonato, nos últimos anos. É o tipo de jogador que vai contra o extremo "antigo". Nolito é um jogador com uma enorme capacidade de decisão e todas as suas acções são em prol do colectivo. A forma como procurava os colegas no espaço interior e como se movimentava para dentro sem bola era de génio. O espanhol define quase sempre com muito critério, procurando sempre combinações curtas com os seus colegas. Cereja no topo do bolo: devido a forma como se movimenta no campo e trabalha para receber, acaba por ter uma enorme capacidade de finalização.

Aqui fica uma pergunta para JJ: Já que o treinador do Benfica entrega praticamente o processo ofensivo à inspiração dos jogadores, porque não ter na frente génios como Nolito, Aimar, Saviola que podem a qualquer momento levantar um estádio?

25 comentários:

Roberto Baggio disse...

"porque não ter na frente génios como Nolito, Aimar, Saviola que podem a qualquer momento levantar um estádio?"

Ficou por dizer, com acções colectivas... Que é exactamente aquilo de que o jogo é feito, na maior parte do tempo... Acções colectivas...

Gonçalo Matos disse...

Amen Cláudio! Há coisas que nao consigo mesmo perceber.. Quer ola quer nolito sao vistos como fracos pela maioria dos adeptos. Nao sou benfiquistas mas adorava ver nolito jogar porque sem procurar o drible criava sempre desequilíbrio, com tabelas entre 1 ou áridos colegas. Era um jogador que conhecia perfeitamente as suas limitações.

Esse, percebia bastante de futebol, do que fazer pra criar superioridade numérica em processo ofensivo.

Miguel Martins disse...

O Ola é bem superior ao nolito, tanto é que um best of do nolito dura 1minuto. Nolito só tinha dois movimentos\decisões, ou tabelava (bem) com um colega interior ou tentava passes em profundidade para as costas da defesa (maior parte das ocasiões mal com má execução). O Ola tem diversas soluções, desde passes interiores, passes de ruptura, temporizações e acelerações, movimentos interiores e movimentos para cruzar (com ambos os pés). Depois de tanta discussão numa semana ao longo da semana sobre o Ola, afinal no LE indicam que os melhores extremos do campeonato são Salvio e Gaitan... esqueceram-se de toda a defesa do Ola que fizeram durante a semana? Atenção que eu concordo com todos os elogios feitos ao Ola!!!

CountZaccone disse...

Sinceramente nunca vi no Nolito uma boa capacidade de definição. E acho o Ola bastante superior em todos os aspectos, excepto no faro de golo. E o Ola ainda consegue ir à linha e cruzar bem.

Roberto Baggio disse...

Miguel Martins,

O Miguel Nunes do LE, ao contrário de nós, aqui, nunca afirmou que Ola John era melhor que os outros dois que escolheu para o 11. Só disse que entre eles os 3 o que tem mais potencial, para chegar mais longe e atingir um nível superior e de grande notoriedade, pela qualidade de jogo, é o Ola.
Ele não concorda connosco quando dizemos que, neste momento, ele é o melhor.

Quanto ao Nolito, discordamos.
Acho que ele tinha uma variabilidade bem maior. Ele também tentava 1*1 para a linha, ou para dentro. Mas tentava tão pouco, que dava até a impressão de que ele não o tinha.
Portanto diria que ele tinha movimentos de grande eficácia dentro um colectivo que atacasse de forma menos individual. Daí perceber o porquê de Jesus o ter tirado da equipa. Só não percebo é a insistência de Jesus em contratar jogadores que se fazem valer pelo colectivo, quando a sua forma de atacar é propicia muito o emergir da individualidade.

Abraço

Roberto Baggio disse...

PS: Nesse mesmo jogo com o Barcelona do Vídeo do Ola, dá para perceber e fazer um vídeo tão bom do Nolito quanto do Ola. Os índices de acerto são muito semelhantes.

Signori disse...

Chelsea-Milan às 23h30, promete. E se Chelsea vencer, jogará com o Real na final Promete ainda mais.

Inter a levar 4 do Valência. Mourinho foi mesmo a excepção que confirma a regra nos últimos 20 anos deste clube

Futsal é que é,os índices de tomada de decisão acertada são altíssimos

Roberto Baggio disse...

Signori,

http://www.record.xl.pt/Futebol/Internacional/alemanha/interior.aspx?content_id=837076

Vou ver o jogo

Signori disse...

Pois, mas se contratam Guardiola para 4 anos, é porque acham que algo deve mudar, e procuram mais que os resultados obtidos no final de uma época. Tava bonito não tomar decisões pq os jogadores não iam gostar. Se é impossível melhorar, nem sei para que precisam de um treinador, chegaram ao topo então não precisam de saber mais nada. Aliás, Magath deve pensar que os jogadores do plantel todo do Bayern vão ser os melhores treinadores do mundo no futuro, já sabem tudo porque ganharam tudo numa época

Signori disse...

este chelsea parece-me bem organizado e está bem preparado para a transição, defensiva e ofensiva

Roberto Baggio disse...

A organização ofensiva ainda tem muito para trabalhar. Tal como a transição defensiva, e muito trabalho ainda com a linha defensiva. Mas isto dentro destes que estão hoje em campo. Ainda não sabemos quem vai ser o onze base e etc.

Signori disse...

Tá perro mas já se vê o que está a começar ser desenhado, mas falta automatismos e dinamismo. A linha defensiva é de facto o q tá piorzito, sem dúvida. Claro que a jogarem assim em Outubro/Novembro era uma desgraça, mas por agora acho que tão no bom caminho, acredito muito nesta equipa.

Roberto Baggio disse...

Sim, acho que está a fazer um trabalho diferente e parece-me estar no bom caminho

Signori disse...

O Victor "come linhas com a bola nos pés" Moses se soubesse decidir...teve um lance agora em que comeu terreno, papou um na linha do lado esquerdo da defesa do milan e em vez de cruzar atrasado remata quase sem ângulo. Contra o inter correu 30 mts e fez um passe que devia ser para o espaço no óscar, mas meteu quase para trás. vá lá que era óscar e meteu um tiro no angulo.mas só tem 22 aninhos, quem sabe...

Signori disse...

Tenho o feeling que este será o ano de Torres no Chelsky

Roberto Baggio disse...

Moses decide muito mal. Por mim estava dispensado.

Roberto Baggio disse...

Sim, o Torres vai ter outro tipo de valorização com Mourinho

Signori disse...

é assim, vão ser muitos jogos esta época, e acredito que a chave estará nos veteranos do plantel. Se tiverem índices competitivos, especialmente físicos e motivacionais de jogadores de topo, acredito que esta equipa dará muito que falar. Se não, das duas uma, ou irão jogar ou não jogar. Se jogarem, podem diminuir a qualidade e competitividade da equipa. Se não jogarem, temo pelo ambiente que podem causar no balneário, a não ser que Mourinho saiba negociar muito bem o seu papel nesta equipa, este plantel e nesta época.

Schurrle, não é pelo golo que acabou de marcar, mas gostei muito

PP disse...

@ Miguel Martins e outros:

O Ola John, para mim, não é superior ao Nolito. Porquê? Porque o Ola John frente a adversários de maior nomeada congela... O Nolito não!

Logo toda essa história da tomada de decisão, que até posso concordar com algumas coisas que escreveram, deixa de fazer sentido, porque não há praticabilidade.

Depois, essa do Nolito ter só dois movimentos tipos... é qualquer coisa que, a meu ver, foi sendo cimentada para dar razão ao Jesus metê-lo no banco, quando ele fartava-se de fazer a diferença no último terço do terreno e por motivos pouco claros foi posto no banco.

Muita gente via-o como individualista, mas esquecem-se dos passes de ruptura para Bruno César, que na altura jogava como extremo direito, entrar e marcar golo. E, não era só o brasileiro...

Esquecem-se que ele no Dragão com dois ou três em cima dele, teve visão (e não foi preciso levantar a cabeça e olhar para o colega) e serviu o Cardozo para marcar golo.

Esquecem-se que no início da temporada, enquanto o Enzo era o titular a extremo esquerdo (ainda o Witsel não tinha saído para o Zenit) e o argentino não deslumbrava aí, foi ele que saindo do banco deu uma chicotada no jogo, com as suas movimentações e slaloms.

Esquecem-se também que o Nolito sabia combinar com o lateral. Quantas vezes o Emerson não parecia melhor do que era com o Nolito em campo, tanto em termos defensivos como atacantes? Já se esqueceram?

E quanto a cruzamentos, quantos golos de cantos não surgiram dos pés dele? Quantos cruzamentos ele também não fez?

Quantas vezes ele não temporizou o jogo. Quantas vezes ele não protegeu a bola e para agarrar a equipa tirava falta a adversários?

Será que o Ola John faz isto tudo? Pelo que tenho visto não!

A vantagem do Ola John é a sua juventude que combinado com o seu talento técnico permite levar muita gente a pensar que ele atingirá determinado nível. Na minha opinião, e é somente a minha opinião, ele não vai conseguir atingir lá. E, olhem que como benfiquista, bem que desejo que ele chegue lá.

Signori disse...

Este atl madrid está miserável, a 4 de agosto de 2013, a jogar contra o nacional de medellin

Roberto Baggio disse...

Signori, aproveita o post do Chelsea para debitares a tua opinião sobre hoje, resumida

Cole disse...

O problema é que Nolito, Aimar e Saviola, apesar de coletivamente serem os jogadores mais interessantes que passaram pelo Benfica nos últimos anos, não têm o potencial para serem vendidos por €30M. Como Ola John ainda tem esse potencial de venda ainda vai "sobrevivendo" como opção no plantel. Caso contrário já teria sido emprestado para dar lugar a um malabarista que potencialmente pudesse enganar um milionário qualquer com ambição de fazer um clube vencedor em meia dúzia de meses...

Roberto Baggio disse...

Achas que é por isso que deixou de jogar, quando o seu rendimento justificava a presença dele em campo?

Cole disse...

Existe um fenómeno no Benfica em que se junta a fome dos investidores com a vontade progressiva de comer do Jesus, no sentido literal de "comer" etapas à construção de jogo ofensivo da equipa. Nolito desapareceu do 11 do Benfica no último terço da época 2011/12. Com ele desapareceram Aimar e Saviola. Jesus apostou sistematicamente num 11 com um meio-campo composto por Javi-Witsel-Gaitán-B.César. A frente entregou a Cardozo-Rodrigo. Usou este sistema em todos os jogos decisivos e morreu com ele. Chegou a apostar mais em Yannick e Nélson Oliveira do que em Nolito, Aimar e Saviola. Curiosamente, já nas últimas jornadas decidiu apostar neste trio contra o Marítimo e ganhou 4-1 com 2 golos de Nolito.
Deve ter havido muita confusão naquele balneário, principalmente porque os jogadores mais inteligentes estavam de fora e seguramente que demonstraram esse descontentamento ao treinador. Talvez Nolito tivesse sido menos politicamente correto do que Aimar e Saviola, acabando por ser o que se saiu pior disto tudo.
A pressão que vem da estrutura impele para que a aclamada "construção de jogadores" seja mais priorizada por Jesus do que colocar os melhores. Só assim se explica a aposta em Yannick e Nélson Oliveira, mesmo em jogos da Champions.
Mas (e penso que é aqui que queres chegar) ao mesmo tempo, e olhando em retrospetiva para o trabalho de Jesus desde o Belenenses, cada vez mais malbarata a posse de bola, cada vez mais se rende aos desequilíbrios individuais, cada vez mais se parece com aquele Real Madrid do Mourinho, super mecânico, vertiginoso, sem paciência... É sem dúvida eficaz contra adversários mais desorganizados e consegue dar alguma resposta aos tubarões europeus. Mas sempre numa lógica do defender bem para contra-atacar e nunca como, por exemplo, no domínio que o Braga do Peseiro apresentou contra o Man Utd na época passada, apesar de ter morrido na praia...
É um bocado a soma de todos os males que levou ao afastamento do Nolito. Em todo o caso, o aspeto financeiro pesa enormemente na balança. Vê-se no Benfica um jogo de interesses, numa espécie de equilíbrio entre manter os adeptos com o clube e o fazer render muito dinheiro com vendas de jogadores. Às vezes os adeptos querem cabeças, mas depois acalmam e até vão ficando satisfeitos pelo clube vender mais do que os rivais.
Enquanto a estrutura do Benfica mandar rentabilizar jogadores para vender, mais vezes se vai assistir ao que aconteceu com Nolito. E pensar que Jesus apenas aceita um projeto em que faça parte da estrutura, talvez ele próprio tenha mais interesse em encher os bolsos do que pôr o Benfica a jogar o mesmo futebol que jogou na época de estreia.

PP disse...

Cole,

Ora aí está um ponto pertinente e que muitas vezes interfere nos juízos que se fazem para tentar entender certas opções "técnicas".

De facto a lógica da "potenciação" tem dessas coisas e para te ser franco, tem muito que se lhe diga.

Se for assim como tu referiste (e eu até acredito que seja), revela:
1 - incompetência e insensibilidade de quem dirige e treina, pois não é de todo realista que se valorize Ola Johns ou outros putos de 19 ou 20 anos em uma temporada (só acredito quando são mesmo foras-de-série, mas isso em Portugal é espécie rara...)
2 - o Jesus diz que é ele que pensa a estrutura, pelo que se pensa assim, pensa mal.
3 - estão a desvalorizar possíveis vendas de valor acrescentado. Por exemplo, qual não seria o clube que iria querer contar com um extremo que marca mais de 15 golos e faz outras tantas assistências? Um jogador desses numa das melhores ligas do mundo valeria pelo menos 15 M€. Se o Nolito tivesse sido vendido por esse valor não teria sido melhor que os tais 2.6 M€?

Há muita coisa que fazem no Benfica a troco de proveito de terceiros, se é que me faço entender... é uma pena.

E esta é uma pequena amostra do lamaçal que é o futebol nacional.