Posse de bola no Facebook

Translate

domingo, agosto 25, 2013

Estivemos na luz

Estávamos no estádio (Baggio e Ronaldinho), a convite de uma das equipas. A ironizar sobre o jogo que o Benfica estava a fazer, sobre a forma de o anular, sobre a forma de o melhorar...
Ao final, na única vez em que o Benfica tentou fazer um ataque de forma diferente, como aqui defendemos, e...



E para que se perceba que não é nada contra os cruzamentos, Josué explica:

71 comentários:

Pedro Abreu disse...

e como é que é essa forma de ataque diferente que dizem?

Roberto Baggio disse...

De onde saiu o último passe (corredo central ou da lateral)? E o passe antes do último passe? O jogador apareceu em melhores condições para fazer golo que num cruzamento, ou não?

É diferente de meter a bola na linha, fazer subir homens para a área e cruzar. É diferente de fazer o que descrevi acima, durante 93 minutos.

PedroF disse...

Quando o teu jogo é 90 min de bola nos corredores laterais e linha de fundo torna-se muito difícl...

Roberto Baggio disse...

Pois, PedroF.
Como referes e bem, até ironizamos sobre isso também, nomeadamente sobre uma conversa entre J.Deus (que não esteve muito bem, nem soube segurar a vitória) e J.Jesus, na área técnica:

Deus - Oh mister, agora que o mister está a precisar de ganhar, qual vai ser a estratégia? Despejar bolas para a área?!

Não coloco em causa a justiça da vitória do Benfica. Que mereceu ganhar, jogou melhor que o adversário e criou ocasiões de golo, suficientes para golear, facilmente.
Mas assim o fez porque é superior fisicamente, tecnicamente, e tacticamente.

Mas a organização ofensiva...

Yilmaz disse...

@Baggio

Tens de ver a 1a parte do Porto!

Acho que este ano o melhor futebol da Liga não será na Luz,mas no Dragão...

Fonseca é craque.

Roberto Baggio disse...

Yilmaz,

Na sim, também acho que continuará a estar na posse do Dragão o título de melhor futebol do campeonato.
Se conseguir encontrar online, verei o jogo. Mas está muito difícil encontrar jogos da primeira liga.

Abraço

Roberto Baggio disse...

Errata: Sim, também acho...

Gonçalo Teixeira disse...

Quais consideram ser as principais diferenças do futebol de posse do VP para o de Paulo Fonseca?

Yilmaz disse...

Josué & Licá na próxima convocatória de Bentinho,já!!

KAKÁ disse...

aaah sim!!

Pensei q não gostasse de jeito nenhum da linha de fundo...
Agora entendi o q queres dizer...
Concordo!
;)

Le Cock Grande disse...

Portugal bem que precisa de mais jogadores portugueses para o mundial. Josué e Liçá serão muito bem vindos.

O Porto sempre tem jogado com o Lucho atrás do ponta-de-lança ou como na época passada?

Roberto Baggio disse...

Gonçalo Teixeira,

Os modelos são semelhantes. Então, quero ver 10 jogos oficiais para chegar a melhores conclusões.

Abraço

Roberto Baggio disse...

Lucho à frente do duplo pivot, a jogar como "10"

Roberto Baggio disse...

Kaka, eu gosto de cruzamentos. Não gosto é de despejar bolas na área, como se não houvesse outras opções de ataque

Anónimo disse...

Caro Baggio,

O Porto é mais vertical pelo simples facto de meter mais gente entre linhas. Muita gente mesmo a receber entre linhas. Futebol de alto nível em certos momentos, muito passe curto, movimentação, etc. Nota-se que há uma dinâmica na criação muito diferente do Vitor Pereira. Um pouco piores na transição defensiva, mas mesmo ai já me parece haver melhorias. Josué e Quintero tratam a bola de uma maneira. Então o último, até doí. Foi um jogo de 3-0, mas que facilmente dava 8-0 ou algo do género. O mesmo se pode dizer do Benfica (ou algo semelhante), que apesar dos erros que apontaste, foi um justo vencedor (atenção que vi o jogo a passos, que o stream falhava muito). Mas o Porto parece ter, realmente, uma dinâmica muito forte a criar. Também ajudam os interpretes, e a verdade é que o Vitor Pereira não tinha esta qualidade à sua escolha (sou só eu, e não é para dizer que os que cá estão é que são bons, mas o Josué e o Quintero são melhores tecnicamente que o James?O que acham?). Três grandes treinadores, gostava de ver o Vitor Pereira a trabalhar os momentos defensivos e o Paulinho os ofensivos. Seria divertido. Ou então Vitor Pereira Jesus. Há, realmente, muita qualidade no futebol português. Talvez te arranje o jogo amanhã do Porto, mas posso enviar-te por e-mail Baggio?

Cumprimentos,
António Teixeira

Anónimo disse...

Quando digo vertical digo oferecer mais apoios entre linhas de modo a combinar mais com passes verticais, e.g. Estou errado? Explica me o conceito se puderes.

Mando, ainda não há mas amanhã penso que sim. Podes analisar, se não tiver mal e se não estiver a ser inconveniente?

Cumprimentos,
António Teixeira

DC disse...

Baggio a principal diferença é que este Porto arrisca bastante em posse. Tenta muitos passes rápidos, passes com pouca probabilidade de sucesso mas que se resultarem dão golo.
Hoje não se notou muito porque a reacção à perda foi muito boa e o Marítimo, coitadito... Agora contra um adversário organizado no contra-ataque (quiçá um Benfica) este Porto irá sofrer mais do que no ano passado.
O Porto de VP trabalhava mais as jogadas, este tenta fazer o último passe muito mais cedo.

Roberto Baggio disse...

António,

Como assim mais vertical? O meter gente entre-linhas não implica isso. A verticalidade é definida pela forma como usam o espaço, não pela forma como o ocupam.

Quanto ao jogo, agradeço que o faças

Sim posso fazê-lo, mas só até ao 3-0.

Abraço

DC disse...

E obviamente, face à qualidade do nosso campeonato, este Porto receberá mais elogios da crítica e dos adeptos. Agora em jogos da Champions e contra o Benfica não sei se se irá safar muito bem. Pelo menos duvido que consiga fazer o que VP fez nas suas duas épocas que foi não perder na Luz.

Roberto Baggio disse...

António,

A verticalidade tem haver com a "velocidade" a que metem a bola na frente. Ou seja, o Barcelona de Guardiola é a equipa menos vertical do mundo, mas tem muitos apoios verticais, entre-linhas.
O Real Madrid de Mourinho é a mais vertical porque tenta colocar o mais depressa que consegue, a bola em zonas de finalização.

Roberto Baggio disse...

DC, o suposto é a reacção ser sempre forte.
Permitir um número muito pequeno de transições ao adversário.

DC disse...

Sim, mas a sensação com que fiquei é que o Marítimo apresentou poucos problemas nesse sentido porque nunca soube o que fazer à bola.

No entanto houve 2 ou 3 jogadas em que ficou 1 jogador do Marítimo com a bola dominada de frente para um só defesa do Porto. Num zé ninguém do Marítimo não deu nada, mas nos pés dum Gaitan por exemplo seria um lance perigosíssimo.

Anónimo disse...

Baggio,

Então estava certo no que tava a dizer, e era nesse sentido. Obrigado pelo esclarecimento. Já agora, porque só até ao 3-0? É que tem momentos de grande futebol a partir dai.

DC,

Também ainda é cedo, acho. Vamos ver, deixa os gajos perceberem a dinâmica. Por enquanto, se o Benfica consegue defender como defende, também consegue o Porto, porque a qualidade dos jogadores é semelhante.

Cumprimentos,
António Teixeira

Roberto Baggio disse...

Porque a partir daí o jogo ficou decidido, não obstante do que possa ter acontecido depois.
Acho que importa perceber, melhor, o que este Porto já consegue fazer, com a pressão de obter o resultado.

Anónimo disse...

Caro Baggio,

Claro, eu compreendo. A nível analítico, percebo. Mas lá está, é o de adepto, porque foi bonito o que se passou depois xD.

Obrigado pela disponibilidade ;)

Cumprimentos,
António Teixeira

daniel duarte disse...

O maxi ao vivo ainda é pior não é?...e o tribunal da luz a julgar o djaló...ai ai...

Roberto Baggio disse...

Daniel Duarte,

Eu tenho um problema pessoal com o Maxi, por isso sou suspeito. Mas confesso fizeste-me rir hehehe

Anónimo disse...

Deixem o Maxi em paz, é um homem sério que bota xeique nos reclames das bombas de gasolina xD

Cumprimentos,
António Teixeira

Rafael Antunes disse...

A ver o jogo, desde os primeiros minutos que sempre tive no pensamento o mau jogo que o maxi estava a fazer... Era uma questão de tempo até à paragem cerebral fatal...

Count Zaccone disse...

Ó Baggio, que gostes de o futebol de um jeito não quer dizer que outra táctica seja errada. Porque hoje, apesar de ter havido um abuso de cruzamentos, houve bastantes que não deram golo por desacerto dos avançados. E o 2-1 é de um cruzamento. BTW, o FCP ganhou a supertaça só com cruzamentos.

Count Zaccone disse...

E já agora, o melhor de hoje foi a vontade que a equipa mostrou de ganhar, o que não me pareceu haver contra o Marítimo. Porque é o que falta, já que sendo os mesmos protagonistas terão de jogar a um nível semelhante ao ano anterior.

Roberto Baggio disse...

Count Zaccone,
Vai buscar os meus comentários acima...
Não disse que era errada, digo que não é o melhor!

Acima, se quiseres reler disse:
"Não coloco em causa a justiça da vitória do Benfica. Que mereceu ganhar, jogou melhor que o adversário e criou ocasiões de golo, suficientes para golear, facilmente.
Mas assim o fez porque é superior fisicamente, tecnicamente, e tacticamente."

Completando com:
"Kaka, eu gosto de cruzamentos. Não gosto é de despejar bolas na área, como se não houvesse outras opções de ataque"

Gonçalo Matos disse...

Sem ver o jogo, serão apoios frontais ao portador da bola?

Gonçalo Matos disse...

O Baggio já disse que gosta de cruzamentos.

Count, lembras-te de capel no ano passado? Correr ate a linha, despejar a bola e depois ver no que da, esteja o ponta 1 para 1 ou 1 para 4? É isso que nao gostamos

daniel duarte disse...

Ainda por cima é bonito comó caneco para os anúncios...ja vi muito cepo com aquela camisola vestida mas durante tanto tempo?...o pesaresi, rojas e dudic só tiveram direito a um ano cada...

Tiago disse...

Mas por exemplo contra equipas muito fechadas em que não há este espaço entre linhas, optar por cruzamentos não é boa ideia?

Roberto Baggio disse...

Se por cruzamentos entenderes despejar bolas na área, se a equipa está fechada e sem espaço entre linhas, também estará fechada no cruzamento. Para mim, cruzar só depois de desorganizar. Até no mínimo conseguir igualdade numérica na área, não devo cruzar. A não ser que desorganize de tal forma que tenhas grandes hipóteses de sucesso no cruzamento. Ex: Barcelona, de Guardiola... Nunca os viste despejar bolas, nem no último minuto a precisar de marcar. E contra eles todos jogavam fechados e sem espaços. Mas eles tratam de arranjar esses espaços.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Foi um jogo muito mau do Benfica. Péssimo. 90 minutos em correrias pelos corredores laterais. O jogo todo nisto. 90 minutos sem a puta de um passe, uma troca de bola, uma ideia que seja, no corredor central.

E depois, aos 90, o primeiro que entra no meio - golo. Fácil. Parecia uma jogada que até uma criança de cinco anos fazia. Com os jogadores que o Benfica tem, com a qualidade e a criatividade que apresentam, começa a ser desesperante.

É claro que o Benfica teve dez oportunidades. Mas quase todas aos trambolhões ou nas bolas paradas. Valeu a vitória, e que vitória, mas os sinais e até a linguagem corporal dos jogadores não deixam espaço para grandes sonhos.

Enzo, Salvio, Maxi, Luisão, Cortez, Rodrigo foram individualmente péssimos. Erros técnicos e más decisões umas atrás das outras.

O FCP pareceu-me igualzinho aos dois últimos anos. Não identifiquei qualquer "duplo-pivot" em 45 minutos (não vi a segunda parte). Josué a fazer de James. Licá de Varela. Defour de Moutinho.

Le Cock Grande disse...

Eu acho que os jogadores do Benfica agarram-se em demasia à bola. Isso desacelera o jogo. Já os do Porto, parece que antes de receber já sabem para onde e quem devem passar a bola. Os jogadores do Porto parecem estar melhor fisicamente que os do Benfica.

Roberto Baggio disse...

Obrigado Edson. Estou completamente de acordo contigo. Aliás sabes o que penso disto. Daí o post e daí a minha intervenção.
Depois, Markovic tem que jogar sempre! Precisamente por ter ideias diferentes dos outros.
Rodrigo vai continuar a jogar mal, até Jesus perceber que ele não pode jogar entre linhas, tem de jogar na profundidade.
Não sei o que se passa com o Enzo.
Salvio, vem de uma lesão, mas também não me surpreendeu o jogo que fez.
Maxi foi Maxi, Cortez não é, ainda, melhor que Melga.
Luisão, bom, não sei.
Quanto à linguagem corporal deles concordo em absoluto, acho que não deixa dúvidas, da desconfiança que eles têm neste momento sobre o comandante.
Sobretudo, o Benfica, mesmo tendo o modelo que tem, ainda tentava criar superioridade no corredor, esperava pela desmarcação do lateral, tentava desorganizar. Mas ontem não. Foi mesmo só despejar.
Djuricic precisa de se habituar rapidamente ao encurtar dos espaços, porque é também um jogador fabuloso, à par de Markovic.

Roberto Baggio disse...

Le Cock Grande,

Isso era o meu sonho, que os jogadores se agarrassem a bola, para desacelerar o jogo. Mas não. Eles só aceleraram.
O Gaitan esteve muito bem, porque também é dos únicos com outro tipo de ideias, precisamente, ficou mais tempo com a bola que os outros.

Le Cock Grande disse...

No golo do Porto, destaco para a recuperação de bola do Mangala sobre o Derley. Vi o jogo do Marítimo contra o Benfica e a grande dificuldade que o Garay teve em acompanhar o Derley, e a sua incapacidade de fazer isto que o Mangala fez: marcação em cima e jogar na antecipação. Notar que conseguindo fazer isso, a equipa do Porto conseguiu permanecer no mesmo espaço do campo. Não desgastou-se a recuar no terreno, como o Benfica fez nos Barreiros. É uma enormíssima vantagem, pois as distâncias entre sectores manteve-se praticamente constante. Outro pormenor: Fernando recua para central quando Mangala faz pressão sobre Derley. Tal só é possível jogando com estas curtas distâncias. Jogando com sectores mais afastados esta entreajuda, por mais que seja exigida não é praticável, pelo espaço que os jogadores têm de percorrer para recuperar posições.

Gonçalo Matos disse...

Cock,

"Já os do Porto, parece que antes de receber já sabem para onde e quem devem passar a bola."

Qualquer jogador do Porto que receba a bola tem muito mais soluções de passe que um do Benfica, fruto do modelo de jogo da equipa. E por isso te dará essa sensação.

Yilmaz disse...

Acho que a grande diferença entre VP e PF é que nas equipas de Fonseca não há lugares pra Varelas

Um pouco como nas equipas de Guardiola onde não há lugares pra Jeffrenes...

Desculpem mas pra mim Licá & Josué fazem do Porto uma equipa diferente da equipa do ano passado..

Licá sabe jogar entre linhas(o que o Drogbazito da Caparica não sabe fazer),Licá tem critério(o que o Varela não tem muito);Licá dá consistência a equipa.Joga e faz jogar..

E Josué tem toque bem mais refinado do que James... O colombiano é forte,mas a pensar o jogo Josué é melhor.Mais minucioso.Mais cerebral.

O único problema que vejo nesta equipa é o Defour.Dá equilíbro é certo mas não é um grande artista da bola..
Izmailov(entre duas lesões)podia jogar no seu lugar.Ou então Quintero.Ou então Josué(e meter Quintero na ala direita?)

Roberto Baggio disse...

Não concordo que Josué seja melhor que James.
Mas a tirar alguém, seria o Fernando.
Eu jogava com, Defour, Lucho, Josué, Quintero, Izmailov, Jackson

Roberto Baggio disse...

Se tirasse o Duplo pivot, aí metia o Fernando pelo Defour

Yilmaz disse...

Yes,Rosado vai pro Vitória...

..de Setúbal(e merda!)

Afinal parece que o Mota não é tão mau como isso..

PS:Baggio,não pareces um grande fã do Licá!Lol..

Why?

Roberto Baggio disse...

Eu gosto do Lica.
Mas prefiro o Izmailov.
Tem mais recursos.
Se não houvesse Izmailov, o Lica era a minha escolha.

DC disse...

"Acho que a grande diferença entre VP e PF é que nas equipas de Fonseca não há lugares pra Varelas"

Tens que explicar então porque é que foi titular sempre que esteve apto.

Acho até que há neste modelo muito mais espaço para o Varela do que no do VP que privilegiava muito mais o jogo interior do que PF que aposta bem mais nos extremos.
O Varela não jogou este Domingo pela simples razão de estar lesionado, senão o mais provável era o Josué ter ficado no banco.

Acho completamente errado estar a tirar essas conclusões quando o jogador está lesionado e ainda por cima tendo jogado quando esteve apto.
Era a mesma coisa que dizer que no esquema de PF não há lugar para Izmailov.

Count Zaccone disse...

Não tinha lido os comentários. Eu também não digo que o modelo de jogo tenha de se basear em cruzamentos sem nexo para a área. Eu nisso estou de acordo contigo, os cruzamentos têm de ser com critério, algo que o SLB tem com o Gaitan e o Sálvio. Também acho que o SLB deveria explorar mais o corredor central, já que tem bons jogadores para isso. Mas penso que, apesar de uma equipa ter uma estratégia de jogo, os jogadores têm de ser capazes de discernir quando é melhor atacar pelas alas, ou pelo centro.

Tsubasa disse...

Boa Tarde (É a primeira vez que participo nos comentários, apesar de ser um leitor assíduo do blogue - sou um admirador dos conteúdos aqui colocados, parabéns!)

Muito se discute quais aas melhores opções para as posições de extremo na equipa do FC Porto, Josué/ Varela/ Licá/ Izmailov (Iturbe?) mas, como portista, sinto-me descansado com qualquer um deles. O que não pode mesmo faltar são os laterias: Alex Sandro e Danilo! Neste momento são os jogadores que mais desiquilibram, no caso do Alex Sandro chega-se a ver muitas vezes que os colegas nem se aproximam para o apoio, parece que já sabem que ele vai sair dali com a bola redondinha...

Roberto Baggio disse...

É a grande diferença para o Benfica, são esses laterais incríveis.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Para mim, Markovic e Djuricic são titulares indiscutíveis.

Tsubasa disse...

No plano individual, é, sem dúvida,onde está a maior diferença de qualidade. Mas não é a "grande diferença"...

Roberto Baggio disse...

Edson viste a assistência do Aguero esta semana?

Tsubassa é obviamente do plano individual que falo.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Não Baggio, não vi nada desse jogo ainda. Mas já sabes qual é a minha opinião acerca do rapaz...

Le Cock Grande disse...

Rosado ou Josué? Quem é que vocês preferiam para extremo direito à Porto?

Anónimo disse...

O Mantorras

Le Big Dick disse...

O Mantorras

Tibúrsio disse...

O Mantorras só se for ao pé-cochinho. Le Big Dick, tu gostas pouco de morango gostas!

Anónimo disse...

O Beto

António Teixeira

Le Cock Grande disse...

Heyz Baggio, como é que é?
«Isso era o meu sonho, que os jogadores se agarrassem a bola, para desacelerar o jogo. Mas não. Eles só aceleraram.»
Eu acho que eles se agarram em demasia e depois é vê-los a correr com ela nos pés e fazer passes de 1 metro. Quantas vezes não vemos os jogadores a fazerem paralelas no campo. Não acho que seja isso que tu pretendas. Tu pretendes é algo tipo Barça. Controlo da posse de bola em circulação. E isso eu até concordo. Por isso entendo e concordo que na tua concepção o extremo procure regiões interiores, pois na prática pretendes que as tuas equipas joguem no meio-campo adversário. Mas e se a tua equipa fosse a outra que joga no seu meio-campo e apenas em contra-ataque? Será que manterias a ordem sobre os teus extremos? I don't think so!

Le Cock Grande disse...

Matos, «Qualquer jogador do Porto que receba a bola tem muito mais soluções de passe que um do Benfica, fruto do modelo de jogo da equipa.», verdade, mas eu acho que não é tanto pelo modelo idealizado de jogo, mas sim porque a defesa do Benfica não consegue jogar como se exige e como a defesa do Porto consegue jogar. Aquele Mangala e Otamendi, não perdem uma se o avançado adversário estiver de costas para a baliza. Isso faz com que o bloco permaneça sempre coeso. O Luisão e o Garay não têm capacidade para jogar assim. Já a época passada foi isso. Frente ao São Paulo começaram a jogar em cima da linha de meio-campo, mas no final já estavam sobre a linha da pequena área, porque não têm capacidade física para tal. Será por ser apenas início da época? Talvez, mas acredito que não seja, pois Mangala e Otamendi também estão em início de temporada.

Le Cock Grande disse...

Oliver, para mim a diferença nem é tanto nos laterais, mas sim nos centrais. Lê o meu comentário ao Matos.

Le Cock Grande disse...

Baggio, tiravas o Fernando?! Hmm... de que clube és? Hoje já metias o Ola, aka, soneca, no onze do Benfica, e agora tiravas o Fernando do Porto, que é o pêndulo daquela equipa, como é que é? Isso era para os lagartos ganharem só pode! Não estou a ver o Defour a fazer de Fernando.

Roberto Baggio disse...

"Mas e se a tua equipa fosse a outra que joga no seu meio-campo e apenas em contra-ataque? Será que manterias a ordem sobre os teus extremos? I don't think so!"

A minha equipa nunca seria outra!
Por isso é que tenho a minha ideia e modelo de jogo!

" tiravas o Fernando?! Hmm... de que clube és? Hoje já metias o Ola, aka, soneca, no onze do Benfica, e agora tiravas o Fernando do Porto, que é o pêndulo daquela equipa, como é que é? Isso era para os lagartos ganharem só pode! Não estou a ver o Defour a fazer de Fernando."

Tens de aprender a ler, Tirava o Fernando a jogar com um duplo pivot, porque aí ele não é pêndulo nenhum. Não tem capacidade para construir, como se impõe desde a primeira fase, não tem capacidade para conduzir, driblar se necessário, arranjar soluções rápido, de passe curto ou longo. Portanto, num duplo pivot, ele torna-se um pouco inútil!

Caso se jogue apenas com um Mdef, como disse acima, aí sim ele é indiscutível.

O meu clube é a selecção angolana, porquê?

Le Cock Grande disse...

«A minha equipa nunca seria outra!
Por isso é que tenho a minha ideia e modelo de jogo!»
Oh boy! Alguma vez poderás dizer "nunca"? Se apanhares um adversário bem mais forte do que a tu, que remédio não terás que jogar mais recuado. Quantos e quantos treinadores não gostariam de jogar à Barcelona, mas como não têm "omeletes" não o podem? Mais modéstia e abertura.

Grande estereotipo sobre o Fernando. Não acho que ele seja o prodígio de técnica, mas penso que ele pode dar mais do que dá em termos ofensivos, então nessa posição mais avançada poderia ser óptimo. Esse duplo pivot que defendes é algo macio demais sem Fernando. Defour tem alguma agressividade, mas não é a mesma coisa.

«O meu clube é a selecção angolana, porquê?» Sabes a diferença de um clube para uma selecção não sabes?

Roberto Baggio disse...

"Oh boy! Alguma vez poderás dizer "nunca"? Se apanhares um adversário bem mais forte do que a tu, que remédio não terás que jogar mais recuado. Quantos e quantos treinadores não gostariam de jogar à Barcelona, mas como não têm "omeletes" não o podem?"

Mas quem és tu para decidir o meu modelo de jogo e o que a minha equipa faz ou não em campo?

Lá porque tu não tens Tomates para atacar, seja contra que equipa ver, e borras-te todo por o teu adversário ter um estatuto superior, ter jogadores melhores e melhores condições financeiras, não significa que eu sinta o mesmo que tu.

Olha, vai dizer o P.Fonseca ou ao Marco Silva, que não tinham remédio se não jogarem recuados, contra o Benfica, Porto, Sporting ou Braga.

"Esse duplo pivot que defendes é algo macio demais sem Fernando. Defour tem alguma agressividade, mas não é a mesma coisa."

Tenho um entendimento de agressividade diferente do teu, portanto não vale a pena estar a discutir.

aliás, dizer que esse meio campo é macio, é o mesmo que dizer que Pirlo, Xavi e Iniesta seria um meio campo macio. O que é bastante revelador da tua "sabedoria".

Sei, num clube, há jogadores de futebol de várias nacionalidades, numa selecção há apenas uma nacionalidade.

Qual era a tua dúvida, mesmo?

"Mais modéstia e abertura."

Abertura para quê? Para dizer que eu mudaria o meu modelo de jogo porque tu dizes que é melhor?! Ou modéstia para perceber que numa transição o melhor é não parar o jogo e ir pela linha?!

Le Cock Grande disse...

«Lá porque tu não tens Tomates para atacar, seja contra que equipa ver, e borras-te todo por o teu adversário ter um estatuto superior, ter jogadores melhores e melhores condições financeiras, não significa que eu sinta o mesmo que tu.»
Diz o roto ao nu porque é que não te vestes tu?! Quem te disse a ti que eu não gosto de jogar em posse? Isso não quer dizer que ache que jogar em posse é a única maneira no mundo de jogar futebol, ao contrário do que tu tens vindo a dar a entender, a cada artigo que escreves.

«Olha, vai dizer o P.Fonseca ou ao Marco Silva, que não tinham remédio se não jogarem recuados, contra o Benfica, Porto, Sporting ou Braga.»
Lol! Até parece que não jogaram em contra-ataque contra essas equipas!

«dizer que Pirlo, Xavi e Iniesta seria um meio campo macio» Vais dizer-me que frente a um Bastian+Martinez+Kroos, não seria?

«Sei, num clube, há jogadores de futebol de várias nacionalidades, numa selecção há apenas uma nacionalidade.» Ainda há pouco falavas do Deco... definição da tanga que escreveste.

«Para dizer que eu mudaria o meu modelo de jogo porque tu dizes que é melhor?!» O teu problema é esse? O de pensares que o meu modelo é melhor que o teu? És doente sócio. Nem sequer escrevi qual era o meu modelo de jogo, quanto mais. Apenas estava a alertar para que o que escreveste não ser a única solução. Quem está aqui a fazer força para colar uma ideia és tu. Eu tenho estado apenas a defender a minha opinião. E, tu ainda não conseguiste refutá-la. Já tentaste ao chamar para a situação do Nolito.

Não tenho pachorra para isto, nem sequer vou desperdiçar tempo e energia com quem não merece.

Anónimo disse...

Moço da Pila Grande, faz um favor ao pessoal e não voltes cá. Estragaste completamente o ambiente dum enorme blog de futebol. Vai lá para o blog do Manuel dizer asneiras.

Roberto Baggio disse...

"Isso não quer dizer que ache que jogar em posse é a única maneira no mundo de jogar futebol, ao contrário do que tu tens vindo a dar a entender, a cada artigo que escreves."

Acho mesmo que não sabes ler, ou não sabes interpretar...
O que tenho dado a entender é que em posse é melhor que jogar sem posse, ou seja, em transições!

"Lol! Até parece que não jogaram em contra-ataque contra essas equipas!"

Tens a certeza que estamos a falar do mesmo jogo? Futebol?
Contra-ataque? Quem? Contra quem?

"«dizer que Pirlo, Xavi e Iniesta seria um meio campo macio» Vais dizer-me que frente a um Bastian+Martinez+Kroos, não seria?"

Seria sim, o Pirlo, Xavi e Iniesta, a jogarem futebol e os outros a olharem para eles tocarem a bola!

"Ainda há pouco falavas do Deco... definição da tanga que escreveste."

Eu que ia jurar que o Deco é português! Aliás, eu nunca vi um jogador sem a nacionalidade do país, jogar por esse país!
Mas se tu já viste, deve ser noutro planeta qualquer, porque neste, isso não existe!

" O teu problema é esse? O de pensares que o meu modelo é melhor que o teu? És doente sócio. Nem sequer escrevi qual era o meu modelo de jogo, quanto mais"

O teu é novamente não saberes ler.
O que tu disseste, é que eu nunca vou dizer nunca. Mas vou sim, dizer que nunca vou mudar o modelo, seja para que adversário for!
Mas como para ti, tenho de mudar o modelo, contra equipas mais fortes, então tinha de o fazer, porque tu achas ser melhor mudar.
Depois explica-me onde falei do teu modelo!

"Apenas estava a alertar para que o que escreveste não ser a única solução"

Nem eu o disse! Se o disse, mostra-me onde, se o conseguires.

Deve ser como aquela do HxH que o Carvalhal escreveu!

" Eu tenho estado apenas a defender a minha opinião. E, tu ainda não conseguiste refutá-la. Já tentaste ao chamar para a situação do Nolito"

Defender o quê? Que ir para a linha é melhor que vir para dentro em transição? Sim, podes defender isso! Apesar de em 95% dos casos estares errado, lamento!