Posse de bola no Facebook

Translate

domingo, julho 14, 2013

Curtas desta pré-temporada

Lições de Zidane:

«Teres sido um bom jogador não garante que vás ser um bom treinador. Pode ajudar, mas nada mais do que isso»

Aqui, no blog, ouvíamos Jesus dizer que, a maior parte dos jogadores não tem conhecimento do jogo. Ora isso é algo que já sabíamos e é uma realidade que os treinadores enfrentam todos os dias. Pensam, a maior parte dos praticantes da modalidade, sejam eles amadores ou profissionais, que o facto de terem muitos anos como jogadores de futebol lhes garante sabedoria e conhecimento do jogo. Isso parece-me uma espécie de "Empirismo Desportivo", que se instalou na cabeça daqueles que têm necessidade, constante, de protagonismo e que sem terem argumentação para expor uma ideia à alguém, usam argumentos do tipo: "Onde é que tu jogaste!?", ou "Tenho muitos anos disto miúdo!". É esta a riqueza das suas experiências, foi isso, tudo, que aprenderam... Esperteza saloia hein!
Não querendo minimizar o factor experiência, esse só é relevante caso tenha sido rico em aprendizado. Dez, vinte, ou trinta anos de más experiências, em nada contribuem para que se evolua e se ganhe conhecimento da área em que se está a trabalhar. Tivessem os dirigentes nacionais pensado no mesmo que Zidane e, certamente, não estaríamos a passar as vergonhas que temos passado nas selecções jovens, e muitos clubes nacionais teriam tido percursos mais tranquilos no desenrolar dos campeonatos. Zidane deu lições dentro, e hoje, traz algumas para fora de campo. Ainda assim, como diz Mourinho: "Muitos vão ler, mas muito, muito poucos vão retirar algo de positivo do que está aqui exposto".


Mourinho e liderança:

«O Mourinho é um treinador exigente. É duro mas também é divertido nos treinos. Ele tem uma autoridade natural sobre os jogadores e uma forma simples de lidar connosco»
André Schurrle, em entrevista ao site do Chelsea

Muitos dos que pensam que Mourinho pega no chicote, e emprega uns valentes açoites aos seus jogadores, ficariam surpreendidos com a verdadeira natureza dos treinos do Português. A forma como tenta guiar os seus jogadores, convencendo-os que a equipa está em primeiro, em segundo e em terceiro lugar, só havendo espaço para o individual depois disto, é a principal causa dos problemas que tem tido, ao longo destes anos, com alguns jogadores. A verdade é que ele, tem-se sempre revelado um treinador justo no tratamento aos jogadores, e com a evidente felicidade de ter regressado "ao clube do coração" pode ser que vejamos, novamente, José a praticar um futebol alegre e de posse, sem preocupação obsessiva com o resultado, sabendo que jogando bem e com a devida qualidade individual, mais tarde ou mais cedo, os resultados aparecem.



David Moyes:

«A direcção disse-me que não tenho orçamento. Disseram-me para ir buscar quem quiser»
«Estamos a ver os melhores jogadores. Não vou estar a dizer o nome de ninguém mas queremos sempre os melhores jogadores»

Os próximos dias vão ser decisivos para percebermos que tipo de futebol o United de Moyes vai praticar, e que sistema de jogo vai adoptar. O facto de ter luz branca para construir o plantel como quiser, vai acrescentar pressão, ao já pressionado Moyes, pela sucessão de Sir Alex. O perfil de jogador que vai contratar, vai ser a chave que nos vai permitir desbloquear, um pouco mais, o que vai na cabeça do novo treinador do United. O Lateral-esquerdo, deixa uma pista de algumas das ideias de treino e de jogo do escocês. 

Jorge Jesus:

«Fomos mais ofensivos, tivemos mais bola e fomos mais seguros em termos defensivos. Quero realçar o facto de não termos sofrido golos, pois é importante sermos seguros defensivamente», afirmou o treinador do FC Porto, em declarações à Sport TV.

Relevo as afirmações de Fonseca, porque só há um ponto por onde a organização defensiva do Benfica pode melhorar: Ter mais bola, ter menos pressa ao sair para o ataque, garantir mais apoios próximos do portador da bola. Assim, tal como no primeiro ano de Jesus, e independentemente da qualidade do adversário, o Benfica seria campeão. Vamos lá ver se na introspecção que fez no final de época, e no balanço de todo este tempo em que esteve no Benfica, JJ, percebeu por onde deve começar a mudança.
A melhor forma de defender ainda é ter a bola...



Miguel Rosa:

«Toda a gente conhece a qualidade do Miguel Rosa e sabe a ligação que tem connosco. Nós queremos que ele venha, o Miguel quer vir mas tem contrato com o Benfica. Estamos interessados desde o final da última época mas até agora nada mudou»
Van der Gaag

A qualidade é evidente, como é possível não ter oportunidade de jogar pela equipa principal do Benfica? Assim se perde mais um jogador que poderia ajudar a selecção nacional, naquilo que mais nos falta, na zona central do terreno: Criatividade...


A transferência mais polémica do defeso:

«Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo e todos tentam trava-lo»
Illarramendi

Serão os 39 milhoes de Euros que o Real pagou a pesar em cima do jovem médio? Pois acho no mínimo suspeito, para alguém que joga no meio campo e que faz da inteligência o seu principal atributo, declarar algo como o que Illara fez.
Sobre o valor da transferência, todos achamos um exagero, o futuro dirá quem tem razão.

10 comentários:

DC disse...

As declaraçóes do Illarra devem ser uma exigência contratual :)
Jogando ele na selecção que joga sabe bem qual é o melhor futebol do mundo.
E o Real este ano com esta contratação e a de Isco deu um passo muito bom no sentido do bom futebol e provavelmente de ser campeão.
Não acreditanto eu na competência do Tito e sabendo como Ancelotti é muito bom, acho que o Barça só será campeão se o Messi mantiver o nível do ano passado em que na primeira metade da época marcava a uma média de 2 golos por jogo (fora o resto).

Roberto Baggio disse...

Sim, o Real este ano vai estar fortíssimo. Por isso não sei bem porquê que se diz que o Barcelona vai passear. Mas vamos esperar para ver.

Joao Rodrigues disse...

Convém referir que ele disse essa frase na Real Madrid TV, não seria muito normal dizer que o "Ronaldo é um dos melhores no mundo" naquela televisão

Roberto Baggio disse...

Claro João, mas começamos mal como instituição, quando retiramos liberdade de expressão aos jogadores. Depois de uns tempos a jogar e treinar com Ronaldo, até pode ser que o jovem mudasse de opinião, mas não se devia obrigar a dizer esse tipo de coisas.
Por exemplo, Guardiola dizia, não posso pedir a um jogador para ser atrevido em campo e depois dizer-lhe para se conter nas acções com a imprensa (dizia isso sobre Daniel Alves)

DC disse...

Baggio, no Real houve estrilho entre o Marcelo e o Cristiano por o 1º ter dito antes do Argentina-Brasil que achava o Messi o melhor do mundo.
Foi uma das coisas que precipitou a implosão do balneário.

Aquele clube tem coisas muito complicadas.

Roberto Baggio disse...

Quando um jogador é maior que o clube... Hmmmmmmmmmmm
Tudo dito não?

PP disse...

Boas,

Começando debaixo para cima...

- E se, para o Illarramendi o melhor do mundo é de facto o Cristiano Ronaldo?

- Miguel Rosa é o reflexo da podridão que está o futebol português. Desperdiça-se talento nacional em prol de uns belos milhões desviados em "off-shores" nos pagamentos de transferências estrangeiras.

- Jorge Jesus chegou a ter um estágio com o Barcelona de Cruijff, mas desconfio que pouco ou nada tenha aprendido, pois enquanto para o holandês quantos mais médios tiveres em campo, melhor é o nível de jogo, para o "tuga", quantos menos tiveres, melhor e mais engraçado fica...

- O Manchester United quer gastar dinheiro num grande reforço, é? Contratem o Thiago Alcântara!

- Mourinho... who else?! ;p

- Sobre a temática do Zidane, a melhor resposta que já ouvi sobre o tema foi dada por um tipo chamado Arrigo Sacchi: “não sabia que para ser jóquei era preciso ser cavalo antes”. O problema do futebol é estar demasiado fechado nele próprio. Praticamente os lugares são preenchidos pelo factor "C" ou "padrinhos". Por isso, sempre que chega alguém "fora-da-caixa" acontece "saltos qualitativos" na modalidade. Depois o resto faz um "copy-paste".

Gonçalo Matos disse...

Hello,

Eu vou dar numa de Ronaldinho aka André e vou dizer que acho que o Illarra é o futuro melhor 6 do mundo. A visão de jogo, a capacidade de controlar os ritmos e a capacidade de meter o passe vertical que ele demonstrou ter nos sub-21 convenceu-me.

Roberto Baggio disse...

PP concordámos em quase tudo, menos na primeira parte frase. Hahaha. Ele foi obviamente "corrompido" daí o ter dito :)

Roberto Baggio disse...

Gonçalo Matos, não duvido nada.
Mas ainda assim 39M é muita massa... Muita mesmo...